IndyCar: Scott McLaughlin vence em São Petersburgo

O neozelandês Scott McLaughlin (Team Penske) venceu o GP de São Petersburgo, no circuito montado nas ruas da cidade da Flórida, etapa de abertura da temporada. Foi a sua primeira vitória na categoria. Atual campeão o espanhol Alex Palou (Chip Ganassi Racing) terminou em segundo seguido pelo australiano Wil Power (Team Penske).

Pole-position McLaughlin, que foi o Rookie of the Year de 2021, liderou 49, das 100 voltas disputadas. Assumindo a liderança, em definitivo, faltando 20 voltas para o final, com a parada nos boxes do neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi Racing), que vinha com a estratégia de três paradas, contra duas de McLaughlin e Palou.

Nas voltas finais Palou tentou aproveitar a presença de retardatários, com o tricampeão do Australian V8 Supercars resistindo aos ataques, mesmo poupando o uso do puss to pass para economizar combustível. Vencendo com 0s5095 de vantagem sobre Palou. Power fechou o pódio.

O norte-americano Colton Herta (Andretti Autosport) terminou em quarto, seguido pelo parceiro de equipe, o francês Romain Grosjean, e o holandês Rinus VeeKay (Ed Carpenter Racing).

O norte-americano Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Racing, Dixon, o seu parceiro de equipe, o sueco Marcus Ericsson, e o japonês Takuma Sato (Dale Coyne Racing) fecharam os dez primeiros. Ericsson fez uma grande proa de recuperação, depois de sofrer uma punição por uma infração nos pits na 33ª volta, e cair para o final do pelotão.

O brasileiro Hélio Castroneves (Meyer Shank Racing) terminou na 14ª posição.

A prova teve apenas uma bandeira amarela, entre as voltas 25 a 32, depois da batida do estreante norte-americano David Malukas (A.J.Foyt Enterprises) no muro da curva 3.

O norte-americano Conor Daly (Ed Carpenter Racing) marcou a melhor volta, com 1m16447s, na volta 53.

McLaughlin lidera o campeonato com 54 pontos, seguido por Palou com 41.

A próxima etapa, o GP do Texas, acontece no dia 20 de março.

 

Final:

1 – Scott McLaughlin (Dallara-Chevy) – Penske – 100 voltas
2 – Alex Palou (Dallara-Honda) – Ganassi – 0″5095
3 – Will Power (Dallara-Chevy) – Penske – 2″4671
4 – Colton Herta (Dallara-Honda) – Andretti – 15″8442
5 – Romain Grosjean (Dallara-Honda) – Andretti – 18″4525
6 – Rinus VeeKay (Dallara-Chevy) – ECR – 20″6514
7 – Graham Rahal (Dallara-Honda) – RLL – 21″4181
8 – Scott Dixon (Dallara-Honda) – Ganassi – 22″0277
9 – Marcus Ericsson (Dallara-Honda) – Ganassi – 22″3674
10 – Takuma Sato (Dallara-Honda) – Coyne – 23″2743
11 – Christian Lundgaard (Dallara-Honda) – RLL – 24″4244
12 – Pato O’Ward (Dallara-Chevy) – McLaren – 26″275
13 – Jack Harvey (Dallara-Honda) – RLL – 31″6687
14 – Helio Castroneves (Dallara-Honda) – Shank – 33″5985
15 – Simon Pagenaud (Dallara-Honda) – Shank – 34″2147
16 – Josef Newgarden (Dallara-Chevy) – Penske – 36″2603
17 – Felix Rosenqvist (Dallara-Chevy) – McLaren – 39″0361
18 – Kyle Kirkwood (Dallara-Chevy) – Foyt – 58″124
19 – Callum Ilott (Dallara-Chevy) – Juncos Hollinger – 58″7223
20 – Alexander Rossi (Dallara-Honda) – Andretti – 59″1634
21 – Conor Daly (Dallara-Chevy) – ECR – 60″1358
22 – Devlin DeFrancesco (Dallara-Honda) – Andretti – 62″8613
23 – Jimmie Johnson (Dallara-Honda) – Ganassi – 1 volta
24 – Tatiana Calderon (Dallara-Chevy) – Foyt – 3 voltas
Ab – David Malukas (Dallara-Honda) – Coyne –
ab – Dalton Kellett (Dallara-Chevy) – Foyt –

Campeonato:

1. McLaughlin 54; 2. Palou 41; 3. Power 36; 4. Herta 32; 5. Grosjean 30.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *