Informações: Lançada a Pedra Fundamental do Autódromo Internacional de Santa Catarina

Canelinha – Em um evento há muito aguardado pelos fãs do automobilismo catarinense, foi lançada a Pedra Fundamental do Autódromo Internacional de Santa Catarina neste domingo ( 26/3) em Canelinha, 50 Km de Florianópolis. Com a participação do Governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira e do Presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo,Sr. Paulo Scaglione, além de várias autoridades estaduais e municipais e grande público, o evento marcou o local onde as obras iniciarão.


“Esse dia é muito importante para o automobilismo de Santa Catarina” disse Jairo Albuquerque, presidente da Federação de Automobilismo de Estado de Santa Catarina. “Vamos conseguir realizar um sonho de muitos anos e atender aos pilotos do Estado que sempre reivindicaram uma pista asfaltada”, completou.

O Autódromo Internacional de Santa Catarina terá 4307 metros de extensão com 12 metros de largura média. A reta terá cerca de 860 metros e 18 de largura proporcionando a realização de provas de arrancada, com piso de concreto.  Ao todo serão  seis opções de traçados possibilitando a realização de um campeonato sem repetição de circuito.  Está prevista a construção de 30 boxes que poderão abrigar até quatro carros cada e andar superior com salas vip e camarotes.

A previsão é que a construção seja feita em dois anos com o apoio do Governo Estadual, Municipal e da iniciativa privada. Para Jairo Albuquerque o Autódromo de Santa Catarina será o mais moderno do país. “Tudo será construído nos mais modernos padrões exigidos pelos órgãos internacionais de segurança para o automobilismo e motociclismo. Além do autódromo asfaltado teremos a pista de motocross, um autódromo de terra, kartódromo, heliponto e um completo ambulatório” ,finalizou.

SEGUE DESCRITIVO DO  AUTÓDROMO INTERNACIONAL DE SANTA CATARINA


O AUTÓDROMO


O Autódromo será construído dentro do Parque Internacional Arthur Adolfo Jachovicz, na cidade de Canelinha, SC, em uma área de 3.000.000 m²,dentro das mais avançadas técnicas construtivas e de acordo com as normas técnicas de segurança exigidas pela CBA, FIA e FIM. Estará apto a receber competições nacionais e internacionais.


O complexo esportivo terá ainda um kartódromo, um motódromo e um autódromo em pista de terra, além de provas de arrancadas.


 O Autódromo Internacional de Santa Catarina contará com uma pista de 4.307 metros de extensão e 12 metros de largura média. A reta terá cerca de 860 metros de comprimento e 18 de largura, proporcionando a realização de provas de arrancadas, com piso de concreto. Ao todo, serão seis opções de traçados, possibilitando a realização de um campeonato sem repetição de circuito.


O traçado da pista principal será de média para alta velocidade, com 7 curvas à direita e 6 curvas à esquerda, sendo que o seu sentido será horário.


 Outro ponto de destaque da pista serão as áreas de escape nas curvas de alta velocidade, com cobertura asfáltica especial ao invés das tradicionais caixas de brita.


Serão construídos 30 boxes com 8×12 metros cada, com altura para comportar os caminhões da Fórmula Truck e capacidade para receber confortavelmente até 120 veículos de competição simultaneamente.


Sobre toda a extensão dos boxes serão construídos camarotes para os convidados vips, com terraço e moderna cobertura.


As arquibancadas em estrutura metálica espacial terão a capacidade inicial para receber 30 mil pessoas. As arquibancadas naturais, ao lado da pista, próximas ao alambrado, poderão receber tranqüilamente mais 30 mil pessoas, inclusive com áreas e completa infra-estrutura de camping.


Os bolsões de estacionamento estarão localizados próximos aos portões de entradas, junto ao local onde as pessoas irão assistir às corridas, garantindo assim um deslocamento interno mínimo de veículos.


Os convidados vips, pessoas credenciadas e as equipes terão estacionamentos exclusivos atrás da área de box, sem passar pela pista (os boxes ficam do lado de fora da pista).


Serão construídas modernas instalações para o Centro Médico, com heliponto, proporcionando atendimento emergencial de grande agilidade para os competidores e ao público em geral.


A torre de comando será super-moderna, em forma ovóide, com fechamento lateral em vidro blindex, possibilitando uma visão panorâmica de 360º, com total visibilidade e conforto para a direção de prova, comissários desportivos, equipe de cronometragem e sala para profissionais de imprensa.


As guaritas para os sinalizadores de prova (bandeirinhas) serão dotadas de toda a segurança, para que os mesmos possam trabalhar sem riscos de serem atingidos por qualquer detritos ou partes que venham a se desprender dos carros em caso de acidentes.


As torres de televisionamento foram projetadas em locais estratégicos, no entorno da pista, para o melhor posicionamento de câmeras nas coberturas pelas equipes de TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *