Kart: Samuel Cruz sobe no pódio do Campeonato Sul-Americano

No último final de semana, com a participação de cerca de 120 pilotos de oito países diferentes, o Kartódromo Velopark, em Nova Santa Rita, na Grande Porto Alegre (RS), foi o palco para a disputa do Campeonato Sul-Americano, o mais importante evento do kartismo na América do Sul. E um dos destaques foi o paranaense Samuel Cruz (Cellshop | Kart Mini), que deu show na Final e subiu no pódio da categoria Codasur Júnior.

Mas, o que terminou em festa, começou de maneira bastante negativa para o piloto de Campo Mourão (PR). Uma quebra de motor e um acidente nos primeiros momentos da programação impediram Samuel Cruz de aproveitar bem os treinos disponíveis para acertar seu chassi Mini. Mesmo assim, depois do ótimo trabalho da D Racing e de Alvinho Barcellos, o piloto conseguiu classificar-se em 5º na tomada de tempos.

Samuel Cruz obteve dois bons resultados nas corridas classificatórias e, com um 5º e um 6º lugar, o paranaense ficou com a 6ª posição no grid de largada da Pré-Final em meio a 24 competidores. Porém, quando era o quarto colocado na penúltima corrida do Sul-Americano, a quebra da mola do escape provocou seu abandono prematuro – e a consequente preocupação por ter que largar em 20º na última e decisiva prova.

E foi então que chegou o momento da grande recuperação. Partindo da 20ª posição, uma das últimas do grid, Samuel Cruz (Cellshop | Kart Mini) deu um verdadeiro show de pilotagem, que incluiu marcar a melhor volta da prova. Extremamente rápido e decidido, o jovem piloto superou 16 concorrentes e recebeu a bandeirada em 4º. Porém, por uma irregularidade no bico de seu kart, Cruz foi penalizado em cinco segundos e subiu no pódio na 5ª posição.

“Tivemos muitos problemas, os mais diversos possíveis, e tudo parecia perdido depois daquele abandono na Pré-Final”, relembra Márcio Cruz, pai de Samuel. “Mas o Samuel foi um ‘monstro’, não se deixou abater e fez uma corrida linda. Para mim ele foi um herói por entrar de cabeça erguida na Final e, depois, pela linda corrida que fez. Foi uma lição: não devemos nunca desistir dos nossos objetivos, por mais que pareçam inalcançáveis. Queremos agradecer a Deus, por nos proporcionar momentos assim; a Cellshop Paraguay, nossa patrocinadora; a Kart Mini, ao Rennê e ao Kiki, pelo apoio e pelo belo trabalho que vêm fazendo em parceria com nosso piloto; a D Racing e ao Daniel Ramalho, que nos entregaram um kart rápido e competitivo; ao ‘Digão’ pela telemetria e pelo trabalho de ‘coach’, e ao nosso ‘meca’ Alvinho Barcellos”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *