IndyCar: Simon Pagenaud vence segunda prova em Detroit

O francês Simon Pagenaud (Schmidt) venceu neste domingo (02/06), no Circuito de Belle Isle, montado nas ruas de Detroit, nos EUA, a segunda prova da rodada dupla da sexta etapa da temporada. Os britânicos James Jakes (RLL) e Mike Conway (Dale Coyne) completaram o pódio.

Na largada, o pole-position o britânico Mike conway (Dale Coyne) manteve a ponta, com o australiano Will Power (Penske) superando Jakes pelo segundo lugar. Pouco depois, o norte-americano A.J.Allmendinger (Penske) bateu sozinho, e assim como na prova de sábado, foi o primeiro a abandonar. O Safety-Car foi acionado. Alguns segundos antes, Power havia ultrapassado Conway. 
Na relargada, na 5ª volta, Conway reassumiu a ponta, com Power em segundo. A suíça Simona de Silvestro (KV Racing) acertou o muro na 10ª volta, com a segunda bandeira amarela sendo agitada. Os pilotos aproveitaram para entrar nos boxes, reabastecer e trocar pneus.
Na relargada, na 14ª volta, o norte-americano Ed Carpenter (ECR) bateu na traseira do canadense Alex Tagliani (BHA). Nova bandeira amarela. Atual campeão, o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) errou, e acertou o muro. Ele retornou a prova, com voltas de atraso.
A prova recomeçou na 24ª volta. Pouco depois, o japonês Takuma Sato (Foyt) bateu, provocando outra amarela. A bandeira verde foi agitada três voltas depois.
O francês Sébastien Bourdais (Dragon) tocou na traseira de Power, que rodou, iniciando a maior confusão da prova. Dez carros se envolveram. Além de Bourdais e Power, o australiano Ryan Briscoe (Panther), o venezuelano Ernesto Viso (Andretti Autosport), o britânico Justin Wilson (Dale Coyne), o brasileiro Helio Castroneves (Penske), o norte-americano Graham Rahal (RLL), o canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport), Tagliani e Carpenter. A sexta amarela foi acionada.
Fora do carro e revoltado, Power esperou o carro de Bourdais passar, e atirou as luvas contra o rival. Ele teve que ser contido pelos comissários de prova.
O brasileiro Tony Kanaan (KV Racing) assumiu a liderança da prova, enquanto Castroneves trocava a asa traseira nos boxes. Na 37ª volta, aconteceu a relargada. Bourdais teve que cumprir um drive-through. 
Duas voltas depois, o francês Tristan Vaultier (Schmidt) passou Kanaan, que na sequencia também foi superado por Conway, reassumindo a liderança. Vaultier foi para os boxes, com Conway retomando a ponta. Na 43ª volta, Power retornou a prova.
Nas voltas seguintes, o britânico ficou lento na pista, com o norte-americano Charlie Kimball (Ganassi) assumindo a liderança, ao passar Conway por dentro, na 46ª volta. Na volta seguinte, Pagenaud passou Conway.
Com a entrada de Kimball nos boxes, Pagenaud era o líder pela primeira vez, na 49ª volta. Sete voltas depois, Pagenaud fez o seu último pit stop, deixando Jakes em primeiro. 
Com a parada do piloto da Rahal nos boxes, na 58ª volta, Pagenaud retomou a ponta, em definitivo. Na 64ª volta, Vaultier e Bourdais se tocaram, sem a bandeira amarela ser agitada.
Pagenaud venceu pela primeira vez na categoria, com 5s6274 de vantagem. Jakes conquistou o seu primeiro pódio. Conway, que só tem acerto com a Dale Coyne para esta etapa, fechou o pódio.
A Honda conquistou a sua 100ª vitória na categoria, como fornecedora de motores.
A dupla da Chip Ganassi, o neozelandês Scott Dixon e o escocês Dario Franchitti e o norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport) completaram os seis primeiros.
Kimball terminou em sétimo, seguido por Castroneves, que superou Rahal nas voltas finais. Saavedra, que completou 23 anos hoje, foi o 10º. Kanaan teve que fazer um splash and go no final. Terminou na 12ª posição.
Conway liderou 31 voltas, Pagenaud 18, Kanaan 10, Jakes quatro, Power e Kimball três, e Vaultier uma.
Conway fez a melhor volta: 1m17s4371 (109.250 mph) na volta 58.
Castroneves lidera o campeonato com 206 pontos, mesma pontuação de Andretti. N o desempate, o brasileiro ganha. Hunter-Reay é o terceiro com 191.
A próxima etapa acontece na noite de sábado 08 de junho, no Texas.
Final:
1. (6) Simon Pagenaud, Dallara-Honda, 70 voltas
2. (2) James Jakes, Dallara-Honda, 70
3. (1) Mike Conway, Dallara-Honda, 70
4. (7) Scott Dixon, Dallara-Honda, 70
5. (16) Dario Franchitti, Dallara-Honda, 70
6. (14) Marco Andretti, Dallara-Chevy, 70
7. (18) Charlie Kimball, Dallara-Honda, 70
8. (9) Helio Castroneves, Dallara-Chevy, 70
9. (15) Graham Rahal, Dallara-Honda, 70
10. (11) Sebastian Saavedra, Dallara-Chevy, 70
11. (22) Sebastien Bourdais, Dallara-Chevy, 70
12. (19) Tony Kanaan, Dallara-Chevy, 70
13. (13) Ryan Briscoe, Dallara-Chevy, 69
14. (20) Tristan Vautier, Dallara-Honda, 69
15. (23) Ed Carpenter, Dallara-Chevy, 66
16. (24) Josef Newgarden, Dallara-Honda, 64
17. (5) EJ Viso, Dallara-Chevy, 61
18. (4) Ryan Hunter-Reay, Dallara-Chevy, 59
19. (10) James Hinchcliffe, Dallara-Chevy, 57
20. (3) Will Power, Dallara-Chevy, 53
Abandonos:
21. (25) Alex Tagliani, Dallara-Honda, 27
22. (8) Justin Wilson, Dallara-Honda, 27
23. (21) Takuma Sato, Dallara-Honda, 23
24. (17) Simona De Silvestro, Dallara-Chevy, 8
25. (12) AJ Allmendinger, Dallara-Chevy, 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *