Mercedes-Benz Challenge: Equilíbrio marca disputas pela pole no Velo Città

– Fernando Jr. abriu vantagem de 0s151 sobre José Vitte na CLA AMG Cup- Disputa na C 250 Cup foi ainda mais acirrada: 0s057 separaram os primeiros
– Marcos Paioli e Flavio Andrade formam a primeira fila na C 250 Cup

A estreia do Autódromo Velo Città no calendário do Mercedes-Benz Challenge está mesmo sendo marcada pelo equilíbrio. Depois de uma sexta-feira de tempos próximos e sem favoritos, o treino que definiu o grid de largada para a quarta etapa da temporada foi decidido nos centésimos de segundo. A corrida deste domingo, que começa às 10h50 e tem transmissão ao vivo pelo BandSports, não terá favoritos em nenhuma das duas categorias que fazem parte da competição.

Pela CLA AMG Cup, Fernando Jr. escreveu seu nome na história da categoria ao estabelecer a primeira pole position do Mercedes-Benz Challenge para este circuito. Com o tempo de 1min38s646, ele abriu 0s151 de vantagem para seu companheiro na equipe WCR, José Vitte. “A gente estava tranquilo e trabalhando para fazer uma boa tomada. Nosso objetivo era largar entre os cinco primeiros e conseguimos a pole, que nos garante um ponto a mais”, diz.

Embora a maior parte dos pilotos do grid tenha feito coro sobre a importância da pole position neste circuito, Fernando Jr. preferiu ser cauteloso ao avaliar suas chances para a prova deste domingo. “É importante estar na pole, pois você larga sem ninguém na frente, mas a corrida é longa e tem gente como o meu companheiro de equipe que também está com o carro rápido e tem condições de vir para a frente”, completa.

Depois de dominar a sexta-feira, José Vitte reconheceu que errou em sua volta ideal com pneus novos no momento decisivo deste sábado. Mesmo assim, o paulista se disse satisfeito com uma das vagas na primeira fila. “Infelizmente errei usando o meu primeiro jogo de pneus e perdi alguns décimos de segundo preciosos. Estudando a pista durante o segundo treino, percebi que é muito fácil errar aqui e as ultrapassagens deverão acontecer muito mais pelos erros dos adversários”, conclui.

Boa fase – terceiro colocado no grid de largada para a corrida de número três da temporada, o gaúcho Roger Sandoval repetiu a posição no treino classificatório para a quarta etapa. O gaúcho comemorou o resultado com a equipe e enfatizou a boa fase que ambos atravessam na temporada. “Como não conhecia a pista, usei bastante o simulador para treinar e notei que é um circuito seletivo, técnico e com poucos pontos de ultrapassagens. Por isso, é importante largar bem para fazer a diferença amanhã”, diz.

Primeira fila apertada – a disputa pela primeira fila na C 250 Cup foi ainda mais apertada do que na CLA AMG Cup no Velo Città. Por uma diferença de apenas 0s057, Marcos Paioli levou a melhor sobre Flavio Andrade e voltou a ser o protagonista dos treinos classificatórios da categoria. Ele garantiu a pole com um volta em 1min42s990. “É nos treinos que temos a oportunidade de fazer um bom acerto do carro, sempre com muita vontade de estar na frente e mostrar o melhor trabalho. É isso que nos motiva”, conta.

Os dois ponteiros da C 250 Cup, reconheceram as dificuldades impostas pelo seletivo traçado do Autódromo Velo Città, que chegou a ser colocado por Paioli na posição de melhor do Brasil. “É um autódromo extremamente técnico, as curvas não têm inclinação, com saídas cegas. Talvez seja, em termos técnicos e de conservação, o melhor autódromo do Brasil se não for da América Latina”.

Em sua melhor posição de largada na carreira, Flavio Andrade admitiu que fará uma largada cautelosa. Ele espera uma disputa particular com a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk, mas acredita que a prova só será mesmo decidida no final. “Esta será a primeira vez que vou largar da primeira fila, quero até ver como é a sensação. Como estamos mais rápidos do que o restante do grupo, vou tentar pegar a referência do Paioli e ver o que acontece no final”, conta.

Grid de largada AMG CLA Cup:

1) Fernando Júnior, 1min38s646
2) José Vitte, 1min38s797
3) Roger Sandoval, 1min38s849
4) Betão Fonseca, 1min38s869
5) Raijan Mascarello, 1min38s950
6) Luiz Carlos Ribeiro, 1min38s984
7) Fabio Escorpioni, 1min39s073
8) Adriano Rabelo, 1min39s301
9) Renato Braga, 1min39s346
10) Pierre Ventura, 1min39s567
11) Arnaldo Diniz, 1min39s595
12) Danilo Pinto, 1min39s930
13) Paulo Varassin, 1min40s041
14) Lorenzo Varassin, 1min40s219
15) Fernando Amorim, 1min40s390

Grid de largada C 250 Cup:

1) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 1min42s990
2) Flavio Andrade, 1min43s047
3) André Moraes Jr., 1min43s443
4) Peter Michael Gottschalk, 1min43s473
5) Claudio Simão, 1min43s712
6) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel, 1min43s736
7) João Lemos, 1min44s267
8) Cello Nunes, 1min44s818
9) Alexandre Navarro, 1min44s966
10) Beto Rossi, 1min45s344
11) Carlos Machado, 1min45s443
12) Luiz Barcellos, 1min45s652
13) Bruno Alvarenga, 1min45s920
14) Ciro Lobo/Fabio Peterson, 1min46s458
15) Carlos Alberto Guilherme/Sergio Kuba, 1min47s083

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *