LMS: Bruno Senna é o 3º mais veloz na Bélgica

Foi um começo melhor que o esperado. Apenas um décimo atrás dos mais velozes do dia, Bruno Senna terminou em 3º lugar os treinos livres que abriram a programação dos 1.000 Km de Spa, segunda etapa da Le Mans Series. Com a aerodinâmica revisada, o Courage-Oreca LC70-AIM equilibrou a disputa com o favoritíssimo Peugeot 908 turbodiesel nas poucas voltas com pista seca antes que a tradicional chuva da região despencasse sobre o autódromo. A paridade não poderia ser mais eloqüente: o trio Marc Gene/Alexander Wurz/David Brabham, com o Peugeot 908, e a dupla Olivier Panis/Nicolas Minassian, dividindo o segundo carro da Oreca Racing, igualaram a volta mais rápida da sexta-feira.

Apesar do início animador, Bruno se mostrou cauteloso na análise dos resultados da prática de 90 minutos. “O carro ainda está muito ruim no seco. Nas curvas de alta, como Blanchimont e Eau Rouge, a traseira está tão nervosa que dá até para assustar. Precisamos trabalhar bastante no acerto antes da sessão classificatória deste sábado”, avisou Bruno, que corre ao lado do monegasco Stéphane Ortelli e estreou na categoria de protótipos com o 3º lugar nos 1.000 Km da Catalunha (Espanha) em abril.

Se o rendimento com os pneus lisos chegou a preocupar, Bruno voltou a demonstrar toda a facilidade de ambientação ao piso molhado. “Para dizer a verdade, prefiro que chova. Hoje, estávamos muito bem quando tinha mais água no circuito. Nesses momentos, eu era um segundo mais rápido que o Panis. Sobre os Peugeot 908, a vantagem era ainda bem maior, três segundos”, comparou. No ano passado, Bruno conquistou a pole na Fórmula GP2 com pista molhada.

Embora reconhecendo que a classificação dos ensaios possa ser ilusória, Bruno acredita que os Peugeot 908 estão encontrando mais trabalho que o esperado. “Houve uma mudança na construção dos pneus Michelin e eles parecem estar em dificuldades com a tração e a aderência dos traseiros. De qualquer forma, vamos ter de esperar até amanhã. Aqui, é impossível fazer previsões sobre o tempo, porque pode acontecer de tudo no mesmo dia.”

O qualifying será realizado neste sábado das 8h55 às 9h15 pelo horário de Brasília. Cinqüenta e um carros, divididos em quatro classes – LMP1, LMP2, GT1 e GT2 –, estão participando da prova.

Os 10 mais rápidos de hoje:

1 – Marc Gene/Alexander Wurz/David Brabham, Peugeot 908 Hdi-FAP, 2min06s740 (198,946 km/h)
2 – Olivier Panis/Nicolas Lapierre, Courage-Oreca LC70-AIM, 2min06s740
3 – Bruno Senna/Stéphane Ortelli, Courage-Oreca LC70-AIM, 2min06s846
4 – Jean-Christophe Boullion/Christophe Tinseau, Pescarolo Judd, 2min06s930
5 – Nicolas Minassian/Christian Panegaud/Christian Klien, Peugeot 908 Hdi-FAP, 2min07s658
6 – Danni Watts/Nick Leventis/Peter Hardman, Ginetta Zytek, 2min07s860
7 – Harold Primat/Miguel Ramos/Darren Turner, Lola Aston Martin, 2min07s936
8 – Bruce Jouanny/João Barbosa, Pescarolo Judd, 2min10s050
9 – Thomaz Erdos/Mike Newton, Lola Mazda, 2min11s920
10 – Andrea Belicchi/Marcel Fassler/Nicolas Prost, Lola Aston Martin, 2min12s048

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *