Kart: Parakart tem mais uma etapa na Granja Viana

A Copa São Paulo de Parakart prossegue amanhã (sábado, 8) no Kartódromo da Grande Vianna, em Cotia (SP), com a disputa da sexta etapa da temporada 2009. A modalidade é aberta a portadores de necessidades especiais e reúne cerca de 20 pilotos, dos quais a maioria é de cadeirantes. A prova deste fim de semana é a primeira desde a disputa do primeiro Campeonato Brasileiro de Kart da modalidade, há duas semanas, em Curitiba (PR), sendo que o campeão, o paulista Dédo Júnior, já confirmou presença e vai em busca da liderança, ocupada por Marcos Santos, que tem 70 pontos, contra 56 de Dédo e 51 de Thiago Cenjor, o terceiro.

O objetivo do novo campeão brasileiro ganha força por um problema que impede Marcos Santos, o Morcegão, de defender a liderança: devido a problemas de saúde está afastado por um período da competição, mas admite que mesmo distante continua seguindo o que acontece na modalidade:

“Eu sempre gostei de automobilismo. Participar deste campeonato me da muita satisfação. É muito importante para mim. Sobre o campeonato, a cada prova todos os pilotos estão andando melhor, ficam cada vez mais competitivos e unidos. Somos “rivais” dentro da pista, mas fora somos amigos, isso que importa”
.

Dédo Júnior, atual campeão do GP Brasil de Kart em Curitiba, e segundo colocado no Paulista de Parakart, fala sobre o significado do campeonato para ele: “Eu gosto muito de correr de Kart e curto demais participar com o pessoal no Parakart, tem sido muito importante para a minha carreira”.

“Estou me preparando fisicamente para a prova. Vou me esforçar bastante e espero largar na frente, correr muito e vencer” e comenta: “Correr no GP Brasil e vencer foi sensacional, corri com muito entusiasmo e paixão. Por isso, sei que esta vitória trará ainda mais responsabilidade para mim na etapa do Parakart, mas tenho consciência de que não será nada fácil”
, encerra.

Thiago Cenjor, terceiro colocado, reforça a opinião de Marcos: “Para mim é um prazer, uma realização pessoal muito importante. O que eu acho melhor é a emoção que me causa correr. É sem igual. Além disso, é a chance de mostrar que uma pessoa deficiente pode fazer algo que outras pessoas não conseguem”, e analisa as etapas de sábado:

“A eu espero que seja uma corrida muito boa. A pista é muito rápida. Treinamos ontem lá e todos os pilotos viraram tempos muito próximos uns dos outros, então tenho certeza que será uma corrida muito acirrada, mas acirrada com honestidade. E isso é o mais importante.”

A quinta etapa do Campeonato Paulista de Parakart deveria ter acontecido no dia 27 de junho, mas devido às chuvas que atingiram o kartódromo foi necessário adiá-la para este fim de semana, junta com a sexta prova.  A etapa terá início às 16h40 e a entrada é gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *