International GT Open: Fran Rueda/Andrés Saravia e Alessandroo Pier Guidi/Mikkel Mac vencem em Monza

As duplas Fran Rueda/Andrés Saravia (BMW M6/TeoMartin) e Alessandroo Pier Guidi/Mikkel Mac (Ferrari 488/Luzich) foram os vencedores da penúltima etapa da temporada, disputada no Autódromo de Monza, na Itália.

No sábado Rueda/Saravia vneceram a primeira prova. As duplas Daniele Di Amato/Andrea Montermini (Ferrari 488/RS Racing) e Riccardo Agostini/Rik Breukers (Lamborghini Huracan/Imperiale) completaram o pódio no geral e na classe Pro.

Pela classe Pro Am vitória da dupla Eddie Cheever III/Nicklas Nielsen (Ferrari 488/Luzich).

Nicolas Costa (Lamborghini Huracan/ VSR) foi o melhor brasileiro na prova. Em dupla com o chinês Kang Ling, terminou em décimo no geral, e sétimo na classe Pro.

Os brasileiros Marcio Basso/Guilherme Salas (BMW M6/TeoMartin) venceram na classe AM. Sendo 13º no gral.

Entre os demais brasileiros Marcelo Hahn/Allan Hellmeister (Mercedes AMG GT3/Drivex) terminaram em 14 º no geral, e quarto na classe Pro Am.

Giulio Borlenghi (Lamborghini Huracan/ VSR), em dupla com o polonês Andrzej Lewandowski, terminou em 14º no geral, e segundo na classe AM.

O brasileiro Ricardo Baptista (Mercedes AMG GT3/Drivex), em dupla com o português Duarte Félix da Costa, foi o 19º no geral, e quarto na classe Am.

No domingo (23/09) Pier Guidi/Mac venceram a segunda prova. Rueda/Saravia terminaram em segundo, seguidos pels dupla Giovanni Venturini/Jeroen Mul (Lamborghini Huracan/Imperiale), todos da classe Pro.

A dupla Jia Tong Liang/Raffaele Giammaria (Lamborghini Huracan/Imperiale) venceu na classe Pro Am.

Hahn/Hellmeister foram 11º no geral, e terceiro na classe Pro Am.

Logo após a bandeira quadriculada Hellmeister levou um toque e bateu forte na barreira.

International GT Open: Fran Rueda/Andrés Saravia e Alessandroo Pier Guidi/Mikkel Mac vencem em Monza

Um comunicado emitido pelo organização do evento descrevia a situação de Hellmeister, ainda sem muitas informações precisas.

“Um acidente envolvendo o Mercedes #16 da Drivex ocorreu segundo depois da bandeira quadriculada na corrida 2 do GT Open em Monza.

“O piloto, Alan Hellmeister, foi retirado e levado ao Centro Médico. Ele estava consciente em todo momento e apresentava fraturas em ambas as pernas.

“Depois de estabilizado, foi levado de ambulãncia ao Hospital San Gerardo, em Monza.

“Atualizações seguirão quando estiverem disponíveis”, terminou o comunicado.

Nesta segunda a assessoria de imprensa da equipe divulgou um release:

“O piloto Alan Hellmeister, que sofreu no último domingo um grave acidente durante a disputa da etapa de Monza da GT Open, permanece internado na UTI do Hospital San Gerardo, na Itália. Ele se recupera de uma cirurgia ortopédica realizada ontem e trata de uma pequena lesão pulmonar.”

“Por conta do tratamento, Hellmeister passa a maior parte do tempo sedado.”

“Ele estava consciente no momento de visitas e conversou com todos. Nesta tarde, ele recebeu vistas da família e do Marcelo Hahn, seu parceiro na disputa da prova do último domingo.”

Basso/Salas venceram novamente pela classe Am. Sendo 15º no geral.

Costa/Ling terminaram em nono na prova, e 18º no geral.

Borlenghi/Lewandowski foram quarto na Am e 21º no geral.

Da Costa/Baptista termianram em quinto na classe Am, e 24º no geral.

Mac lidera o campeonato com 107 pontos, seguido por Rueda/Saravia com 104.

A última etapa acontece nos dias 20 e 21 de outubro, em Barcelona, na Espanha.

Final, prova 1:

1 – Rueda/Saravia (BMW M6) – TeoMartin – 36 voltas
2 – Di Amato/Montermini (Ferrari 488) – RS Racing – 0″633
3 – Agostini/Breukers (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 15″995
4 – Gattuso/Fioravanti (Lamborghini Huracan) – Ombra – 16″530
5 – Pier Guidi/Mac (Ferrari 488) – Luzich – 18″649
6 – Cheever/Nielsen (Ferrari 488) – Luzich – 19″346
7 – Baguette/Guerrieri (Honda NSX) – JAS – 19″836
8 – Liang/Giammaria (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 21″127
9 – Plachutta/Jager (Mercedes AMG GT3) – Lechner – 24″421
10 – Costa/Linq (Lamborghini Huracan) – VSR – 31″346
12 – Basso/Salas (BMW M6) – TeoMartin – 41″144
13 – Hahn/Hellmeister (Mercedes AMG GT3) – Drivex – 49″953
14 – Borlenqhi/Lewandowski (Lamborghini Huracan) – VSR – 55″372
19 – Da Costa/Baptista (Mercedes AMG GT3) – Drivex – 1″08″990

Final, prova 2:

1 – Pier Guidi/Mac (Ferrari 488) – Luzich – 31 voltas
2 – Rueda/Saravia (BMW M6) – TeoMartin – 1″543
3 – Venturini/Mul (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 2″319
4 – Di Folco/Spinelli (Lamborghini Huracan) – Target – 2″891
5 – Agostini/Breukers (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 3″333
6 – Baguette/Guerrieri (Honda NSX) – JAS – 4″242
7 – Di Amato/Montermini (Ferrari 488) – RS Racing – 4″488
8 – Da Veiga/Cruz (BMW M6) – TeoMartin – 4″741
9 – Liang/Giammaria (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 6″651
10 – Cheever/Nielsen (Ferrari 488) – Luzich – 6″992
11 – Hahn/Hellmeister (Mercedes AMG GT3) – Drivex – 7″183
15 – Basso/Salas (BMW M6) – TeoMartin – 10″329
18 – Costa/Linq (Lamborghini Huracan) – VSR – 13″828
21 – Borlenqhi/Lewandowski (Lamborghini Huracan) – VSR – 34″837
24 – Da Costa/Baptista (Mercedes AMG GT3) – Drivex – 2 voltas

Campeonato:

1. Mac 107; 2. Saravia-Rueda 104: 3. Pier Guidi 91; 4. Venturini-Mul 82: 5. Di Amato 71.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *