IndyCar: Scott Dixon é o pole-position em Detroit

O neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, marcou neste sábado (30/08), a pole-position para o GP de Detroit, 16º etapa da temporada. Na Q3 o líder da temporada marcou o tempo de 1m12s2861.

Na noite de ontem (29/08), a equipe Conquest anunciou que o brasileiro Enrique Bernoldi não iria participar da etapa. O brasileiro sofreu um acidente nos treinos da etapa de Sonoma, na semana passada, machucando o polegar. Mesmo com dores ele correu. O ex-piloto de F-1 sentiu a lesão e será substituído pelo canadense Alex Tagliani. Já o canadense Marty Roth, depois de bater em dois e rodar nos três treinos livres disputados, se reuniu com a direção da categoria e decidiu não disputar a prova.


O treino foi dividido em três partes. Na Q1 os pilotos foram divididos em dois grupos. No primeiro grupo se classificaram: os dois carros da Penske, com Castroneves e o australiano Ryan Briscoe, dois da Andretti-Green, com o brasileiro Tony Kanaan e a norte-americana Danica Patrick, um da Ganassi, com o inglês Dan Wheldon e um da KV Racing, com o espanhol Oriol Servià. A sessão terminou mais cedo depois que Tagliani rodou, ficando parado na pista.


No segundo grupo passaram a próxima fase: Os dois outros carros da Ganassi, com Dixon e KV Racing, com o australiano Will Power, os dois da Newman-Haas-Lanigan, com o inglês Justin Wilson e o norte-americano Graham Rahal, a Rahal-Letterman, com o norte-americano Ryan Hunter-Reay e a HVM, com o venezuelano Ernesto Viso.


Vários acidentes movimentaram essa parte do treino. O sul-africano Tomas Scheckter, da Luczo Dragon, sempre chegado a uma batida, destruiu as suspensões e a traseira do carro. Depois de marcar o segundo tempo, Power tocou no muro, amassando a suspensão traseira esquerda. Ele não participou do resto da sessão. O brasileiro Bruno Junqueira, da Dale-Coyne, bateu, e larga na penúltima posição do grid.


Castroneves foi o melhor na Q2, apenas 0s2 mais rápido do que Dixon. Rahal, Wilson, Serviá e Briscoe completaram os seis que passaram a Q3.


Viso bateu e destruiu a suspensão dianteira do carro. Kanaan ficou fora da disputa, ao marcar o oitavo tempo.


Dixon foi soberano na Q3, sendo quase meio segundo mais rápido do que Castroneves. Servià e Wilson formam a segunda fila. Briscoe e Rahal completam os seis primeiros.


Os demais brasileiros no grid: Vitor Meira, da Panther, Mario Moraes, da Dale-Coyne e Jaime Câmara, da Conquest, alinham, respectivamente, em 14º, 19º e 22º lugares.


Grid:


1 – Scott Dixon (NZL) Ganassi 1min12s2861
2 – Hélio Castroneves (BRA) Penske 1min12s7649
3 – Oriol Servia (ESP) KV Racing 1min12s9618
4 – Justin Wilson (ING) Newman/Haas/Lanigan 1min13s0630
5- Ryan Briscoe (AUS) Penske 1min13s1004
6 – Graham Rahal (EUA) Newman/Haas/Lanigan 1min13s6464
7 – Ryan Hunter-Reay (EUA) Rahal Letterman 1min13s9611
8 – Tony Kanaan (BRA) Andretti Green 1min13s2339
9 – E.J. Viso (VEN) HVM 1min13s5354
10 – Danica Patrick (EUA) Andretti Green 1min13s9158
11 – Dan Wheldon (ING) Ganassi 1min13s9267
12 – Will Power (AUS) KV Racing sem tempo (na segunda sessão)
13 – Marco Andretti (EUA) Andretti Green 1min14s1623
14 – Vítor Meira (BRA) Panther 1min13s6678
15 – Darren Manning (ING) Foyt Racing 1min14s2619
16 – Hideki Mutoh (JAP) Andretti Green 1min13s9060
17 – A.J.Foyt IV (EUA) Vision 1min14s3486
18 – Buddy Rice (EUA) Dreyer & Reinbold 1min15s0959
19 – Mário Moraes (BRA) Dale Coyne Racing 1min14s4841
20 – Ed Carpenter (EUA) Vision 1min15s3051
21 – Alex Tagliani (CAN) Conquest 1min16s6407
22 – Jaime Câmara (BRA) Conquest 1min16s7047
23 – Milka Duno (VEN) Dreyer & Reinbold 1min19s0885
24 – Bruno Junqueira (BRA) Dale Coyne Racing 1min22s3955
25 – Tomas Scheckter (AFS) Luczo Dragon sem tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *