GT3 Brasil: CRT Brasil termina sexta-feira na frente com Merlo e Kaesemodel. E sonha com dobradinha

Dupla foi a mais rápida no treino desta tarde com a Ferrari #77. Resultado fez crescer a esperança da primeira dobradinha do ano para o time paulista na competição. Campeões antecipados, Ricci e Derani não fecharam uma volta com pneus novos e fecharam o dia em quarto.

A possibilidade de conquista de um resultado inédito em sua já vitoriosa temporada de 2009 no Itaipava GT3 Brasil deu “um novo gás” à equipe CRT Brasil na rodada dupla de encerramento da competição, neste final de semana, em Interlagos. Campeã antecipada com os pilotos Cláudio Ricci e Rafael Derani, e vice-líder do campeonato de equipes a apenas seis pontos da WB Motorsport, a CRT passou a sonhar, também, com a conquista da primeira dobradinha de seus três anos de participação na GT3.

O time paulista trouxe uma terceira dupla para as corridas de São Paulo com o objetivo de ganhar força na disputa do campeonato de equipes, uma estratégia que já começou a mostrar resultado. O paranaense Lico Kaesemodel e o paulista Nelson Merlo fecharam o dia com o melhor tempo do grid, e entraram na lista de candidatos à vitória ao lado dos companheiros Ricci e Derani – que subiram ao alto do pódio cinco vezes neste ano, três delas em Interlagos.

“Para mim chegou a ser uma surpresa terminar o dia em primeiro, em especial porque eu não conhecia o carro e não sabia exatamente quanto tempo levaria para me adaptar ao câmbio borboleta. Mas tivemos um carro muito bom durante o dia de hoje, e no final do dia, com pneus novos, conseguimos o melhor tempo. Depois desse primeiro dia de treinos mostramos que a dupla tem condição de andar na frente, e definitivamente esperamos brigar pela vitória neste fim de semana”, declarou Kaesemodel.

Experiente na categoria, Lico já tinha pilotado o Dodge Viper e o Porsche 997 no Itaipava GT3 Brasil. A primeira experiência com a Ferrari surpreendeu, e rendeu elogios do piloto que disputa regularmente a Copa Nextel Stock Car. “Esse é, sem dúvida, o carro mais completo que pilotei na GT3”, disse Kaesemodel. “Ele pode não ter um motor tão forte quanto o do Viper, por exemplo, mas no conjunto, é muito bom de guiar”, acrescentou.

Para conquistar a sonhada dobradinha, a CRT Brasil precisará contar, também, com a já conhecida combatividade da dupla Ricci e Derani. Os atuais campeões da categoria também andaram no grupo da frente nesta sexta-feira, em Interlagos, mesmo sem aproveitar os pneus novos a que tiveram direito no fim do dia. Sob estas condições, eles fecharam o dia na quarta posição, a pouco mais de 0s3 dos companheiros de equipe.

“Não tivemos como usar os pneus novos por um problema que tivemos com o carro em minha volta lançada, mas o equilíbrio está muito bom e acredito que possamos brigar pela vitória. Sem dúvida teremos entre nossos principais adversários nossos próprios companheiros de equipe, e isso é muito positivo. Vamos em busca de pontos para fechar o ano como o melhor time da competição, e ainda temos a motivação extra de buscar uma dobradinha inédita para a CRT”, ressaltou Cláudio Ricci.

Nesta sexta-feira os pilotos voltam à pista às 8h30, para o terceiro e último treino livre da rodada. As sessões classificatórias serão realizadas entre 11h45 e 12h25. A corrida começa às 16h15. A última prova do fim de semana está marcada para o meio dia de domingo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *