GT3 Brasil: Ricci sai de Curitiba como vice-líder do Campeonato

Na segunda etapa do GT3 Brasil, realizada no circuito de Curitiba, Cláudio Ricci (Cielo) mostrou por que é considerado um dos pilotos mais competitivos da categoria ao receber a bandeira quadriculada em terceiro. O gaúcho, mais rápido da temporada passada, foi um dos destaques da corrida deste domingo (20/04), realizada sob pista seca, mesmo com a ameaça constante da chuva.

Largando  na sexta colocação,  Ricci partiu para cima dos adversários logo nas primeiras curvas. E o que contou para o bom desempenho da Ferrari foi, mesmo, a habilidade do piloto, já que o modelo F430 da montadora italiana tinha muita diferença de reta em relação aos carros que estavam à frente, um Lamborghini e um Viper.

“Entrei na disputa com o Alceu Feldmann na briga pela terceira posição, mas como a Ferrari estava mais lenta de reta, precisava encontrar o momento certo para a ultrapassagem. Aí consegui ultrapassar por fora no final da reta, mas na outra perna do “S” espalhei um pouco, e o Alceu retomou a posição. No entanto, consegui concretizar a ultrapassagem na segunda perna do “S””, explicou.

Na troca obrigatória de pilotos, Ricci passou o volante para Rafael Derani, que sustentou a terceira posição até o final da corrida. Com o resultado, Ricci e Derani saem de Curitiba na vice-liderança com 11 pontos, sete atrás de Walter Salles e Ricardo Rosset, vencedores da segunda etapa a bordo do modelo Ford GT.

Para a próxima etapa, que acontece nos dias 10 e 11 de maio em Interlagos, o piloto gaúcho acredita na evolução do carro, que estará equipado com o kit de atualização da categoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *