Lucas Molo vai provar na Italia dia 23 o carro mais veloz da sua vida

Lucas Molo está sendo aguardado pela equipe italiana Racing Box para testar no autódromo de Misano, a 3 horas de Milão, à beira do Mar Adriático (centro norte da Itália) um fogoso Lola-Judd Coupé LMP2, de quase 500 cavalos, cabine totalmente fechada com ar condicionado, capaz de uma volta em Interlagos em 1’23”, perto do tempo do LMP1 e dos bólidos da Fórmula 1.

Lucas vai dar pelo menos 50 voltas ou 300 km, começando devagar para, aos poucos, ir dominando o possante Lola para, volta após volta, com algumas trocas de pneus, tentar cravar uma boa sequência de tempos competitivos.
“Lucas Molo reúne uma experiência considerável e as condições para tirar o máximo proveito da potencialidade do foguete e da sua agressividade, resistência e competitividade naturais em provas de longa duração”, resume o engenheiro Murilo Pilotto, preparador dos carros da escuderia Tekprom.
Essa experiência é fundamental para o bi-campeão brasileiro de Endurance (2004-2005) e vencedor dos 500 km de Interlagos (2006) tomar uma decisão importante na sua carreira : correr  em 2010 pelo menos uma e talvez duas  das 5 provas da Le Mans Series européia, que abre os testes oficiais nos dias 6, 7 e 8 de março em Paul Ricard, na França, e iniciar uma história de sucesso numa das maiores e mais espetaculares provas do automobiliosmo mundial.
“Estou mesmo ansioso para conhecer e explorar o carro mais rápido no qual jamais andei. Quero dominar os macetes gradativamente, volta a volta, ir ao limite da velocidade nas curvas, sentir a freada, enfim, fazer o Lola fluir na pista com a fúria de um potro selvagem e a leveza de uma garça”, sintetiza Lucas, com poesia.
A contagem regressiva do Lucas para a Le Mans Series começou na verdade em fins de 2009 através da prospecção de algumas equipes que correm na tradicional competição européia. Contatos que envolveram negociações financeiras e busca de patrocinadores no exterior. Finalmente, a escolha da Tekprom recaiu na Racing Box, ganhadora das 1.000 Milhas de Interlagos em 2005 com um Viper GT1, quando os executivos e pilotos da Tekprom e Racing Box se conheceram.
RACING BOX
A escuderia italiana, sediada em Novara, debutou em automobilismo em 1996 por iniciativa de Alberto Moioli e Luca Canni Ferrari.  Em 2009 ganhou a prova de Algarve, Portugal, e abiscoitou a 3ª. e 4ª.posições finais na Le Mans Series.
O chefe da Racing, Luca, prevê que Lucas vai se dar bem porque tem cancha, o carro é muito simples de guiar e permite ao piloto se sentir à vontade, exatamente como Lucas sonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *