IndyCar: Will Power vence o GP de Detroit

O australiano Will power (Team Penske) venceu o GP de Detroit, no Raceway at Belle Isle Park, sétima etapa da temporada. Foi a sua primeira vitória no ano, e 41ª na categoria. O norte-americano Alexander Rossi (andretti Autorsport) e o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi Racing) completaram o pódio.

Depois de alinhar apenas na 16 ª posição, Power apostou na estratégia de duas paradas nos boxes, contra três de Rossi. E assumiu a ponta, em definitivo, na 27ª volta (liderou 55 das 70 voltas disputadas). Power fez a sua segunda parada nos boxes na 51ª volta, colocando os pneus vermelhos, mais macios.

Will Power

Sem nenhuma bandeira amarela até os metros finais da prova, Power venceu com 1s027 de vantagem sobre Rossi (com os pneus pretos, mais duros, o piloto tirou 11 segundos de desvantagem nas dez voltas finais). Dixon fechou o pódio.

Foi a centésima vitória do motor Chevrolet, desde a introdução do motor V6 de 2,2 litros em 2012.

A prova foi a última da Indy no Raceway at Belle Isle Park. Em 2023 a prova será realizada nas ruas do centro de Detroit.
O pole-position, o norte-americano Josef Newgarden (Team Penske) terminou em quarto, seguido pelo mexicano mexicano Pato O’Ward (Arrow McLaren SP) e o atual campeão, o espanhol Alex Palou (Chip Ganassi Racing).

Vencedor da Indy500 o sueco Marcus Ericsson (Chip Ganassi Racing) foi o sétimo colocado.

O brasileiro Hélio Castroneves (Meyer Shank Racing) abandonou logo no início, com problemas mecânicos.

A única bandeira amarela foi acionada na última volta, com a batida do holandês Rinus VeeKay (Ed Carpenter Racing) no muro da curva seis, quando Power já havia cruzado a linha de chegada.

Power lidera o campeonato com 255 pontos, seguido por Ericsson com 252.

A próxima etapa, o GP de Elkhart Lake, em Road America, acontece no dia 12 de junho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *