IndyCar: Pilotos elogiam: “Pista do Anhembi é a que mais oferece pontos de ultrapassagem”

Além do tricampeão da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, Will Power, os vencedores das três corridas disputadas até agora destacam a competitividade da atual temporada e ressaltam as qualidades do traçado paulistano comparado aos outros circuitos urbanos do calendário

Três corridas em 2013, três vencedores diferentes. O canadense James Hinchcliffe, o norte-americano e atual campeão Ryan Hunter-Reay, ambos da Andretti, e o japonês Takuma Sato, da AJ Foyt, juntaram-se ao tricampeão da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, o australiano Will Power da Penske, para uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (3) no Circuito Anhembi.

Em comum nos quatro discursos, a quantidade de ultrapassagens que os 4.080 metros do Circuito Anhembi proporciona aos pilotos. “Estou ansioso pelo fim de semana, tenho um histórico de sucesso aqui e gosto muito deste traçado, que tem vários pontos de ultrapassagem e a competição é sempre muito forte. E agora com as mudanças ficou ainda melhor. Acho que com isso o público terá um ótimo espetáculo”, afirmou Will Power, da Penske.

“Estou feliz em voltar aqui, a pista é muito boa. Este ano os carros estão extremamente próximos em tempos de volta, e a atual temporada é de longe a mais competitiva dos últimos anos. É muito difícil conseguir uma vantagem de depois mantê-la”, destacou o atual campeão da Indy, Ryan Hunter-Reay, da Andretti Autosport.

O japonês Takuma Sato, da AJ Foyt, venceu há quinze dias o GP de Long Beach, o que marcou sua primeira vitória na Fórmula Indy. O piloto, que conquistou no ano passado seu primeiro pódio na categoria justamente no traçado paulistano, elogiou o circuito e foi enfático. “Aqui no Anhembi temos muita ação na pista, muitas ultrapassagens, o que é algo que eu nunca vi em nenhuma outra pista de rua. O fato de termos aqui a maior reta do campeonato nos permite trabalhar mais para passar os outros carros”, lembrou.

Eles também falaram de como tem se desenvolvido a temporada de cada um nas etapas anteriores (St. Petesburg, Barber e Long Beach), da alegria de voltar a São Paulo para competir no que eles consideram um dos melhores circuitos da temporada e do quanto o atual campeonato tem se mostrado competitivo.

“O negócio é marcar pontos com regularidade. Temos aqui um evento fantástico e o objetivo é se classificar bem. Terminei duas vezes em segundo aqui, então tenho dois troféus do mesmo tamanho em casa. E agora eu quero um maior, pois adoro esta pista”, disse o norte-americano, vencedor do GP de Barber, segunda etapa da temporada.

O canadense Hinchcliffe conquistou na abertura do ano, em St Petesburg, sua primeira vitória na Fórmula Indy, e destacou o ambiente da prova brasileira. “É ótimo voltar aqui, os fãs gostam muito da categoria e recebemos uma atenção muito bacana. A equipe teve um tremendo início de ano, vencendo duas corridas… E a minha primeira vitória tira um pouco da pressão e ajuda a focar no trabalho, e o time tem ido muito bem”, disse.

Outro que conquistou sua primeira vitória da carreira na Indy, o simpático japonês Takuma Sato destacou a atenção que recebeu pela vitória em Long Beach há duas semanas. “Pude voltar ao Japão depois, fizemos uma grande entrevista coletiva, e isso foi muito legal, principalmente pelo fato de ter sido a primeira vitória de um piloto japonês na Indy. Foi um momento muito especial”, lembrou o piloto da AJ Foyt.

Em busca do tetra – Will Power, vice-campeão da temporada passada e vencedor das três últimas edições da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, não teve o início de campeonato dos sonhos. Um quinto lugar como melhor resultado, e apenas o oitavo lugar na classificação geral, com 62 pontos. O líder da competição, Hélio Castroneves – companheiro de Power na Penske -, soma 99.

“As três primeiras corridas foram interessantes. Tivemos um quinto lugar como melhor resultado, mas ainda não conseguimos colocar tudo junto. Os carros estão muito mais próximos neste ano, ainda mais que em 2012, e temos aí pelo menos 22 ou 23 caras que podem vencer corridas”, destaca o australiano.

De fato, Power vive em 2013 uma situação extremamente distinta do ano anterior, quando havia vencido duas corridas e cravado uma pole position. Sua última vitória, inclusive, foi em São Paulo, há exatamente um ano. “sinto que preciso de um bom resultado este fim de semana para me permitir pensar no campeonato. Eu coloco a mesma pressão sobre mim mesmo todo o fim de semana, independente da situação. Espero um bom resultado, bons pontos e melhorar a posição no campeonato”, concluiu.

Neste sábado (4) os carros da Fórmula Indy entram na pista pela primeira vez. A programação se inicia às 8h30 com o primeiro treino livre.

Confira a programação da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:

Sábado, 4 de maio
07h00: Abertura dos portões
08h30-09h00: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, treino livre 1, grupo A
09h00-09h45: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, treino livre 1, grupo B
10h00-10h20: Brasileiro de GT, treino livre 2
10h30-10h50: Mercedes-Benz Grand Challenge, treino livre 2
11h00-11h20: Brasileiro de GT, classificação I
11h30-11h50: Mercedes-Benz Grand Challenge, classificação.
12h05-13h05: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, treino livre 2
13h20-13h40: Brasileiro de GT, classificação II
13h50-14h20: Atividade promocional
14h35-15h45: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, classificação
16h00-16h50: Brasileiro de GT, corrida
18h45-21h00: Indy Run 8K

Domingo, 5 de maio
07h00: Abertura dos portões
08h00-08h30: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, Warm up
08h45-09h35: Mercedes-Benz Grand Challenge, corrida
09h50-10h40: Brasileiro de GT, corrida II
10h55-11h55: Atividade promocional
12h00-12h20: Desfile dos pilotos
12h30-15h00: Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, corrida
15h10-15h45: Pódio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *