IndyCar: Colton Herta vence em Laguna Seca. Josef Newgarden conquista o bicampeonato

O norte-americano Colton Herta (Harding Steinbrenner Racing) venceu o GP de Laguna Seca, no WeatherTech Raceway Laguna Seca, em Monterrey, na Califórnia, EUA, última etapa da IndyCar. Foi a segunda vitória de Herta no ano, e na categoria. O australiano Will power (Team Penske) e o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi Racing) completaram o pódio.

Pole-position Herta dominou a prova, que voltou ao calendário da categoria depois de 15 anos. Perdendo a ponta apenas por breves momentos, durante os dois pit stops.  Nas voltas finais o piloto de apenas 19 anos, sofreu pressão de Power, mas sem o australiano conseguir uma chance de tentar a ultrapassagem. No final venceu com 0s58 de vantagem. Dixon foi o terceiro.

Pai de Colton, Bryan Herta venceu a prova em 1998 e 1999.

O francês Simon Pagenaud (Team Penske) terminou em quarto, seguido pelo sueco Felix Rosenqvist (Chip Ganassi Racing), o norte-americano Alexander Rossi (Andretti Autosport) e o francês Sébastien Bourdais (Dale Coyne Racing with Vasser-Sullivan).

Newgarden fez uma proa discreta, com o oitavo lugar garantindo o seu segundo título na categoria (2017 e 2019)

O canadense James Hinchcliffe (Arrow Schmidt Peterson Motorsports) e o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) fecharam os dez primeiros.

Os brasileiros Tony Kanaan e Matheus Leist, parceiros na A.J.Foyt Enterprises, terminaram na 16ª e 17ª posição, respectivamente.

A única bandeira amarela da prova aconteceu na 45ª volta. Depois de um toque entre os norte-americanos e parceiros na Andretti Autosport, Marco Andretti e Conor Daly.

Final:

1 – Colton Herta (Dallara-Honda) – HSR – 90 giri
2 – WIll Power (Dallara-Chevy) – Penske – 0″5878
3 – Scott Dixon (Dallara-Honda) – Ganassi – 6″2404
4 – Simon Pagenaud (Dallara-Chevy) – Penske – 6″3545
5 – Felix Rosenqvist (Dallara-Honda) – Ganassi – 9″5206
6 – Alexander Rossi (Dallara-Honda) – Andretti – 10″3637
7 – Sebastien Bourdais (Dallara-Honda) – Coyne – 10″6831
8 – Josef Newgarden (Dallara-Chevy) – Penske – 19″0447
9 – James Hinchcliffe (Dallara-Honda) – SPM – 22″8186
10 – Ryan Hunter-Reay (Dallara-Honda) – Andretti – 24″7944
11 – Marcus Ericsson (Dallara-Honda) – SPM – 25″7806
12 – Graham Rahal (Dallara-Honda) – RLL – 26″6517
13 – Max Chilton (Dallara-Chevy) – Carlin – 27″0743
14 – Marco Andretti (Dallara-Honda) – Andretti – 54″4314
15 – Charlie Kimball (Dallara-Chevy) – Carlin – 56″5862
16 – Tony Kanaan (Dallara-Chevy) – Foyt – 65″8739
17 – Matheus Leist (Dallara-Chevy) – Foyt – 66″5640
18 – Zach Veach (Dallara-Honda) – Andretti – 67″9267
19 – Jack Harvey (Dallara-Honda) – SPM – 70″7956
20 – Spencer Pigot (Dallara-Chevy) – ECR – 1 giro
21 – Takuma Sato (Dallara-Honda) – RLL – 1 giro
22 – Conor Daly (Dallara-Honda) – Andretti – 1 giro
23 – Ed Jones (Dallara-Chevy) – ECR – 3 giri

Abandono:

Santino Ferrucci (Dallara-Honda) – Coyne – 42 voltas

Campeonato, final:

1. Newgarden 641; 2. Pagenaud 616; 3. Rossi 608; 4. Dixon 578; 5. Power 550.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *