Indy Car: No Brasil, Moraes intensifica preparação para o GP de Watkins Glen

Prova da Fórmula Indy abre uma sequencia de três corrida em misto.

Após a corrida de Richmond no último sábado (27), o Mario Moraes viajou ao Brasil para reuniões de negócios e intensificar sua preparação física já visando a nona etapa da Fórmula Indy, o GP de Watkins Glen, que acontece neste domingo (5).

Moraes, que vinha tendo um bom desempenho em ovais (classificou entre os sete primeiros em quatro das últimas seis corridas), enfrentou problemas com seu carro #5 no oval curto de Richmond, prova disputada no último sábado (27). Desde os treinos livres na sexta-feira (26), o bólido estava saindo muito de traseira, dificultando o acerto e, portanto, o rendimento do piloto. Na segunda sessão de treinos livres, ainda buscando melhorar a instabilidade no oval de apenas 0,75 milhas, Moraes bateu nos instantes finais do ensaio. Nem o piloto nem o carro sofreram grandes danos, mas por ser a última oportunidade de trabalho antes da corrida, a segunda noturna da temporada, acabou prejudicando o seu planejamento. Largando da 19º posição, o piloto de 20 anos, apresentou uma pilotagem sólida, mas, era visível a falta de aderência no traçado estreito, onde as ultrapassagens são muito difíceis. Moraes terminou em 16º, conquistando 14 pontos. Com isso, ele mantém a mesma 16a colocação no campeonato, com 122 pontos, a 22 do 11º lugar.

“Eu estou feliz que terminamos a corrida. Depois da batida nos treinos livres, essa era nossa prioridade. Toda a equipe fez um ótimo trabalho ao reparar o carro, e os engenheiros conseguiram fazer boas mudanças para me dar um carro sólido para a corrida. Foi muito importante completar a prova e pontuar”, afirmou o brasileiro.

A próxima corrida acontece domingo (5) no circuito Watkins Glen International, o primeiro de uma sequência de três provas em circuito misto. Serão 60 voltas no total. Ano passado, Mario largou em 13º e chegou em 7º, seu melhor resultado em sua temporada de estreia. “Estou feliz por essas provas em circuitos mistos, ainda mais em Watkins Glen, onde andei bem no ano passado. Espero fazer um bom trabalho por lá”, finalizou o paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *