GT3 Brasil: Ingo Hoffmann conquista, em São Paulo, primeira vitória na categoria

Correndo em parceria com Paulo Bonifácio, veterano 12 vezes campeão da Stock Car leva o Lamborghini Gallardo V10 ao alto do pódio depois
de cinco corridas de hegomonia quase que total Ford GT V8.

Dupla dedicou vitória ao engenheiro Alex Castilho, falecido quarta-feira



Após cinco corridas de hegemonia quase que total do Ford GT V8, o Lamborghini Gallardo V10 voltou ao alto do pódio no Telefônica Speedy GT3 Brasil. Paulo Bonifácio e o veterano Ingo Hoffmann faturaram a corrida deste sábado com uma vantagem de 14s050 para a dupla segunda colocada, formada por Lico Kaesemodel e Alceu Feldmann. Foi a primeira vitória de Ingo na categoria, e a 102ª na carreira de um dos maiores ícones do automobilismo brasileiro.



Dando ainda mais emoção e significado à façanha da dupla, Ingo e Boni venceram juntos pela primeira vez justamente após o falecimento do engenheiro da sua equipe, a  Martind Racing. Alex Castilho foi vítima de um acidente automobilístico na última quarta-feira quando viajava de Curitiba a São Paulo para a rodada dupla deste fim de semana. Emocionados, os vencedores homenagearam o companheiro. “Tivemos um fim de semana complicado diante da tragédia ocorrida há alguns dias, e procuramos fazer o que foi possível para homenagear o Alex” declarou Ingo Hoffmann.



Mesmo acostumado às vitórias, Ingo admitiu que curtiu o momento de vencer pela primeira vez em um novo campeonato. “Pensei bastante nesse momento nas duas últimas voltas. Estava sem comunicação com os boxes, e não sabia quantas voltas restavam para o final. Quando vi a placa de duas voltas, olhei no retrovisor e vi que não tinha ninguém perto, então passei a curtir o momento. Foi muito bacana”, encerrou o Alemão.



A corrida deste sábado serviu, também, para equilibrar o campeonato. A vitória de Ingo e Boni, a terceira posição de Walter Salles e Ricardo Rosset, e os problemas enfrentados pelos líderes Xandy Negrão e Andreas Mattheis, deixaram a disputa pelo título ainda mais interessante. Os primeiros colocados no campeonato reassumiram a ponta da corrida quando restavam poucas voltas para o pit stop obrigatório, e se mantiveram em primeiro até restarem seis voltas para o final.



Nesse momento, uma falhação no motor do Ford GT – que já vinha prejudicando a dupla – acabou, indiretamente, comprometendo ainda mais a corrida dos líderes. “Meu carro estava falhando bastante. Eu estava falando ao rádio com a equipe, quando me desconcentrei e não percebi a aproximação do Allam Khodair, que estava me passando por fora da Curva do Sol. No toque tive um pneu furado e acabei perdendo muitas posições”, comentou Xandy, que recebeu a bandeirada em sétimo.



Com esse resultado, a dupla líder do campeonato soma agora 46 pontos na tabela, contra 44 de Ricardo Rosset e Walter Salles, e 34 de Ingo Hoffmann e Paulo Bonifácio.



Freios do Ford preocupam – Salles e Rosset terminaram a etapa deste sábado bastante insatisfeitos com o desempenho dos freios do Ford GT V8, que acabou sendo sobrecarregado pelos 140 kg de lastro imposto ao modelo norte-americano pelo regulamento internacional da FIA para a categoria. Com problemas de superaquecimento, eles precisaram andar num ritmo bem mais lento que o ideal, e sugeriram novas modificações para aumentar a segurança dos carros.



“Creio que o ideal seria termos uma redução na potência e não um aumento do peso, já que isso compromete a segurança por contribuir para o superaquecimento dos freios”, disse Rosset. Já Xandy e Mattheis não tiveram o mesmo problema. Um sistema extra de refrigeração montado pela equipe e autorizado pela organização parece ter solucionado a questão, que também foi sentida pelos Ford GT que disputam a série européia da GT3.



Feldmann volta ao pódio – vencedor da primeira prova da temporada em dupla com Thiago Marques, o paranaense Alceu Feldmann voltou ao pódio neste sábado em sua primeira prova com o Dodge Viper Competition V10. Correndo hoje em parceria com Lico Kaesemodel, ele conduziu o modelo norte-americano na segunda metade da corrida, e se mostrou satisfeito pela estréia. “Ainda estamos nos habituando ao Viper, e no final tivemos problema de consumo de combustível. Mas foi uma boa estréia e é bom voltar ao pódio”, declarou Alceu, que também trabalhava com o engenheiro Alex Castilho, mas na Stock Car.



A oitava etapa do Telefônica Speedy GT3 Brasil será realizada às 13h10 deste domingo – com transmissão às 14h30 pelo SporTV 2. O resultado completo da corrida de hoje em São Paulo foi o seguinte:


Final:


1º) P.Bonifacio/I.Hoffmann (LG, SP/PR), 36 voltas em 1:01:09.479 (média de 152.18 km/h)


2º) L.Kaesemodel/A.Feldmann (VC, PR/PR), a 14.050


3º) W.Salles/R.Rosset (FG, RJ/SP), a 17.967


4º) C.Ricci/R.Derani (F4, RS/SP), a 52.254


5º) A.Mazzochi/M.Stumpf (VC, RS/RS), a 52.981


6º) R.Cattalini/Jorge Neto (F4, PR/SP), a 58.026


7º) A.Mattheis/X.Negrão (FG, RJ/SP), a 1:30.922


8º) M.Hahn/A.Khodair (F4, SP/SP), a 1 volta


9º) A.Hermann/V.Brito (P9, SP/PB), a 1 volta


10º) E.Fittipaldi/W.Fittipaldi (P9, SP/SP), a 1 volta


11º) A.Rodrigues/L.Burti (VC, RJ/SP), a 2 voltas


12º) C.Crespo/R.Moreno (F4, SP/DF), a 11 voltas


13º) W.Derani/G.Losacco (F4, SP/SP), a 18 voltas


14º) W.Ebrahim/F.Ebrahim (VC, PR/PR), a 24 voltas


 


LEGENDA


FG – Ford GT V8


P9 – Porsche 997 GT3 Cup S Boxer


VC – Viper Competition Coupé V10


LG – Lamborghini Gallardo V10


F4 – Ferrari F430 V8


 


Melhor Volta: P.Bonifacio/I.Hoffmann, 1:37.196


 


 


Passadas as sete primeiras etapas, o campeonato ficou assim:


 


1) Xandy Negrão / Andreas Mattheis, 46


2) Walter Salles Jr. / Ricardo Rosset, 44


3) Paulo Bonifácio / Ingo Hoffmann, 34


4) Cláudio Ricci / Rafael Derani, 24


5) Wagner Ebrahim / Fábio Ebrahim, 22


6) Alceu Feldmann / Thiago Marques, 21


7) Renato Cattalini / Antonio Jorge Neto, 18


8) Matheus Stumpf, 16


 9) Norberto Gresse, 15


10) Valdeno Brito, 14


11) Giuliano Losacco / Walter Derani, 11


12) Ramon Matias, 9


13) Wilson Fittipaldi / Emerson Fittipaldi, 8


       Lico Kaesemodel, 8


15) Abramo Mazzochi, 7


16) Allam Khodair / Marcelo Hahn, 5


17) Elias Nascimento Jr. / Leonardo Burti, 4


18) Luiz Garcia Jr. / Sérgio Lúcio , 3


19) Otavio Mesquita, 2


20) Antônio Hermann, 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *