GT3 Brasil: Categoria espera ansiosa Nelson Piquet. E mais dois Ford GT V8

Tricampeão deve estrear em Brasília a bordo do único modelo com mais de uma vitória na temporada.

A segunda vitória do Ford GT V8 da dupla formada pelo ex-piloto de Fórmula 1 Ricardo Rosset e Walter Salles fez aumentar a expectativa da chegada de mais dois exemplares do modelo norte-americano para a categoria. Um dos novos carros pertence à dupla formada pelo tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet e Eduardo de Souza Ramos – o que, por si só, já é um acontecimento especial. O outro deve reforçar a campanha pelo título da dupla Xandy Negrão e Andréas Mattheis, atuais vice-líderes e vencedores do título de 2007. Negrão disse em Interlagos que aposta suas fichas no moderno carro da Ford.


Com um desempenho auxiliado pelo bom trabalho de Rosset e Salles, que lideram a classificação com 28 pontos, o único Ford GT V8 que atuou até o momento no grid venceu a segunda etapa da temporada, em Curitiba (PR), e a quarta corrida do ano, neste domingo, em Interlagos. Com quatro pole positions em seu cartel ainda em 2008, o carro mereceu muitos elogios de Rosset no aspecto mecânico e de pilotagem: “O Ford GT é um projeto muito bem construído e executado”, explicou o ex-piloto de F-1.


Ritmo homogêneo – Rosset lembrou que a pista de Interlagos é dividida em três trechos, que ajudam as equipes a controlar melhor as marcas registradas e a entender eventuais diferenças entre o desempenho dos carros. “O Ford nos permite fazer bem os três trechos da pista nas tomadas de tempo, enquanto isso ainda não tem sido possível para todo mundo (do grid). No sábado, eu olhei a folha de tempos e percebi isso. Há (carros que fazem) trechos bem próximos dos nossos, com diferença de um décimo aqui ou meio décimo ali, mas não se conseguiu encaixar os três melhores trechos (em uma mesma volta). Então acho que o Ford nos ajuda a ter uma tocada (ritmo) um pouco mais no limite, e também homogênea”.


Os dois Ford GT V8, incluindo o de Nelson Piquet, devem chegar até o final de maio ao Brasil de acordo com a preparadora suíça Matech GT Racing. Segundo o regulamento, é permitida apenas uma troca de carro durante o ano. Então, Mattheis e Xandy, que atualmente competem de Viper V10, têm uma decisão importante pela frente. Afinal, além de ter vencido uma das provas em 2008, o Viper chegou ao pódio e disputou todas as poles e a liderança das corridas até o momento. Em 2007, a dupla conquistou o título depois de abandonar o Lamborghini Gallardo – que parecia ser dominante até metade da temporada – em favor do Viper V10, que se mostrou mais resistente e muito veloz. Ao lado do Lamborghini, o Viper foi o maior vencedor em 2007, com cinco primeiros lugares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *