IndyCar: Ryan Hunter-Reay vence no Barber Motorsport Park

O norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) venceu neste domingo (27/04), o GP do Alabama,no Barber Motorsports Park, terceira etapa da temporada. Foi a 12ª vitória de Hunter-Reay na categoria. O norte-americano Marco Andretti completou a dobradinha da Andretti Autosport. O neozelandês Scott Dixon (Team Penske) fechou o pódio.

Com um temporal atingindo a região do circuito pouco antes do final da prova da Indy Lights, a pista do Barber Motorsport Park ficou encharcada, provocando o adiamento da largada.

Cerca de uma duas horas e meia depois, a largada foi autorizada. A prova, contudo passou das 90 voltas programadas, para cem minutos de duração.

Pole-position, Will Power (Team Penske) manteve a ponta na largada, seguido pelo canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport) e Hunter-Reay.

Logo na curva 11, o japonês Takuma Sato (A.J.Foyt Racing) rodou, provocando a primeira bandeira amarela da prova. Na relargada, Power manteve a ponta, com Hunter-Reay superando Hinchcliffe.

Nas voltas seguintes, Power foi abrindo uma confortável vantagem. Contudo na 16ª volta, o australiano rodou, com Hunter-Reay assumindo a liderança.

O russo Mikael Aleshin (Schimidt Peterson Motorsport) levou um toque do francês Sébastien Bourdais (KVSH Racing) e ficou parado na curva seis. A amarela foi agitada na 21ª volta.

Com os boxes abertos, os pilotos foram para os boxes, trocar os pneus de chuva pelos vermelhos, para pista seca.

O brasileiro Hélio Castroneves (Team Penske) parou no pit errado, sendo punido depois com um stop and go. Bourdais também levou um stop and go, pelo incidente com Aleshin.

Permanecendo com os pneus de chuva, o colombiano Sebastian Saavedra (KVSH Racing) assumiu a ponta, seguido por Hunter-Reay e Power. Outro colombiano, o veterano Juan Pablo Montoya (Team Penske) fazia uma boa prova, mas foi para a brita, perdendo muitas posições. A amarela foi agitada pela terceira vez.

Pouco depois da relargada, mais um colombiano, Carlos Huertas (Dale Coyne Racing) rodou, provocando uma breve amarela. Alguns pilotos, como Castroneves (que já tinha cumprido a sua punição), foram para os boxes, trocar os pneus.

Na relargada, na 34ª volta, Hunter-Reay ultrapassou Saavedra, que na sequencia finalmente parou nos boxes, para trocar os pneus de chuva. Andretti passou Power, pelo segundo lugar.

Com quatro segundos de vantagem sobre Andretti, Hunter-Reay foi para os boxes, deixando o parceiro de equipe na liderança. Andretti também foi para os boxes, com Dixon assumindo a ponta por duas voltas, até também entrar nos boxes.

O britânico Justin Wilson (Dale Coyne Racing) assumiu a liderança momentânea. Com a parada do britânico nos boxes, Hunter-Reay retornou a liderança, abrindo seis segundos para Andretti. Dixon vinha apenas um segundo atrás de Andretti.

Faltando apenas seis minutos para o final, Aleshin acertou a barreira de pneus da curva 14. Com muitos pedaços de carros espalhados, a prova foi encerrada em amarela.

Hunter-Reay venceu (após 69, das 90 voltas programadas originalmente), com Andretti fazendo a dobradinha da Andretti Autosport. Dixon foi o terceiro.

O francês Simon Pagenaud (Schimidt Peterson Motorsport) terminou em quarto, seguido por Power, Wilson, Hinchcliffe e o norte-americano Josef Newgarden (Sarah Fisher Hartman Racing).

Parceiros na Chip Ganassi, o brasileiro Tony Kanaan e o norte-americano Charlie Kimball fecharam os dez primeiros. Kanaan alinhou na última posição, e Kimball usou o carro reserva, após bater forte no warm-up.

Castroneves terminou na 19ª posição.

Hunter-Reay liderou 40 voltas, Power, 15, Saavedra 11, Wilson, Dixon e Andretti, uma, cada.

Dixon marcou a melhor volta: 1m09s2995 na volta 54.

A próxima etapa acontece no traçado misto do Indianápolis Motor Speedway, no dia 10 de maio. 

Final:

1. #28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 69 voltas em 1h40m43s3337
2. #25 Marco Andretti Andretti Autosport Honda + 1.0364
3. #9 Scott Dixon Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 1.4286
4. #77 Simon Pagenaud Schmidt Peterson Motorsports Honda + 2.435
5. #12 Will Power Team Penske Chevrolet + 3.1559
6. #19 Justin Wilson Dale Coyne Racing Honda + 3.7009
7. #27 James Hinchcliffe Andretti Autosport Honda + 4.6538
8. #67 Josef Newgarden Sarah Fisher Hartman Racing Honda + 5.3417
9. #10 Tony Kanaan Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 6.2513
10. #83 Charlie Kimball Novo Nordisk Chip Ganassi Racing Chevrolet + 6.8371
11. #8 Ryan Briscoe NTT Data Chip Ganassi Racing Chevrolet + 7.6182
12. #98 Jack Hawksworth Bryan Herta Autosport Honda + 8.5257
13. #14 Takuma Sato AJ Foyt Racing Honda + 9.675
14. #20 Mike Conway Ed Carpenter Racing Chevrolet + 10.1933
15. #11 Sebastien Bourdais KVSH Racing Chevrolet + 11.3198
16. #18 Carlos Huertas Dale Coyne Racing Honda + 12.8894
17. #15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 13.7182
18. #17 Sebastian Saavedra KV AFS Racing Chevrolet + 14.0955
19. #3 Helio Castroneves Team Penske Chevrolet + 16.1476
20. #16 Oriol Servia Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 1 volta
21. #2 Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet + 1 volta

Abandonos
#7 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Honda + 6 voltas
#34 Carlos Munoz Andretti Autosport – HVM Racing Honda + 40 voltas

Volta mais rápida:
#9 Scott Dixon Target Chip Ganassi Racing Chevrolet 119.481mph 69.2995s on lap 54

Campeonato:

1. Will Power 125pts
2. Ryan Hunter-Reay 107pts
3. Simon Pagenaud 92pts
4. Scott Dixon 87pts
5. Mike Conway 82pts
6. Marco Andretti 73pts
7. Justin Wilson 67pts
8. Hélio Castroneves 66pts
9. Tony Kanaan 62pts

10. Josef Newgarden 58pts
11. Juan Pablo Montoya 56pts
12. Carlos Muñoz 55pts
13. Sebastian Saavedra 55pts
14. Mikhail Aleshin 54pts
15. Takuma Sato 53pts
16. Ryan Briscoe 52pts
17. Sébastien Bourdais 48pts
18. James Hinchcliffe 46pts
19. Carlos Huertas 46pts
20. Graham Rahal 46pts
21. Jack Hawksworth 42pts
22. Charlie Kimball 37pts
23. Oriol Servià 36pts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *