Marcas e Pilotos: Pista molhada marca classificação do Paulista de Marcas

Muita luta e pontos importantes para Gabriel/ Diogo no Paulista. Problemas de câmbio e embreagem dificultaram trabalho da dupla no Paulista de Marcas.

A sétima etapa do Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos mais pareceu uma guerra para dupla do carro nº12, Gabriel Maia/Diogo Oliveira (Alpie/ MKTeMidia/ Trackday NDA Racing/ CM Soluções Informática/ GPNC/Bruno Mantovani / Velocidadeonline.com.br). Não foi somente a pista extremamente molhada e escorregadia que formaram os adversários para os pilotos, pequenos problemas também incomodaram os dois e o resultado final de ambos pode muito bem ser considerado uma vitória.

“Na primeira bateria larguei bem e vinha lutando para me aproximar dos ponteiros, meu câmbio ficou muito ruim durante a prova e terminei a última volta em quinta marcha. A pista também estava muito traiçoeira pelo óleo acumulado na pista, devido a corrida da Truck na última semana”, contou Gabriel.

A prefeitura, que administra o Autódromo José Carlos Pace (Interlagos), deveria ter lavado o circuito depois da F-Truck, mas não o fez, e isso somado a chuva tornou a pista muito escorregadia e perigosa. Todos pilotos reclamaram que a pista estava com muito óleo em vários pontos, e isso era visível até na linha de largada.

Gabriel largou muito bem e vinha em décimo no geral e sexto na Light. Lutava com Aleandro Fortunato, Claudio Roscoe, Thiago Sala e o carro da dupla Vicente/ Gustavo. Com paciência foi ganhando posições, inclusive com uma bela ultrapassagem por fora sobre Roscoe na escorregadia curva do Bico de Pato.

O câmbio, no entanto, começou a dar problemas e as marchas não engatavam corretamente, e assim ficou impossível para o piloto chegar nos concorrentes que iam a sua frente. No final vitória de Wanderson Freitas e Gabriel conquistou um excepcional sexto lugar na Light.

Na segunda vez foi a vez de Diogo Oliveira assumir os comandos do Chevrolet Corsa. A pista começou a secar, mas não ficou menos perigosa e muitos rodavam ao exagerar na tentativa de retardar os pontos de frenagem.

Diogo sabendo das condições tinha planejado não entrar em disputas desnecessárias, e levar o carro ao final. Seu intento vinha sendo cumprido à risca até a embreagem começar a dar sinais de estar inoperante.

“Tinha a certeza que ia lutar pelo pódio. Ai a embreagem começou a patinar e engatar as marchas virou uma tarefa de paciência, ainda assim consegui terminar em quinto e subimos ao pódio”, falou Diogo.

Para Gabriel/ Diogo o balanço apesar de tudo foi muito positivo. Eles relataram que o carro melhorou muito, e enfim conseguiram ajustar a injeção. A segunda bateria viu a vitória de Maurício Gallian na geral.

Resultado da 1ª bateria da 7ª etapa do Paulista de Marcas e Pilotos:
1 W. Freitas (S) 11 voltas em 26m52s223
2 Oliveira/ Spada Jr (L) a 4s229
3 Cristian Mohr (S) a 27s449
4 Piccolo/ Cavaleiro (S) a 32s412
5 Maurício Gallian (S) a 32s808
6 Aleandro Fortunato (S) a 43s348
7 Mauricio Morenilla Jr (L) a 46s575
8 Diego Augusto (L) a 48s962
9 Ricardo Lima (L) a 51s822
10 Thiago Sala  (L) a 55s360
11 Gabriel/ Diogo (L) a 1m02s461
12 Ricardo Levy/ Rik Levy (L) a 1m07s579
13 Claudio Roscoe (L) a 1m14s241
14 Michele Jesus (L) a 1m31s001
15 Vicente/ Gustavo (S) a 1m33s683
 
Resultado da 2ª bateria da 7ª etapa do Paulista de Marcas e Pilotos:
1  Maurício Gallian (S)11 voltas em 25m52s425
2 Cristian Mohr (S) a 0s168
3 Thiago Sala  (L) a 3s970
4 Mauricio Morenilla Jr (L) a 3s994
5 Vicente/ Gustavo (S) a 4s822
6 Ricardo Lima (L) a 17s744
7 Aleandro Fortunato (S) a 17s924
8 Diego Augusto (L) a 18s264
9 Gabriel/ Diogo (L) a 24s044
10 Claudio Roscoe (L) a 25s539
11 Ricardo Pavanelli (S) a 25s945
12 Ricardo Levy/ Rik Levy (L) a 26s683
13 Oliveira/ Spada Jr (S) a 26s948
14 Michele Jesus (L) a 58s295
15 Valter Sousa Jr (L) a 59s064

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *