IndyCar: Rinus VeeKay vence o GP de Indianápolis

O holandês Rinus VeeKay (Ed Carpenter Racing) venceu o GP de Indianápolis, no traçado misto do Indianápolis Motor Speedway, quinta etapa da IndyCar. Foi a primeira vitória do piloto, de apenas 20 anos, na categoria. O francês Romain Grosjean (Dale Coyne Racing) e o espanhol Alex Palou (Arrow McLaren SP) completaram o pódio.

Pole-position Grosjean dominou a prova até a segunda parada nos boxes, na 43ª volta, quando fez a sua segunda parada, colocando pneus duros. O carro perdeu rendimento, com o francês chegando a dar uma escapada pela grama. Com isso VeeKay, de pneus macios, e que já havia feito a ultrapassagem da prova, no meio de Palou e do retardatário Jimmie Johnson (Chip Ganassi Racing), não demorou, e colou na traseira do ex-piloto de F-1.

Sem dificuldades VeeKay superou Grosjean, e aproveitando os pneus macios, abriu vantagem. Parando novamente nos boxes, para outro jogo de pneus macios, na 60ª volta. Três voltas depois, Grosjean fez uma nova parada, para pneus macios.

Nas voltas finais Grosjean, que era mais rápido do que VeeKay, mas sem mais chances de tentar a vitória. O holandês venceu com 4s9 e vantagem sobre o francês, que fez apenas a sua terceira prova na categoria. Palu foi o terceiro.

Foi a primeira vitória da Ed Carpenter Racing desde o GP de Iowa, em julho de 2015, com Newgarden.

O norte-americano Josef Newgarden (Team Penske) terminou em quarto, seguido pelo compatriota Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Racing) e o francês Simon Pagenaud, seu parceiro de equipe.

O norte-americano Alexander Rossi (Andretti Autosport), o neozelandês Scott McLaughlin (Team Penske), o neozelandês Scott Dixon e o sueco Marcus Ericsson, parceiros na Chip Ganassi Racing, fecharam os dez primeiros.

Retornando a categoria depois de quatro anos, o colombiano Juan Pablo Montoya (Arrow McLaren SP) fez uma proa discreta, terminando na 21ª posição.

O britânico Jack Harvey (Meyer Shank Racing) fazia uma ótima prova, entre os três primeiros. Até ter problemas durante um pit stop. E um pneu furado pouco depois. Terminando apenas na 23ª posição.

A prova teve apenas uma bandeira amarela, logo na largada. O norte-americano Conor Daly (Dale Coyne Racing) foi tocado por Pagenaud, e ficou parado no gramado.  Dale ainda voltou a prova, mas abandonou na 35ª volta.

A próxima etapa, a mais importante do calendário, as 500 Milhas de Indianápolis, acontece no dia 30 de maio.

Final:

1 – Rinus VeeKay (Dallara-Chevy) – ECR – 86 voltas
2 – Romain Grosjean (Dallara-Honda) – Coyne – 4″9510
3 – Alex Palou (Dallara-Honda) – Ganassi – 15″0726
4 – Josef Newgarden (Dallara-Chevy) – Penske – 18″4472
5 – Graham Rahal (Dallara-Honda) – RLL – 26″9813
6 – Simon Pagenaud (Dallara-Chevy) – Penske – 27″8704
7 – Alexander Rossi (Dallara-Honda) – Andretti – 33″2703
8 – Scott McLaughlin (Dallara-Chevy) – Penske – 36″1862
9 – Scott Dixon (Dallara-Honda) – Ganassi – 36″8362
10 – Marcus Ericsson (Dallara-Honda) – Ganassi – 37″1971
11 – Will Power (Dallara-Chevy) – Penske – 39″8020
12 – Ryan Hunter-Reay (Dallara-Honda) – Andretti – 40″3892
13 – Colton Herta (Dallara-Honda) – Andretti – 43″1147
14 – Ed Jones (Dallara-Honda) – Coyne – 43″8110
15 – Pato O’Ward (Dallara-Chevy) – AMSP – 44″5448
16 – Takuma Sato (Dallara-Honda) – RLL – 44″9971
17 – Felix Rosenqvist (Dallara-Chevy) – AMSP – 45″4208
18 – James Hinchcliffe (Dallara-Honda) – Andretti – 1’05″1989
19 – Sebastien Bourdais (Dallara-Chevy) – Foyt – 1 volta
20 – Dalton Kellett (Dallara-Chevy) – Foyt – 1
21 – Juan Pablo Montoya (Dallara-Chevy) – AMSP – 1
22 – Charlie Kimball (Dallara-Chevy) – Foyt – 1
23 – Jack Harvey (Dallara-Honda) – Shank – 1
24 – Jimmie Johnson (Dallara-Honda) – Ganassi – 1
25 – Conor Daly (Dallara-Chevy) – ECR – 35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *