GT3 Brasil: Ferrari F430 abriria 6s por volta em relação ao Stock Car em Londrina

Supercarros da GT3 têm sido mais rápidos que os Stock em todas as pistas onde competiram desde a estréia no Brasil, em 2007. No circuito paranaense, diferença foi calculada já levando-se em consideração a diferença dos traçados usados pelas duas categorias.

Se os Stock Cars da Copa Nextel dividissem a pista do autódromo Ayrton Senna, em Londrina, com os supercarros da GT3, provavelmente não terminariam uma prova com mais de 30 minutos na mesma volta da Ferrari F430 – modelo que lidera a competição com a dupla da CRT Brasil Rafael Derani e Cláudio Ricci.

A Ferrari liderou o primeiro treino desta sexta-feira e fechou a sessão seguinte em segundo com o tempo de 1min12s017, uma marca cerca de sete segundos mais baixa que a obtida pelo pole position da Stock Car no ano passado, Thiago Camilo (1min19s342). Os dois carros são conceitualmente diferentes, já que a F430 deriva de um modelo de rua da Ferrari, enquanto o Stock Car é chassi tubular construído especialmente para corridas.

Mas, embora tenha sido concebido para competições, sua diferença de desempenho em relação aos GT3 é nítida em todos os circuitos do calendário. E não foi diferente na estréia da categoria dos supercarros em Londrina. Para que a comparação seja justa, no entanto, é preciso descontar cerca de um segundo por volta da vantagem da Ferrari, já que a GT3 utiliza neste final de semana de estréia um circuito 90 metros mais curto que o normalmente utilizado pela Stock em Londrina.

“Esta é a primeira vez que corremos em Londrina, e ainda há muito o que desenvolver nos carros. Mas, como trabalhamos com essa Ferrari há três anos, nosso acerto básico teórico funcionou muito bem para essa pista”, disse Rafael Derani. Ele e Ricci foram cerca de 0s1 mais rápidos que a dupla da Porsche formada por Ricardo Maurício e Miguel Paludo no primeiro treino do dia, e terminaram a sexta-feira na segunda posição.

A expectativa para o sábado é de novo equilíbrio, com possibilidade de pole position para os dois lados. “Foi um início muito disputado, e não há favoritos. Ainda existe a possibilidade de chuva, e nesse caso temos levado sorte neste ano. Vencemos as duas provas disputadas sob esta condição, mas sem dúvida o espetáculo será mais bonito com o tempo bom”, encerrou Cláudio Ricci.

Neste sábado, os treinos classificatórios começam as 11h00. A primeira corrida está marcada para as 15h35. No domingo, a largada para a segunda corrida do final de semana será dada ao meio dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *