IndyCar: Ryan Hunter-Reay vence a segunda prova em Detroit


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

O norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) venceu neste domingo (03/06) a segunda prova (oitava do ano) da rodada dupla de Detroit Grand Prix, no circuito de rua de Belle Isle. Foi a primeira vitória de Hunter-Reay desde o GP de Pocono de 2015. O australiano Will Power (Team Penske) e Ed Jones (Chip Ganassi Racing), dos Emirados Árabes Unidos, completaram o pódio.

Hunter-Reay assumiu a ponta na 63ª, de 70 voltas, quando o seu compatriota e parceiro de equipe, Alexander Rossi, com os pneus totalmente gastos, escapou na curva três.  Na sequencia Rossi, com o pneu dianteiro esquerdo estourado, foi para os boxes.

No final o campeão de 2012 recebeu a bandeira quadriculada com 11s3549 de vantagem sobre Power. Jones foi o terceiro.

Vencedor da primeira prova da etapa o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi Racing) terminou em quarto, seguido pelo norte-americano Graham Rahal (ahal Letterman Lanigan Racing) e o canadense Robert Wickens (Schmidt Peterson Motorsports).

O brasileiro Tony Kanaan (A.J.Foyt enterprises), o norte-americano Chariie Kimball (Carlin), o norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport) e o francês Simon Pagenaud (Team Pesnke) fecharam os dez primeiros. Rossi terminou na 12ª posição.

O brasileiro Matheus Lesit (A.J.Foyt Enterprises) terminou na 14ª posição.

A largada da prova foi atrasada, depois de um acidente inusitado. O condutor do Pace-Car, Mark Reuss, vice-presidente executivo da General Motors, perdeu o controle do Corvette, e bateu no muro,  no início da volta de aquecimento.  O carro ficou com a frente destruída, tendo que ser substituído. O piloto espanhol Oriol Servià assumiu a condução do Safety-Car no reinício da prova. Reuss não sofreu nenhum ferimento.

IndyCar: Ryan Hunter-Reay vence a segunda prova em Detroit

Veja o acidente: https://www.youtube.com/watch?v=_9p5LZOiSUI

Power lidera o campeonato com 309 pontos, seguido por Dixon com 304 e Rossi com 298.

A próxima etapa acontece no Texas Motor Speedway, no dia 09 de junho.

Final:

1 – Ryan Hunter-Reay (Dallara-Honda) – Andretti – 70 voltas
2 – Will Power (Dallara-Chevy) – Penske – 11″3549
3 – Ed Jones (Dallara-Honda) – Ganassi – 13″2291
4 – Scott Dixon (Dallara-Honda) – Ganassi – 13″7652
5 – Graham Rahal (Dallara-Honda) – RLL – 16″628
6 – Robert Wickens (Dallara-Honda) – SPM – 34″9398
7 – Tony Kanaan (Dallara-Chevy) – Foyt – 41″6328
8 – Charlie Kimball (Dallara-Chevy) – Carlin – 47″3553
9 – Marco Andretti (Dallara-Honda) – Andretti – 56″6293
10 – Simon Pagenaud (Dallara-Chevy) – Penske – 59″5891
11 – Max Chilton (Dallara-Chevy) – Carlin – 64″6868
12 – Alexander Rossi (Dallara-Honda) – Andretti – 66″6419
13 – Zach Veach (Dallara-Honda) – Andretti – 67″6438
14 – Matheus Leist (Dallara-Chevy) – Foyt – 71″6742
15 – Josef Newgarden (Dallara-Chevy) – Penske – 74″282
16 – James Hinchcliffe (Dallara-Honda) – SPM – 77″3729
17 – Takuma Sato (Dallara-Honda) – RLL – 1 volta
18 – Jordan King (Dallara-Chevy) – ECR – 1
19 – Gabby Chaves (Dallara-Chevy) – Harding – 1
20 – Santino Ferrucci (Dallara-Honda) – Coyne – 1
21 – Sebastien Bourdais (Dallara-Honda) – Coyne – 3
22 – Rene Binder (Dallara-Chevy) – Juncos – 4 giri

Volta mais rápida: Hunter-Reay – 1’15″8049

Abandono:

Spencer Pigot (Dallara-Chevy) – ECR – 24 voltas

Campeonato:

1. Power 309; 2. Dixon 304; 3. Rossi 297; 4. Hunter-Reay 278; 5. Newgarden 270

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *