Kart: Light começa 2009 com provas de arrepiar

No último sábado, dia 07, o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri – SP, recebeu as provas da primeira etapa da Copa São Paulo Light de Kart. O evento, que contou ao todo com 120 pilotos, recebeu também as disputas da Copa Sorriso Campeão, prova que trouxe mais 24 competidores para a pista totalizando um número de 144 inscritos nesta corrida inaugural.

O grande destaque desta etapa ficou por conta do bom grid da categoria Júnior Menor. A classe trouxe 20 pilotos para a pista dentre vários promovidos da Cadete e alguns já em seu segundo  ano. A Cadete continuou com bom número e alinhou 24 pilotos. A Sprinter “A”, aproveitando-se da condição de oferecer uma vaga para a Seletiva Petrobras reuniu 20 competidores.

A primeira prova do dia foi a da categoria Mirim. A bateria foi a mais movimentada da história desta classe no Light e manteve todo o público atento durante toda a corrida. Gregory Diegues marcou a pole-position, mas, mesmo tendo feito a volta mais rápida da corrida, não conseguiu suportar os ataques dos concorrentes que vinham com sede de vitória. João Pedro Guim, após largar da décima posição, foi o nome da prova. O piloto fez grandes ultrapassagens até assumir a liderança da corrida. Daí por diante, em uma prova à parte, ele e outros cinco pilotos brigaram a cada curva pela vitória que foi realmente definida apenas na bandeirada, para Guim. Heitor Murara terminou em segundo e Sinder Bitton Neto, em terceiro.

Pela Cadete, que correu na sequência, a pole foi do carioca Renato Júnior, mas, após uma corrida muito disputada, a vitória ficou nas mãos de Vitor Batista. Ele e seus companheiros da equipe ONS não deram a menor chance de aproximação para os demais concorrentes e com poucas voltas de prova já haviam aberto certa vantagem para o segundo pelotão. Este grupo, por sua vez, foi liderado por cerca de oito pilotos que se revezavam a cada passagem pela cronometragem. No final o grupo da ONS chegou na frente com Batista em primeiro, Renato Júnior em segundo e João Ribeiro, em terceiro.

A corrida da Júnior Menor já começou agitada. Yago Cesário marcou a pole e manteve-se na liderança na primeira volta enquanto seu irmão Yuri, que largou em sexto, achava espaço para já na segunda volta estar em segundo, com Cayan Chianca, em terceiro. Yuri e Cayan, por sua vez, na ânsia de buscar a liderança, acabaram se chocando em toque que sobrou até para Yago, que vinha em primeiro. Assim, os três perderam várias posições enquanto que metade do pelotão os ultrapassava. Yago, por sua vez, muito determinado, deu início a uma corrida de recuperação que teve fim com a bandeirada do segundo lugar da prova. Léo Gimenes, vindo da Cadete, venceu e Mitsui Duzanowski chegou em terceiro.

Um dos grandes vencedores do kartismo em 2008 mostrou que continua em plena forma. Victor Franzoni, que venceu quase todos os títulos do ano passado pela Júnior Menor, nem tomou conhecimento de seus concorrentes e, pela Júnior, marcou a pole-position, melhor volta e venceu a corrida de sua classe. Três segundos depois da bandeirada passou Cacé Almeida, em segundo seguido por Jean Aguiar, em terceiro.

Estreando os novos motores Parilla MY09 os pilotos das categorias Master “A” e “B” fizeram uma corrida conjunta que foi extremamente disputada. Marcelo Okazaki, Fernando e Daniel Croce protagonizaram uma verdadeira batalha pela “A”, enquanto que, pela “B”, Luis Midon venceu a corrida marcando a pole-position e também a melhor volta. Na “A”, a três voltas para o final, Okazaki acabou se enroscando com Fernando Croce e a vitória ficou assim nas mãos de Daniel Croce. Okazaki terminou em segundo e Marcelo Meneghel, em terceiro. Pela “B”, Maique Paparelli terminou em segundo e Rodrigo Rocha, em terceiro.

Na Super Sênior, que também andou com o novo motor, os pilotos elogiaram bastante o rendimento deste novo equipamento que, por sua vez, se mostrou ainda mais rápido que seu antecessor. No circuito Paulo Moreira foi o nome do sábado e venceu após ter largado também da pole-position. O piloto manteve-se na primeira posição durante toda a prova, mas, sempre muito pressionado pelos adversários. Massayukyi Katsui chegou em segundo e Eduardo Pedra, em terceiro.

Após ter seus motores anunciados como à água e depois terem que competir com os antigos Riomar Super II os pilotos da Sprinter “B” acabaram, em sua maioria, aguardando uma definição de um novo tipo de equipamento para efetivamente voltarem a correr. Mesmo assim, seis pilotos estiveram nesta etapa que foi vencida por Renan Papareli que durante a prova mostrou-se bem preparado para suportar os ataques que sofreu de Rodrigo Elder, que chegou em segundo. Ricardo Landucci, foi o terceiro colocado.

As provas mais esperadas desta etapa foram as da Sprinter “A” e da Copa Sorriso Campeão. Em jogo, além da vitória, estavam três vagas para a final da Seletiva de Kart Petrobras e, assim, vários pilotos participaram das duas corridas em busca da valiosa chance de concorrer ao prêmio de R$ 100 mil. Em ambas as provas pode-se dizer que o destaque ficou por conta dos pilotos que subiram da categoria Júnior e, diante de experientes concorrentes mostraram seu valor e andaram sempre entre as primeiras posições. Na Copa Sorriso Eduardo Banzoli Filho venceu com Gabriel Navarrete em segundo e João Abreu, em terceiro. Já na prova da Sprinter “A”, Navarrete, que já havia conquistado a vaga na bateria anterior, foi o vencedor seguido por Leonardo Cordeiro, em segundo e Matheus Protti, em terceiro.

Como esta temporada do Light teve início apenas no mês de março a Federação de Automobilismo de São Paulo marcou ainda para este mês a segunda rodada do Certame. A corrida, válida pela segunda etapa, será disputada no dia 28 de março, também no Kartódromo Aldeia da Serra.

Para conferir o resultado completo da prova, galerias de fotos, baixar os regulamentos, adendos, horários e informações oficiais basta consultar a página da RBC na internet no endereço www.rbcpreparacoes.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *