GT Brasil: Lamborghini fica com os três melhores tempos do dia em Interlagos

Para ajudar no processo de equalização, carro ganhou lastro de 45 kg, mas segue com favoritismo para a primeira etapa do Itaipava GT Brasil.

Os treinos livres desta sexta-feira (19) mostraram mais uma vez a força do Lamborghini Gallardo LP560. O modelo ficou com as três primeiras posições depois das duas sessões realizadas no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace. Tudo isso, um pouco mais pesado que na véspera, quando já havia impressionado: todos os carros da marca carregam agora lastro de 45 kg. A medida tem como objetivo reduzir a diferença em relação aos demais, processo de equalização natural do Itaipava GT Brasil.

Mesmo com as mudanças, a dupla Claudio Dahruj e Rafael Daniel manteve a superioridade, registrando a melhor marca do dia ainda pela manhã, em 1min35s470. “Demos poucas voltas, mas foi importante para detectar um problema no câmbio, assim evitamos que ele se repita na corrida. As modificações impostas aos nossos carros mudaram o comportamento, o ponto de freada não é mais o mesmo, não contorna do mesmo jeito. Isso permitiu uma aproximação dos Ford GT”, conta Rafael Daniel.

O piloto destaca também o fato do novo carro, sensação da categoria, enfrentar no Brasil uma situação diferente da que teve nos testes de desenvolvimento na Europa. “Esse carro foi feito andando no inverno, então está sofrendo bastante com o clima do verão brasileiro. Os freios acabam mais rápido, a temperatura de água e óleo sobe muito. Isso atrapalha o rendimento e, claro, deixa todo mundo preocupado com eventuais quebras”, acrescenta Rafael Daniel.

Talvez, só mesmo isso para impedir uma nova conquista do carro – que venceu a última etapa de 2009. A opinião é do terceiro mais veloz da sexta-feira, Allam Khodair, que divide o carro com Marcelo Hahn. “Bem acertado, este carro é difícil de ser batido”, reconhece o atual vice-campeão da categoria, que registrou 1min35s884 – tempo mais rápido da tarde. “Mas o treino de hoje mostra pouco, foi mais uma sessão de equalização. Nós evoluímos, mas ainda estamos atrás de outros Lamborghini”.

Evolução notável apresentou também Chico Serra, parceiro de João Adibe, que terminou o dia com o segundo lugar, mas não tão satisfeito com o Lamborghini Gallardo LP560. “Apesar da boa volta, o carro ainda apresenta muitos problemas mecânicos. Não deu tempo de desenvolver o melhor acerto. Estamos concentrados para sanar todos os problemas e ter um carro confiável para as corridas. Mas já deu para perceber que é uma grande máquina”, fala, depois de marcar 1min35s882.

O único Ford GT entre os seis melhores foi o de Lico Kaesemodel, em quarto, com 1min36s041. “Só vai dar para saber as reais condições dos carros na tomada de tempo”, lembra Allam Khodair. O treino classificatório para a primeira corrida da Itaipava GTBR3 está marcado para 12h10 deste sábado (20). No mesmo dia, será realizada a primeira etapa do campeonato, a partir das 16h10. No total, vinte e nove carros devem largar – incluindo aí os modelos da Itaipava GTBR4.

“Parece que nosso objetivo foi cumprido. A meta era crescer em 2010 e hoje temos quase trinta carros no grid. Acredito que será ainda melhor em Curitiba, na segunda rodada dupla. Muita gente ainda está para chegar no campeonato e há outros carros vindo da Europa para consolidar a boa posição do Itaipava GT Brasil”, analisa Antonio Hermann, sócio da SRO Latin America, que promove o campeonato em conjunto com a Auto+ Entretenimento.

A baixa nesta etapa será o carro do Corinthians, que depois de um forte acidente na quinta-feira (18) não teve condições de receber os reparos necessários para a estreia no Itaipava GT Brasil. Falando em estreia, o dia marcou a primeira experiência de Antonio Pizzonia na categoria, pilotando a Ferrari F430 que dividirá com Walter Derani. “Muita coisa é novidade para mim, até o ABS, que eu nunca experimentei em carros de corrida. É muito legal. É uma mistura de carro de rua e carro de corrida”.

OS TEMPOS DA SEXTA-FEIRA EM INTERLAGOS

1º) Claudio Dahruj/Rafael Daniel Lamborghini Gallardo 1min35s470
2º) Chico Serra/João Adibe Lamborghini Gallardo 1min35s882
3º) Marcelo Hahn/Allam Khodair Lamborghini Gallardo 1min35s884
4º) Lico Kaesemodel/Leo Burti Ford GT 1min36s041
5º) Chico Longo/Daniel Serra Lamborghini Gallardo 1min36s128
6º) Bruno Garfinkel/Ricardo Maurico Lamborghini Gallardo 1min36s455
7º) Valdeno Brito/Matheus Stumpf Ford GT 1min36s500
8º) Marcello Sant’Anna/Leonardo Vital Viper Competition 1min37s174
9º) Rafael Derani/Claudio Ricci Ferrari F430 GT3 1min37s228
10º) Xandy Negrão/Andreas Mattheis Ford GT 1min37s246
11º) Eduardo S. Ramos/Leandro Almeida Ford GT 1min37s772
12º) Cleber Faria Lamborghini Gallardo 1min37s795
13º) Marcos Gomes/Thiago Viana Ferrari F430 GT3 1min37s798
14º) Pedro Queirolo/Leonardo Vital Viper Competition 1min37s866
15º) Beto Monteiro/Julio Campos Porsche 911 GT3 1min38s370
16º) Betinho Gresse/Roberto Posses Porsche 911 GT3 1min39s042
17º) Walter Derani/Antonio Pizzonia Ferrari F430 GT3 1min39s339
18º) Fernando Poeta/Fabio Carreira Ferrari F430 GT3 1min39s511
19º) Vanuê Faria Lamborghini Gallardo 1min39s781
20º) Renan Guerra Maserati Trofeo 1min44s296
21º) Sergio Laganá/Alan Hellmeister Maserati 1min44s313
22º) Marçal Mello/William Freire Maserati 1min44s386
23º) Walter Rossete Maserati 1min46s094
24º) Carlos Burza/André Posses Maserati 1min46s225
25º) Cristiano Federico/Leonardo Medrado Maserati 1min46s803
26º) Henrique Assunção/Carlos Kray Maserati 1min46s810
27º) Alexandre Morsa Maserati 1min48s061
28º) Adriano Griecco/Samuel Melo Maserati 1min49s538
29º) Roberto Laganá Maserati 1min54s886

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *