Kart: Pietro Fantin tira importantes lições de suas participações na Europa

O último final de semana (4 e 5) marcou a segunda participação do paranaense Pietro Fantin (Silea Participações) em competições internacionais. O piloto disputou a 3ª etapa de um dos mais importantes campeonatos do kartismo europeu, o WSK Series, competindo na categoria KF2, que reuniu cerca de 80 pilotos.

As provas foram disputadas na Itália, em Pavia, e ainda em franca adaptação ao sistema de competições e à “guiada” de um kart nas pistas européias, Pietro ficou fora da prova Final, chegando, porém, até a repescagem. Em sua primeira ida à Europa, Pietro competira apenas até as provas classificatórias.

“Já evoluí bastante de uma para outra participação em provas européias”, avalia o piloto, que competiu pela Marechal, equipe que utiliza chassis Kosmic e pela qual Ruben Carrapatoso, treinador de Pietro, sagrou-se campeão mundial de kart em 1998.

Para Pietro, sua participação neste evento foi muito interessante, pois mostrou-lhe a necessidade de mais tempo de treinamento antes de cada corrida. “Para sermos mais competitivos nas próximas corridas, precisamos chegar com mais antecedência. Dessa vez chegamos apenas na véspera dos treinos oficiais, o que dificultou muito minha adaptação. As pistas européias têm uma grande concentração de borracha e o equipamento é muito diferente e mais evoluído, desde a motorização até os freios dianteiros”, explica Pietro.

Desta vez o piloto Silea Participações enfrentou dificuldades também em razão das condições climáticas, que não favoreceram um melhor acerto de seu kart. “Muitas vezes treinávamos na chuva e depois fizemos a tomada de tempo no seco. Em outras, treinamos no seco e corremos na chuva. Foi difícil acertar qual seria o melhor equipamento para as circunstâncias climáticas que enfrentamos. Em uma das eliminatórias, apostamos em pneus para seco, mas a pista continuou molhada por mais tempo do que imaginávamos. A experiência, mais uma vez, foi muito boa, mas chegamos à conclusão de que precisamos de mais tempo para treinos. Valeu a pena”, exclama Pietro Fantin. “Continuo agradecendo a Deus e vamos nos preparar melhor para a próxima!”, encerra o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *