Kart: Seletiva tem disputa entre Suzuki e Ramos no primeiro dia em Piracicaba

Briga pelo prêmio de R$ 100 mil segue aberta, mas os dois adversários roubaram as atenções nas primeiras atividades.

Com boa parte da programação cumprida nesta terça-feira (20), a Seletiva de Kart Petrobras começa a tomar forma decisiva para as corridas finais, que serão disputadas na quarta-feira (21), a partir das 10h00. Falta apenas a realização das devidas repescagens, a segunda bateria eliminatória e as provas finais. No primeiro dia de atividades, um princípio de domínio por parte de Rafael Suzuki e a reação de César Ramos no fim da tarde. O que reforçou a expectativa por boas disputas no último dia.

Rafael Suzuki deixou o kartódromo com vantagem relativamente confortável. Foi o mais rápido nas três tomadas de tempo (que avaliaram conhecimento técnico, constância e velocidade), terminou a primeira eliminatória em segundo lugar e fechou o dia em primeiro na tabela de pontuação. No total, tem 32 pontos, quatro a mais que o único piloto capaz de o surpreender neste início de atividades, o gaúcho César Ramos, que venceu a primeira eliminatória.

Depois de largar em terceiro, Ramos arriscou duas boas ultrapassagens sobre Dennis Dirani, o segundo, e Suzuki, o líder, para alcançar o resultado, que o manteve próximo do adversário. Mesmo assim, o primeiro colocado mantém a confiança. “Está tudo como planejado. Podemos dividir a Seletiva em duas partes: primeiro, é preciso chegar às baterias finais. Depois, pensar em ser campeão”, revela Rafael Suzuki, que participa pela quinta vez do evento, um recorde.

Seu rival, César Ramos, também conta com a experiência para ficar com o prêmio de R$ 100 mil oferecido ao campeão. “No ano passado eu não conhecia muito bem o regulamento e mesmo assim fui o terceiro. Perdi o título por dois pontos. Acho que agora as coisas serão diferentes”, comenta o piloto, que chegou ao Brasil nesta segunda-feira, logo depois de conquistar o Campeonato de Inverno da Fórmula Renault Italiana. Para a seqüência das corridas, a Seletiva ainda tem outros candidatos fortes.

Logo atrás dos dois primeiros colocados, separados entre si por apenas dois pontos, estão Gabriel Dias (vice-campeão no ano passado), Douglas Hiar e Dennis Dirani. Um pouco mais atrás, mas ainda com grandes esperanças de recuperação, aparecem João Horto e Alexandre Ruiz. A quarta-feira começa com repescagem em Piracicaba. Alberto Cattucci, Nicolas Cotignola, Maximiliano Vivot, João Paulo Gelain e Igor Veras decidem quem segue na briga. Os outros quatro darão adeus à disputa.

A pontuação em Piracicaba:

1- Rafael Suzuki, 32 pontos
2- César Ramos, 28
3- Gabriel Dias, 26
4- Douglas Hiar, 25
5- Dennis Dirani, 24
6- João Horto, 22
7- Alexandre Ruiz Filho, 22
8- Alberto Cattucci, 20
9- Felipe Guimarães, 17
10- Alain Sisdeli, 16
11- João Paulo Gelain, 12
12- Nicolas Cotignola, 11
13- Igor Veras, 11
14- Maximiliano Vivot, 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *