Kart: Sábado de recorde na Copa SP Light

O último sábado, dia 10 de maio, ficou registrado no calendário da Copa São Paulo Light como a data de sua prova mais movimentada da temporada. Durante a realização da quarta etapa, disputada no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barurei – SP, 127 pilotos alinharam seus karts para a largada, superando o número de 124, registrado na prova de março.

Com tantos pilotos no kartódromo estava difícil de transitar até mesmo na área de boxes que foi completamente tomada por mecânicos, chefes de equipe, familiares e imprensa. Todos os times queriam figurar entre os mais rápidos do dia e atuaram intensamente para proporcionar à cada um dos pilotos o melhor equipamento para as disputas.

Rafael Cançado, diretor da RBC Preparações, responsável pelo fornecimento de todos os motores do Light, comentou o crescimento de mais de 10% no número de pilotos. “Com a proximidade do Campeonato Brasileiro a tendência dos pilotos de todas as regiões do país é de intensificarem sua preparação. O Light é considerado por todos como o Campeonato mais competitivo da atualidade e que tem suas categorias mais próximas às do Brasileiro. Assim, recebemos pilotos que residem de norte à sul do Brasil que vem para cá se prepararem para o campeonato Nacional”.

Mas, para ter o Campeonato mais competitivo da atualidade, o Light tem um trabalho muito grande que não pode ser visto na pista.  “Para esta etapa a equipe da RBC passou todos os motores que vieram para São Paulo no dinamômetro. Equalizamos mais de 200 propulsores e ficamos realmente muito satisfeitos com o resultado. Na tomada de tempos da Cadete, por exemplo, foram 27 competidores dentro de um segundo. Na Sprinter “A”, principal classe do Light, todos os pilotos ficaram separados por apenas 4 décimos. Em todas as outras categorias tivemos uma etapa muito disputada o que nos deixou satisfeitos com o trabalho realizado”, finalizou o promotor.

A prova da Mirim abriu as disputas. Com 10 garotos alinhados, dois a mais que na última corrida, os pilotos fizeram uma bateria extremamente disputada. Eles formaram um único bloco e durante as 15 voltas se revezaram entre praticamente todas as posições. Ao final Leonardo Raucci venceu com Luis Felipe Branquinho em segundo e Gabriel Donse, em terceiro.

Até esta etapa do Light a prova da Cadete realizada neste sábado foi a mais emocionante de todo o Campeonato. Dois grandes blocos se formaram na pista onde receberam simplesmente os 31 garotos que estavam na pista. A cada curva as posições se alternavam e, ao final, a bandeirada foi recebida por três karts alinhados. O vencedor foi Rafael Martins, que havia largado do nono posto, seguido por Renato Júnior e Igor Santana.

Mais uma prova extremamente disputada foi a da categoria Júnior. Após largar da pole-position Guilherme Salas perdeu algumas posições na largada e deu início a prova de recuperação. Jean Aguiar, Jean Paturle e Cacé Almeida travaram uma verdadeira batalha pela liderança que, a quatro voltas para o final, acabou sendo desfeita por um acidente que beneficiou Bruno Bonifácio que, neste momento, assumiu a ponta para não mais perdê-la até a bandeirada da vitória. Salas terminou com o segundo posto e Aguiar, mesmo após o acidente, ficou em terceiro.

Pela Júnior Menor, confirmando a excelente fase, Victor Franzoni foi o nome do final de semana. O piloto simplesmente liderou todas as atividades do final de semana, fez a pole-position, marcou a volta mais rápida da prova e ganhou a etapa com folga. Cayan Chianca, que largou da 11ª posição, chegou em segundo e Lukas Moraes, foi o terceiro.

A prova seguinte reuniu os pilotos da Master “A” e “B”. O baiano Euvaldo Luz dominou na “A” marcando a pole e vencendo a prova. Na “B”, por sua vez, Márcio Salomão confirmou o bom tempo feito na tomada de tempos e, mesmo tendo feito apenas a terceira marca do Top-Qualify, o piloto venceu a prova seguido por Marcelo Okazaki e Marcello Meneghel.

Com os pilotos mais experientes da Copa São Paulo Light a Super Sênior levou 10 pilotos para a pista. Jaime Drummond fez a pole, mas, o nome da etapa foi Eduardo Pedra. Após largar da terceira posição o piloto venceu a prova sob forte pressão de Luiz Nista, que finalizou no segundo posto. Nove segundos depois chegou Jédson Vicente, em terceiro.

A penúltima prova da etapa foi da categoria Sprinter “B”. Emanuel da Silva Neto, vencedor da primeira etapa, garantiu a pole-position, mas, na corrida, a estrela que brilhou foi a do carioca Luir Miranda. O piloto largou da segunda posição e venceu a prova com quase dois segundos de vantagem para o segundo colocado, Felipe Bechtold. Silva Neto acabou terminando com a terceira posição.

Finalizando o dia de competições os pilotos da Sprinter “A” tomaram a pista. Com apenas quatro décimos separando todos os 13 pilotos do grid a expectativa para a prova era muito grande. Bruno Andrade largou da primeira posição, mas, o dia era do brasiliense Luis Felipe Nasr. Mesmo sem ter participado dos treinos da sexta-feira o piloto não teve dificuldades para assumir a ponta e vencer a corrida com mais três segundos de vantagem para o segundo colocado. Fernando Resende Filho, após largar da sétima posição, chegou em segundo e Andrade foi o terceiro.

Esta etapa finalizou a primeira turno da Copa São Paulo Light que agora terá sua pontuação refeita e, desta nova tabela, sairá o grid de largada da próxima etapa, que será realizada em sistema de rodada dupla, no dia sete de junho, também no Kartódromo Aldeia da Serra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *