Kart: 160 pilotos disputaram a primeira rodada dupla do Light

Neste sábado (5) o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, na Grande São Paulo, recebeu as atividades da quinta rodada da Copa São Paulo Light de Kart. O evento, que é um dos mais importantes no calendário do kart nacional, recebeu 160 competidores que, na pista, mostraram extrema dedicação em corridas realmente de arrepiar.

A movimentação da etapa começou ainda na quinta-feira, feriado de “Corpus-Cristi” onde vários pilotos aproveitaram o dia livre para já darem início à preparação para as corridas. Na sexta, as equipes receberam os motores da organização para os treinos da tarde e, a partir daí, finalizaram os ajustes para as duas corridas que teriam pela frente.

Mereceram destaque nesta rodada o considerável aumento no número de competidores das classes Mirim e Sprinter que respectivamente, alinharam 15 e 19 pilotos em seus grids. Fora isso, as demais categorias continuaram com índices excelentes de participação com exceção da Graduados, que teve uma pequena redução na etapa, dez pilotos. Cadete teve 33 e foi a maior da rodada dupla. Júnior Menor teve 23, Júnior, 17; Super Sênior 22 e Master “A” e “B”, 21.

Nas provas da Mirim o pequeno Raikkonen Sakzeninan mostrou-se mais uma vez imbatível e, mesmo tendo largado da quarta posição não demorou para assumir a liderança da primeira corrida e seguir tranquilo para a vitória. Na segunda bateria a vitória foi de ponta-a-ponta e o piloto comemorou bastante os dois primeiros lugares do dia.

Com 33 garotos no grid a Cadete teve provas de arrepiar com emoção garantida do início ao fim. Na primeira corrida a vitória ficou com o gaúcho Bruno Bertoncello e, a segunda vitória, foi do mato-grossense Gabriel Sereia. Ambos foram muito assediados e somente confirmaram as primeiras posições no momento das bandeiradas.

Seguindo a programação da manhã a categoria Júnior Menor teve seis karts na briga pela primeira posição que, da forma mais limpa e correta possível dividiam as curvas em busca da liderança. A maioria deles, acostumados às apertadas disputas da Cadete, aprendeu a andar sob pressão e, com isso, deram uma aula de pilotagem até mesmo para os mais velhos. Ao final, vitória de Renato Júnior na primeira corrida e Artur Fortunato, na segunda.

As últimas baterias das classes da manhã foi a dos pilotos da categoria Júnior. A pole-position ficou com o goiano Yago Cesário, mas, quem foi o grande destaque da primeira corrida foi o carioca Olin Galli. Após partir da última posição ele fez uma bela prova de recuperação e venceu de maneira contundente a primeira corrida. A segunda corrida foi marcada por outra bela recuperação, desta vez, do mineiro João Pedro Archer. Também partindo da última posição o piloto escalou todo o pelotão até chegar na briga pela liderança. Mas, diferente de Galli na primeira corrida, Archer não conseguiu superar o gaúcho Gabriel Robe, que vinha em primeiro e, com isso, recebeu a bandeirada na segunda posição. Robe foi realmente o vencedor.

As corridas da tarde começaram com a classe Sprinter reunindo seu maior grid da temporada. Com pilotos que já reuniam alguma experiência com outros que faziam sua primeira corrida da vida a prova foi bastante movimentada, repleta de rodadas e as inevitáveis batidas. Diante da situação quem se deu melhor foi o potiguar André Flor que, com muita firmeza, venceu as duas corridas com grande diferença para o restante do pelotão.

A classe Graduados, a mais rápida do Light, teve largando da primeira posição o piloto brasiliense Matheus Vieira. Mas, quem ganhou a primeira corrida foi Bruno Bonifácio. Ele largou da terceira posição e não demorou muito para assumir a primeira posição. Uma vez líder o piloto da equipe Mauro Competições seguiu abrindo vantagem até receber a bandeirada final com mais de cinco segundos de vantagem para o segundo colocado. Na segunda prova a vitória ficou com Vieira que, depois de partir da última posição fez bela prova de recuperação e, pouco a pouco escalou todo o pelotão. Na metade da prova ele já liderava e, daí por diante, manteve o seu ritmo forte e recebeu a bandeira da vitória com mais de seis segundos de vantagem para o segundo colocado.

Seguindo o tarde de competições os experientes pilotos da Super Sênior foram para a pista. Com um invejável grid de 22 competidores as corridas foram bem disputadas. A pole-position foi de Massayuki Katsui que, após boa largada, conseguiu abrir um pouco do restante do pelotão. Mas, na segunda metade da prova, teve de controlar a distância para José Augusto Dias que se aproximava bastante. A cada volta o concorrente chegava mais, mas, Katsui conseguiu extrair o melhor de seu kart e venceu. Na segunda corrida, Dias conseguiu enfim a ultrapassagem e, desde então, não mais perdeu a liderança até a volta final. Destaque nesta prova também para o finlandês Timo Jokkinen que chegou na segunda posição.

Encerrando as atividades de um sábado com 16 corridas as categorias Master “A” e “B” foram juntas para a pista. O brasiliense Felipe Neira foi o pole-position com um excelente tempo. Boa performance também ele manteve na primeira corrida quando, rapidamente, conseguiu abrir de seus concorrentes. No final da prova, porém, sofreu com a aproximação de Luis Midon que veio recuperando terreno durante a prova e, no final, cruzou a linha de chegada praticamente junto com Felipe, que venceu. Na segunda corrida Midon conseguiu sua vitória trazendo consigo Daniel Croce na segunda posição. Pela categoria “B” a primeira vitória ficou com Ricardo Thomaz e, a segunda, com Ussama Ferdinian.

O Light entre agora em seu mais longo recesso do ano serão mais de 60 dias de descanso. Em virtude da realização do Campeonato Brasileiro no mês de julho o Light retornará apenas no mês de agosto. A sexta rodada do ano, com as provas válidas pela primeira etapa do segundo turno, será disputada no dia 14 de agosto, também no Kartódromo Aldeia da Serra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *