GT Sprint Race fará a 7ª edição da Corrida Noturna no Autódromo de Londrina

Evento será no dia 30 de outubro, válido para a oitava e penúltima etapa do calendário e contará pontos para a sexta etapa do torneio Brasil

Daqui a 15 dias, o elenco da GT Sprint Race chega ao Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), para o oitavo e penúltimo encontro da temporada. As atividades começam na sexta-feira, dia 29 de outubro, com os treinos oficiais. As duas corridas serão realizadas no sábado, 30 de outubro, com uma bateria diurna e a outra será a tradicional corrida noturna, ambas com transmissão ao vivo.

Para a etapa estão confirmados 30 pilotos para o torneio Brasil que participarão sozinhos ou em dupla, dividindo as máquinas da GT Sprint Race na pista de 3.055 metros de extensão, utilizarão o traçado mais curto, passando pela chicane.

Na 10ª temporada completará a 10ª etapa no circuito paranaense e um total de 21 corridas. Este ano, contabilizará a 7ª edição da Corrida Noturna com as provas de número 20 e 21 da história da GT Sprint Race em Londrina. O primeiro vencedor pela GT Sprint Race em Londrina foi Gustavo Martins, ele venceu as duas corridas diurnas no circuito em 2013.

Em 2014, os primeiros vencedores da Corrida Noturna da competição lá realizada foram Higor Hoffmann (PRO) e Adriano Amaral (GP); em 2015, Berlanda Jr (PRO) e Fabio Brecailo (GP); de 2016, Luca Milani (PRO) e Cassio Cortes (GP); em 2017, João Rosate (PRO) e Jorge Martelli (GP); em 2018, Diego Ramos (PRO) e Luciano Zangirolami (GP). Na etapa de abertura da temporada 2019 com corridas diurnas foram: na primeira corrida, João Rosate (PRO) e Cassio Cortes (GP) e na segunda corrida, Vinicius Kwong (PRO) e Luciano Zangirolami (GP).

Os últimos vencedores no traçado pela GT Sprint Race Special Edition em 2020 foram: na primeira corrida, Thiago Camilo (PRO); Weldes Campos (PROAM) e Raphael Teixeira (AM), na segunda corrida, Gerson Campos (PRO), Weldes Campos (PROAM) e Vinny Azevedo (AM); na terceira corrida Ricardo Sperafico (PROAM), Sérgio Ramalho (PRO) e Diego Nunes (AM).

Os três pilotos que conseguiram repetir vitórias em Londrina, sendo três cada um, foram Cassio Cortes em 2016 (noturna), 2018 e 2019; João Rosate com duas em 2017 e uma em 2019 e Weldes Campos, duas vitórias em 2020. Já na lista dos que computaram duas vitórias são Kau Machado, 2014 e 2017; Fábio Brecailo venceu as duas corridas pela GP, em 2015; Diego Ramos duas corridas, em 2018; e Luciano Zangirolami, em 2018 e 2019.

Outros pilotos que também comemoraram vitória no circuito, além dos já citados, foram Flávio Lisboa, Gaetano di Mauro, Raphael Campos e Carlos Souza.

Etapas da GT Sprint Race realizadas em Londrina:

  1. 2013 – diurna – 09/06 – (etapa 3) – duas corridas
  2. 2014 – 1ª noturna – 20/09 (etapa 6) – duas corridas
  3. 2015 – 2ª noturna – 23/05 (etapa 3) – duas corridas
  4. 2016 – 3ª noturna – 18/09 (etapa 6) – duas corridas
  5. 2017 – 4ª noturna – 28/10 (etapa 7) – duas corridas
  6. 2018 – 5ª noturna – 21/07 (etapa 4) – duas corridas
  7. 2019 – diurna – 24/03 (etapa 1) – duas corridas
  8. 2019 – 6ª noturna – 07/09 (etapa 5) – duas corridas
  9. 2020 – diurna – Special Edition – 1º/11 (segunda etapa do minitorneio, decisão do título) – três corridas
  10. 2021 – 7ª noturna – 31/10 (etapa 8, sendo a etapa 5 do torneio Brasil) – duas corridas

O calendário da GT Sprint Race está dividido em duas séries e nove etapas: o campeonato nacional, com seis etapas (duas corridas em cada), – Velocitta (SP), Interlagos (SP), Cascavel (PR), Londrina (PR) e duas em Curitiba (PR) –, e as três etapas da “Special Edition” – Goiânia (GO), Tarumã (RS) e Potenza (MG) –, com três corridas cada. Da somatória dessas séries, sairá os campeões do Overall nas suas respectivas classes: PRO, PROAM e AM.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Pirelli e Militec1, têm apoio da TecPads, Fremax, Tekbond, Graxa e Gold Springs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *