Legend Cars: Brasileiro cumpre mais uma etapa no automobilismo norte-americano

Paulista Marcelo Henriques destaca experiência adquirida nas três corridas que disputou na categoria de base dos Estados Unidos

Competindo na divisão da Flórida da Legend Cars com o objetivo de chegar ao automobilismo profissional dos Estados Unidos, o paulista Marcelo Henriques disputou no último final de semana (19 e 20/3) a terceira etapa da temporada 2011. O evento no Auburndale Speedway, a cerca de 80 km de Orlando, contou com um sistema de disputas diferente – especialmente na tomada de tempos, onde cada piloto teve apenas duas voltas para registrar seu melhor tempo, ao invés de uma corrida curta para definir o grid de largada.

Em fase de aprendizado a cada volta com o carro da Legend Cars, Marcelo Henriques marcou o 14º tempo. Na corrida, passou todo o tempo disputando posições no pelotão intermediário avançando até o 11º posto – no qual recebeu a bandeirada. Mais que o resultado, o brasileiro destacou a experiência em um ambiente bastante diferente do automobilismo brasileiro.

“A tomada de tempos foi a parte mais difícil, porque ainda estou aprendendo a extrair o máximo do carro. Por enquanto, para mim a corrida de aquecimento é melhor para conseguir uma boa posição no grid”, comentou Henriques. “Mas a idéia por enquanto é essa, justamente me misturar no grid com os pilotos mais experientes sem causar acidentes, e absorver toda a experiência possível nestas 27 corridas em ovais, me adaptando ao estilo de automobilismo americano. Pouco a pouco, vou ficando mais à vontade com o carro, e isso me permitirá ser mais agressivo”, completou o brasileiro.

A vitória do final de semana na Legend Cars ficou com o piloto Dakota Baggette, que é o atual líder do campeonato.

Pioneirismo – Aos 29 anos de idade, o paulista Marcelo Henriques é pioneiro em traçar um novo caminho rumo ao automobilismo profissional. Depois de completar sua carreira no kart e disputar algumas provas da Stock Júnior no Brasil, Henriques inicia na Legend Cars – categoria pouco conhecida dos brasileiros – o aprendizado no automobilismo norte-americano para chegar às divisões principais da Nascar.

“Automobilismo nos Estados Unidos é sinônimo de circuito oval, então se eu quiser ser profissional por aqui, preciso me acostumar desde cedo a esse tipo de pista. E na Legend Cars terei essa oportunidade. Vou correr praticamente três vezes por mês, em média, durante a temporada, o que me dará muita quilometragem para, no futuro, disputar outras divisões de acesso a Nascar”, destacou o brasileiro que já está morando nos Estados Unidos para se concentrar nesse desafio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *