Kart: Com capacete inédito, Lucas faz treino tranquilo

No dia da estréia em pista por ele projetada, piloto chamou atenção dos concorrentes, apesar dos problemas no carburador de seu kart.

Lucas Di Grassi (Clear/Eurobike/Schioppa) foi o centro das atenções nesta sexta-feira (27) em Florianópolis (SC), onde é disputado neste final de semana o Desafio Internacional das Estrelas, competição de kart organizada por Felipe Massa e que reúne alguns dos principais nomes do automobilismo mundial – Michael Schumacher entre eles. Não só pelo fato do piloto ter sido convocado pela Renault para os testes que a equipe fará em Jerez de La Frontera na próxima semana, tampouco pela nova pista da Arena Sapiens Parque, em Canasvieiras (norte da ilha), ter sido desenhada por ele – com a bênção do badalado projetista alemão Hermann Tilke, autor de alguns traçados usados pela Fórmula 1 (como Istambul, China e Malásia): Di Grassi chamou atenção no momento em que entrou com o kart número 18 no traçado de 1.209 metros.

O piloto, maior pontuador na história do Desafio e vice-campeão na temporada passada, estreou um capacete inusitado e inédito, inspirado nos competidores de ciclismo de velocidade, com uma espécie de “barbatana” na parte traseira do acessório. “Foi a primeira vez que alguém levou a idéia do capacete usado nas competições de bicicleta para o kart, e me inspirei em modalidades como o downhill, por exemplo”, afirmou Lucas.

“Foi a Artmix que fez a adaptação em fibra de carbono, e o objetivo é diminuir o arrasto aerodinâmico”, explicou. “Hoje foi só o primeiro dia. Vamos ver como vai ser. Acho que se eu for bem, vai virar moda”, brincou.

Treinos livres – Hoje foram disputados os primeiros treinos livres, ambos liderados por Rubens Barrichello. Lucas enfrentou dificuldades com o carburador de seu kart, problema encarado por outros pilotos durante as sessões desta sexta-feira. “Quem estava no grupo 1 estava um pouco mais lento, e amanhã vamos inverter a ordem. Aproveitei o dia para testar algumas coisas, mas também tive problema com o carburador, fiquei mexendo, acertando o kart e algumas coisas não deram muito certo”, afirmou Di Grassi, que marcou 56s133 em sua melhor passagem, a 0s523 da marca de Barrichello.

“Mas o importante é ficar entre os dez primeiros amanhã para disputar o top qualifying”, apontou o piloto, patrocinado por Clear, Eurobike e Schioppa.

A programação da quinta edição do Desafio das Estrelas será aberta neste sábado (28), às nove horas, com a realização de treinos livres. A primeira bateria acontece à tarde, a partir das 16 horas, com transmissão ao vivo do cana Eurosport (somente para a Europa). No domingo (29), às 11 horas, com exibição ao vivo da TV Globo e novamente no Eurosport, os competidores fazem a disputa final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *