GT Sprint Race: em Cascavel, Thiago Camilo vence a segunda corrida

Saindo em 10º, o piloto fez bonito e garantiu a vitória. Rafael Dias, na PROAM, e Luis Debes, na AM, completam a lista de campeões da etapa paranaense

Se a vitória da primeira corrida da GT Sprint Race Brasil, em Cascavel (PR), foi de um representante da nova geração, o jovem paranaense Pedro Aizza, na segunda corrida o grande nome foi de um piloto já consagrado na modalidade. O paulista Thiago Camilo, da categoria PRO, voltou a ganhar na competição, completando as 18 voltas no circuito do Autódromo Internacional de Cascavel – Zilmar Beux com o tempo de 24min48s294, fechando um fim de semana de muitos pontos. Isso porque a quarta etapa do calendário e terceira prova do campeonato Brasil foi Triple X, ou seja, garantiu pontos no classificatório e nas duas corridas, e Thiago e Beto Cavaleiro somaram 60 dos 75 pontos possíveis.

“Nós estávamos precisando de um fim de semana como este, marcando tantos pontos. Aqui em Cascavel, o carro e o Beto foram perfeitos já no primeiro treino e eu, mesmo sem andar no segundo treino, consegui a pole no sábado. Na corrida, encaixei bem a largada, pulando de 10º para 5º já na segunda curva, e depois administrei as ultrapassagens”, explicou o vencedor. “Para o campeonato foi muito bom e, agora, temos de tentar manter a constância para brigar pelo título”, concluiu. Ainda pela categoria PRO, Sérgio Ramalho terminou em segundo, enquanto Marcelo Henriques completou o pódio em terceiro.

Na PROAM, o mais rápido da segunda corrida foi Rafael Dias. O piloto, que terminou a prova da manhã em terceiro, mas em razão de uma punição largou em 11ª lugar, conseguiu se recuperar na disputa da tarde e terminou em primeiro na categoria e segundo no geral. “Foi muito bom. Conseguimos acertar o carro. Larguei lá atrás, mas com um bom ritmo consegui chegar. Foi fruto de foco e persistência. Achei a pista boa, de alta, mas o frio atrapalhou”, ressaltou.  Os pilotos Adalberto Baptista e Pedro Aizza, respectivamente, completaram o pódio na categoria.

E deu Luis Debes duas vezes na AM. O piloto deixou Cascavel com um saldo para lá de positivo, vencendo as duas corridas e somando pontos importantes para o campeonato. “Foi um final de semana de muitas novidades, pois não tinha andado ainda na chuva e tendo que me defender dos ataques dos adversários. Foi pressão o tempo todo e muito bacana, porque consegui acertar. Estou bem feliz e mais perto do líder. A disputa promete ser ainda melhor até o fim do ano”, declarou.

O calendário da GT Sprint Race está dividido em duas séries e nove etapas: o campeonato nacional, com seis etapas (duas corridas em cada), – Velocitta (SP), Interlagos (SP), Cascavel (PR), Palmeira (PR) e duas em Curitiba (PR) –, e as três etapas da “Special Edition” – Goiânia (GO), Tarumã (RS) e Potenza (MG) –, com três corridas cada. Na 10ª edição serão três títulos distintos da Sprint Race: Brasil, Special Edition e Overall, nas suas respectivas classes: PRO, AM e PROAM. E, ainda, o título do minitorneio do Rookie Of The Year.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Pirelli e Militec1, têm apoio da TecPads, Fremax, Tekbond e Gold Springs.

Resultado da Corrida 2:

1) #21 Thiago Camilo/ Beto Cavaleiro, PRO, a 18 voltas, em 24min48s294

2) #13 Rafael Dias, PROAM, a 9s719

3) #25 Sérgio Ramalho/ Eduardo Trindade, PRO, a  10s042

4) #01 Marcelo Henriques/Alex Seid, PRO, a 10s655

5) #82 Gerson Campos, PRO, a 16s799

6) #793 Adalberto Baptista, PROAM, a 20s301

7) #83 Gabriel Casagrande/Eduardo Pavelski, a 20s526

8) #35 Pedro Aizza, PROAM, 16 voltas, a 21m091

9) #37 Luis Debes, AM, a 24s167

10) #31 Caê Coelho/ Adriano Ramos, AM, a 24s193

11) #17 Walter Lester, AM, a 25s885

12) #73 Francesco Franciosi, PROAM, a 28s831

13) #03 Pedro Ferro, PROAM, a 35s294

14) #04 Julio Campos/ Léo Torres, PRO, a 3 voltas

15) #33 Danny Candia, AM, a 4 voltas

16) #72 Giovani Girotto, AM, a 4 voltas

Não completou 75% da prova

17) #12 Zezinho Muggiati/ Edgar Bueno Neto, PROAM, a 8 voltas

18) #161 Antonio Junqueira/ Pedro Costa, PROAM, a 14 voltas

19) #19 Luciano Zangirolami/ Nathan Brito, PRO, a 16 voltas

20) #11 Weldes Campos, PRO, a 17 voltas

Melhor volta: #83 Gabriel Casagrande, 1min09s780, 157,764 km/h

 

– 

Classificação do campeonato da GT Sprint Race Brasil

 

PRO

1) #04 Julio Campos /Léo Torres, 105 pontos

2) #83 Gabriel Casagrande/Eduardo Pavelski, 101

3) #11 Weldes Campos, 97

4) #01 Alex Seid/Marcelo Henriques, 96

5) #82 Gerson Campos, 91

6) #25 Eduardo Trindade/Sérgio Ramalho, 91

7) #21 Thiago Camilo/Beto Cavaleiro, 86

8) #19 Nathan Brito/Luciano Zangirolami, 78

 

AM

1) #17 Walter Lester, 140 pontos

2) #37 Luis Debes, 137

3) #31 Caê Coelho/Adriano Ramos, 110

4) #72 Giovani Girotto, 70

5) #33 Bruno Campos, 50

6) #33 Emilio Padron, 30

7) #59 Danny Candia, 28

8) #90 José Vitte, 24

9) #07 Pedro Bezerra, 16

 

PROAM

1) #03 Pedro Ferro, 122 pontos

2) #35 Pedro Aizza, 119

3) #73 Francesco Franciosi, 118

4) #13 Rafael Dias, 100

5) #161 Pedro Costa/Antonio Junqueira, 89

6) #793 Adalberto Baptista, 83

7) #03 Lourenço Beirão, 39

8) #12 Zezinho Muggiati/Edgar Bueno Neto, 26

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *