IndyCar: Enrique Bernoldi e Jaime Câmara enfrentam problemas no GP do Texas

Bernoldi e Câmara, da equipe Conquest Racing, encerraram a etapa em 23º e 24º, respectivamente.

A noite deste sábado (7) deve ser esquecida pelos pilotos da equipe Conquest Racing. Na disputa da sétima etapa da temporada 2008 da Indy Car Series, realizada no Texas (EUA), os brasileiros Enrique Bernoldi e Jaime Câmara enfrentaram problemas que interferiram diretamente em seus resultados finais de prova.

O começo da corrida foi animador para os pilotos da Conquest e tudo apontava para o melhor desempenho – e desfecho – de ambos em um oval. No entanto, a noite não trouxe boa sorte para os brasileiros.

Bernoldi, que havia largado na 20ª posição, ultrapassou rapidamente alguns adversários. Com um ótimo desempenho, o piloto figurava em 11º antes do último pit stop da prova. Após a parada, o brasileiro bateu a apenas 15 voltas do final e foi obrigado a abandonar a corrida.

“Até agora não sei o que houve! (Ryan) Hunter-Reay e (Ryan) Briscoe estavam a dois metros e fiquei na linha baixa. Quando comecei a ultrapassá-los, recebi um golpe de ar, o carro quebrou e bati. Eu estava realmente fazendo uma boa corrida, uma das minhas melhores em um oval este ano. É decepcionante para a equipe, pois eles têm trabalhado duro nos últimos meses e terminar uma corrida, onde fomos competitivos, desta forma é lamentável”, comentou Enrique Bernoldi, que não se machucou no acidente.

Assim como o seu companheiro, Câmara também ganhou algumas posições depois da largada e chegou a figurar na 19ª colocação. Com problemas na caixa de câmbio, o brasileiro foi obrigado a fazer um pit stop para reparos no começo da disputa e retornou 16 voltas atrás do pelotão.

“Foi uma corrida muito dura. Eu esperava ser um pouco mais fácil do que foi em Milwaukee, mas foi muito mais difícil. Tivemos um carro bastante competitivo, mas, infelizmente, um problema na caixa de câmbio nos tirou todas as chances. O carro se comportou bem. Fizemos um pouco do acerto durante a prova, como todos os outros, e tivemos um final forte, ultrapassando alguns pilotos. Estou feliz com o esforço que a equipe fez para consertar o carro e voltar para a corrida. Isso foi realmente bom. Eu precisava terminar a disputa para ganhar experiência. Trouxemos o carro de volta, o que é importante, mas estou frustrado com o resultado. Queria dar um final melhor para o time, mas nós vamos ter de esperar até a próxima corrida”, afirmou Jaime Câmara, 24º no Texas.

O neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, que havia largado na pole position, foi o vencedor da sétima etapa. Helio Castroneves, da Penske, em segundo, e Ryan Briscoe, seu companheiro de equipe, em terceiro, fecharam a relação dos três primeiros no Texas.

Após oito finais de semana consecutivos de atividades, os pilotos da Conquest terão um raro descanso. Bernoldi e Câmara retornam às pistas apenas no próximo dia 21 de junho, quando acontecerá o GP de Iowa, nos Estados Unidos.

Veja os melhores do GP do Texas:
1º – Scott Dixon – Ganassi
2º – Hélio Castroneves – Penske
3º – Ryan Briscoe – Penske
4º – Dan Wheldon – Ganassi
5º – Tony Kanaan – Andretti Green
6º – Hideki Mutoh – Andretti Green
7º – Vitor Meira – Panther
8º – Buddy Rice – Dreyer & Reinbold
9º – Ed Carpenter – Vision
10º – Danica Patrick – Andretti Green
23º – Enrique Bernoldi – Conquest
24º – Jaime Câmara – Conquest

Confira os primeiros da classificação da IndyCar:
1º – Scott Dixon – Ganassi – 284 pontos
2º – Hélio Castroneves – Penske – 249
3º – Dan Wheldon – Ganassi – 217
4º – Tony Kanaan – Andretti Green – 204
5º – Ryan Briscoe – Penske – 169
6º – Danica Patrick – Andretti Green – 164
7º – Hideki Mutoh – Andretti Green – 159
8º – Marco Andretti – Andretti Green – 154
9º – Ed Carpenter – Vision – 154
10º – Oriól Servià – KV Racing – 150
17º – Enrique Bernoldi – Conquest – 125
29º – Jaime Câmara – Conquest – 46

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *