Indy Lights: Bia recebe o prêmio Estrela em Ascensão na Indy Lights

A festa de premiação aos vencedores da temporada da IndyCar Series e da Firestone Indy Lights 2008, a Indy Racing League Championship Celebration, realizada na noite da última quarta-feira, 5 de novembro, no Palms Casino Resort, em Las Vegas, foi uma surpresa para a piloto brasileira Ana Beatriz – Bia (Healthy Choice, WebMotors, Svelte, Bardahl), a primeira mulher do mundo a vencer na Indy Lights.

Usando um vestido da grife Fafá Oliveira, bem diferente dos macacões do dia-a-dia nas pistas, depois de receber seu troféu pela terceira posição no campeonato em que terminou nesta temporada de estréia na categoria de acesso à IndyCar, Bia foi novamente chamada ao palco para receber mais um troféu, o Award Rising Star, Prêmio Estrela em Ascensão, criado pela Firestone, patrocinadora da Indy Lights, para homenagear os pilotos que se destaquem por seu desenvolvimento durante a temporada.


 


“Eu estava vendo a homenagem que fizeram ao Greg Moore e ao Paul Dana, dois pilotos da Indy que morreram, e que andaram na Indy Lights, ainda emocionada com meu prêmio pelo terceiro lugar no campeonato, e de repente me chamaram ao palco novamente. Não haviam me dito nada, e me deixaram mais emocionada ainda”, conta a piloto da Sam Schmidt Motorsports.


 


No momento em que foi surpreendida com a premiação, Bia fazia um balanço de sua estréia no automobilismo americano: “Foi um ótimo ano e estou muito feliz por ter me destacado na minha temporada de estréia na Indy Lights. Inicialmente tive um pouco de trabalho na adaptação aos circuitos ovais, e foi fundamental a presença do André Ribeiro e do Augusto Cesário, os gestores da minha carreira, na minha evolução durante o campeonato”.


 


O troféu do Rising Star Award, de vidro, é pesado, traz escrito 99, o número do carro e também o ano da morte de Greg Moore, e tem uma frase escrita em referência ao piloto do Canadá: “2008 Greg Moore Legacy Award”, “2008 Prêmio Legado de Greg Moore” em português.


 


“Isso muito me honrou. Ele era um canadense muito amado nos Estados Unidos e fiquei lisonjeada por essa homenagem em reconhecimento ao meu trabalho, ainda mais vinculada ao nome dele, que foi um grande piloto”, diz Ana Beatriz-Bia.


 


Ela faz questão de expressar sua gratidão aos que contribuíram para o desenvolvimento de sua carreira. “Quero muito agradecer à equipe Sam Schmidt Motorsport, ao Nô, ao Fábio Gaia, à minha família e, claro, à Healthy Choice, ao WebMotors, à Svelte e à Bardahl pela confianca e apoio. Não vejo a hora de chegar a temporada 2009!”, conclui a piloto Ana Beatriz-Bia.


 


A piloto retornou a São Paulo e nesta sexta-feira, 7 de novembro, estará em sessão de autógrafos nos estandes do WebMotors, seu principal patrocinador brasileiro, e da Bardahl, também seu patrocinador, no Salão do Automóvel, onde está exposta a guitarra-troféu de sua vitória na Indy Lights, no circuito oval de Nashville, no fim da tarde e à noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *