Kart: Camargo Racing comemora o Tri-Campeonato Sul-Americano

Após dois títulos Sul-Americanos consecutivos na categoria Cadete, com o piloto Yurik Carvalho, a equipe Camargo Racing, comandada pelo renomado preparador Evandro Camargo, comemorou no último domingo, dia 19, a conquista de mais um título continental para sua galeria. Desta vez, na categoria Sudam, a principal do Campeonato, a vitória veio nas mãos do  experiente piloto André Nicastro.

A competição mais
importante do hemisfério sul das Américas aconteceu na
última semana, desde a quinta-feira, dia 16, até o
domingo, dia 19. A Camargo Racing, sabendo da importância da
competição, esteve na pista do Kartódromo
Velopark, na região metropolitana do Rio Grande do Sul,
representada por quatro pilotos sendo dois na Cadete, Sérgio
Sette Câmara e Gregory Diegues; na Pré-Júnior,
Yurik Carvalho e, na Sudam, André Nicastro.

Na categoria Pré-Júnior
Yurik enfrentou problemas durante todo o final de semana. Com
dificuldades de acerto, trocas de motores e até mesmo
assimilação do traçado o piloto partiu para as
provas determinado a conseguir se recuperar. Porém, tanto nas
classificatórias como nas finais, Carvalho foi alvo de vários
concorrentes. Ele até conseguia fazer belas ultrapassagens,
mas, indignados com o arrojo do piloto nas manobras, vários
deles baterem no kart de Yurik deixando-o assim sem condições
de terminar a competição em uma boa colocação.
Mesmo assim ele conseguiu encerrar a bateria final na 13ª
posição.

Dentre os Cadetes mais uma vez o
mineiro Sérgio Sette Câmara demonstrou estar em ótima
fase. Após conquistar o vice-campeonato Brasileiro e vitórias
importantes na Copa São Paulo Light, Copa Sudeste e Mineiro o
piloto chegou animado ao Velopark para tentar o seu primeiro título
internacional. Ele e Gregory Diegues se esforçaram bastante e,
no final, os resultados acabaram sendo diferentes para os dois. Sette
Câmara terminou em uma comemorada terceira posição,
após ter sofrido um grave acidente na segunda classificatória.
Já Gregory, que tinha tudo para terminar entre os primeiros,
sofreu um toque na quarta volta da bateria final e foi obrigado a
abandonar a disputa, finalizando a corrida apenas com o 25º
lugar.

Título conquistado na
última curva

Assim como aconteceu com a conquista
do Sul-Americano do ano passado com Yurik, na Cadete, a disputa da
categoria Sudam, em 2010, somente foi definida na última curva
da corrida final.

Usando de toda a sua experiência
o carioca André Nicastro, que atualmente tem 28 anos, assumiu
o desafio de levar o chassis brasileiro Techspeed para o meio da
disputa entre as fábricas internacionais Kosmic, CRG, Tony
Kart e Birel Motorsport, além dos nacionais Birel Sudam e Kart
Mini.

Nicastro, mesmo com um equipamento
sem freios dianteiros como os importados, mostrou que com um bom
conjunto e experiência é possível chegar ao
título. O piloto batalhou muito no acerto do kart durante todo
o evento e, sempre orientando o time de mecânicos e trocando
idéias com Evandro, conseguiu chegar à final com
chances de ser campeão.

A corrida decisiva foi realizada na
tarde de domingo. Após uma boa largada o piloto assumiu a
ponta, mas, três voltas depois, já estava sendo
pressionado por Felipe Fraga. Fraga superou Nicastro e ambos
começaram a se distanciar do restante do pelotão. André
ainda recuperou a liderança e Fraga deu o troco. Sem tentar
uma nova ultrapassagem, Nicastro passou toda a corrida final
estudando o comportamento de seu adversário e aguardando o
momento de “dar o bote”. A manobra aconteceu na última
curva. Fraga trouxe o kart para dentro para defender a posição,
mas, ao frear, seu kart escapou para a parte suja da pista. Com isso,
Nicastro fez a ultrapassagem e cruzou a linha de chegada na primeira
posição, comemorando muito a vitória.

“Estou muito satisfeito pelo
resultado que conquistamos aqui. Vivenciamos várias
dificuldades no decorrer do evento e, encerrar com o título do
Nicastro e o terceiro lugar do Serginho realmente foi um prêmio
pela dedicação de todos do time. Quero agradecer
imensamente aos mecânicos, pilotos e seus familiares e
patrocinadores pelo apoio, trabalho e confiança no nosso time.
Certamente estaríamos mais felizes se o Yurik e o Gregory
também tivessem conseguido resultados melhores, mas,
certamente não faltarão oportunidades para que eles
novamente conquistem títulos importantes, assim como fizeram
nas últimas temporadas”, encerrou animado o preparador
Evandro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *