IndyCar: Bruno Junqueira consegue classificação para as 500 Milhas de Indianápolis

Apreensão, dúvidas e um número de adversários maior do que o de vagas disponíveis. Lutar por um dos 33 lugares no grid de uma das mais tradicionais provas do automobilismo mundial está longe de ser uma loteria. Reflete, na verdade, todo o trabalho do piloto e da equipe, com mudanças muitas vezes sutis, mas que fazem toda a diferença nas quatro retas e quatro curvas do oval de Indianápolis. E tudo se decide em pouco menos de três minutos. Pois mesmo competindo contra escuderias que conhecem há cinco anos cada pequeno detalhe do conjunto Dallara Honda, o mineiro Bruno Junqueira (Brasil Telecomunicações/Telemont) passou por mais esse vestibular, e garantiu, pelo quinto ano (havia largado em 2001, 2002, 2004 e 2005), presença nas 500 Milhas. No domingo, dia 25, acelera em busca de mais um bom resultado, animado com a experiência de quem já foi pole (em 2002), ocupou a liderança e, um ano antes, recebeu a bandeirada em quinto.

A semana de treinos livres, embora prejudicada pela chuva, já trazia motivos de otimismo para Bruno, consciente de que tinha em mãos o acerto ideal para confirmar a classificação. No treino livre da manhã, já com menos asa no carro e pneus novos, ele registrou sua melhor média desde o começo da preparação, há 15 dias, completando uma volta a uma média de 223.683 milhas por hora (359,9km/h). Na hora da verdade, evitando riscos desnecessários para não comprometer todo o trabalho, Bruno registrou, na soma de suas quatro voltas cronometradas, uma média de 357,72, suficiente para coloca-lo na 15ª posição, fechando a quinta fila. Foi a quarta melhor média entre os pilotos que se classificaram ontem (foi superado apenas por Townsend Bell, Graham Rahal e Darren Manning. Para completar a festa da Dale Coyne, o novato Mário Moraes também se garantiu, na décima fila.

Bruno não escondeu a satisfação por ter atingido o primeiro objetivo. “A classificação de hoje foi dentro do esperado. Sabíamos que o carro tinha um acerto não tão agressivo, mas que acreditávamos ser o suficiente para nos classificar, e, também importante, darmos voltas constantes e seguras. Estou muito contente com a minha classificaçao e com a evolução que alcançamos nessa semana. Me sinto hoje com domínio do carro, e sei que com isso poderei esperar uma boa performance na corrida, o que para mim é o mais importante”.

O domingo é, além de um dia dedicado aos acertos finais em condições de corrida (os carros fazem apenas um rápido treino de aquecimento sexta-feira, no Carburation Day, o dia para as últimas tentativas de classificação: o chamado Bump Day, em que quem ainda não tem vaga tenta, tirar das últimas filas, aqueles que se qualificaram ontem. Quatro pilotos: Max Papis (Rubicon), AJ Foyt IV (Vision), Phil Giebler (American Dream) e Marty Roth (Roth) ainda devem lutar por um lugar. Já Bruno pode tranqüilamente se concentrar no trabalho para a prova.

“Amanhã devemos voltar à pista, com nosso foco 100% para a corrida, buscando andar no tráfego, com tanque cheio, e fazendo long runs, e assim também deverá ser o Carb day nosso último dia na pista antes da largada para as 500 Milhas de Indianápolis”.

Grid Provisório:

1 – Scott Dixon (NZL) Ganassi 364,22
2 – Dan Wheldon (ING) Ganassi 363,81
3 – Ryan Briscoe (AUS) Penske 363,76
4 – Hélio Castroneves (BRA) Penske 363,20
5 – Danica Patrick (EUA) Andretti Green 362,34
6 – Tony Kanaan (BRA) Andretti Green 361,70
7 – Marco Andretti (EUA) Andretti Green 361,56
8 – Vítor Meira (BRA) Panther 360,97
9 – Hideki Mutoh (JAP) Andretti Green 360,23
10 – Ed Carpenter (EUA) Vision 360,15
11 – Tomas Scheckter (AFS) Luczo Dragon 359,60
12 – Townsend Bell (EUA) Dreyer & Reinbold 358,06
13 – Graham Rahal (EUA) Newman Haas Lanigan 358,05
14 – Darren Manning (ING) Foyt Racing 357,88
15 – Bruno Junqueira (BRA) Dale Coyne Racing 357,72
16 – Justin Wilson (ING) Newman Haas Lanigan 357,62
17 – Buddy Rice (EUA) Dreyer & Reinbold 357,32
18 – Davey Hamilton (EUA) Vision 357,22
19 – Ryan Hunter-Reay (EUA) Rahal Letterman 356,85
20 – Alex Lloyd (ING) Rahal Letterman 356,52
21 – John Andretti (EUA) Roth Racing 356,47
22 – Sarah Fisher (EUA) Fisher Racing 355,98
23 – Will Power (AUS) KV Racing 355,80
24 – Jeff Simmons (EUA) Foyt Racing 355,75
25 – Oriol Servia (ESP) KV Racing 355,21
26 – Ernesto Viso (VEN) HVM 354,55
27 – Milka Duno (VEN) Dreyer & Reinbold 354,47
28 – Mario Moraes (BRA) Dale Coyne Racing 353,52
29 – Enrique Bernoldi (BRA) Conquest 353,04
30 – Jaime Câmara (BRA) Conquest 352,92
31 – Roger Yasukawa (EUA) Curb Agajanian Racing 350,77
32 – Buddy Lazier (EUA) Hemelgarn 350,66

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *