Mercedes-Benz Grand Challenge: Márcio Campos fatura corrida e amplia liderança do campeonato


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Quinta etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge foi realizada no Velopark

O piloto Márcio Campos, da equipe Sicredi Racing, faturou a etapa deste domingo (28) do Mercedes-Benz Grand Challenge no Autódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul. Com o resultado, o gaúcho somou ao lado de sua dupla e pai, João Campos, a sétima vitória da temporada na briga pelo título. Fernando Jr, pela WCR, chegou em segundo e Neto De Nigris, da De Nigris Europamotors, em terceiro. Os Mercedes C250 Turbo agora retornam nos dias 16, 17 e 18 de novembro em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Com 168 pontos no campeonato, Márcio Campos festejou bastante a vitória no Velopark. “Hoje foi uma vitória suada e que ganhei na concentração”, disse após a corrida. “Estava muito quente dentro do carro e tive que manter um ritmo forte durante umas 20 voltas, felizmente o acerto estava bom e estou feliz pelo resultado, foi uma das corridas mais constantes que já fiz. Conseguimos abrir para 40 pontos vantagem na liderança”, completa o gaúcho.

“Porém este número não representa o equilíbrio do campeonato. Ainda temos mais três etapas até o final do ano, mais 120 pontos em disputa, fora o descarte, por isso acredito que nada esteja definido”, encerra o parceiro de João Campos. Segundo colocado na prova, e no campeonato com 128 pontos, Fernando Jr lamentou os resultados finais conquistados em um fim de semana que prometia ser bem melhor.

“Depois de dominar todos os treinos na sexta e ainda garantir a pole para a corrida de ontem admito que este acabou não sendo o fim de semana que eu esperava. Cometi um erro e fui punido por isso, mas hoje consegui fazer uma boa prova, mesmo com o carro estando instável no começo. Fui ultrapassado pelo Márcio de forma limpa e cheguei em segundo. Aprendi bastante com este fim de semana, a briga pelo título está difícil, mas não vou desistir”, destaca.

Terceiro do dia e na disputa do campeonato com 118 pontos, Neto De Nigris ressaltou o bom resultado na casa dos seus principais rivais. “Começamos bem o fim de semana, mas na hora do classificatório apostamos em um acerto novo que deu errado, desta forma acabei tendo problemas na corrida de ontem, mas hoje já foi bem melhor. Consegui andar forte e só cheguei atrás dos dois pilotos que dominam esta pista, por isso estou satisfeito e vou continuar acelerando até o final”, completa De Nigris.

Com a quinta etapa da temporada encerrada a disputa do título apresenta, além dos três primeiros, Márcio e João, Fernando Jr e Neto de Nigris, tem Cesare Marrucci em quarto com 116, prometendo uma grande disputa também pelo segundo lugar. Agora, os Mercedes C250 Turbo retornam nos dias 16, 17 e 18 de novembro para a sexta etapa em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Confira o resultado final da corrida do Velopark e a classificação do campeonato.

PS N° C Nome Vts Tempo Total Dif Gap Melhor na Média
1° 31 Marcio Campos 0028 30:38.381 1:04.581 20 126,985
2° 98 Fernando Junior 0028 30:39.913 1.532 1.532 1:04.632 17 126,885
3° 11 Neto de Nigris 0028 30:40.658 2.277 0.745 1:04.569 10 127,008
4° 99 Edson Coelho Jr 0028 30:42.038 3.657 1.380 1:04.595 11 126,957
5° 35 Rubens Tilkian 0028 30:43.183 4.802 1.145 1:04.593 20 126,961
6° 60 Cesare Marrucci 0028 31:03.433 25.052 20.250 1:05.108 6 125,957
7° 77 Arnaldo Diniz Fo 0028 31:05.491 27.110 2.058 1:05.551 23 125,106
8° 21 Peter Gottschalk 0028 31:09.719 31.338 4.228 1:05.446 19 125,306
9° 25 Renato Camargo 0028 31:10.974 32.593 1.255 1:05.095 11 125,982
10° 12 Leo de Nigris 0028 31:31.312 52.931 20.338 1:05.748 9 124,731
11° 36 Humberto Santos 0028 31:33.544 55.163 2.232 1:05.974 26 124,304
12° 73 Michelle de Jesus 0021 27:06.792 7 Laps 7 Laps 1:05.385 19 125,423
13° 88 Amorim Junior 0014 16:00.524 14 Laps 7 Laps 1:04.761 14 126,632
14° 111 Peter G. Jr 0010 12:58.603 18 Laps 4 Laps 1:07.206 9 122,025
15° 55 Roberto Santos Sem Tempo

1º) Márcio Campos/João Campos, 168 pontos;
2º) Fernando Júnior, 128 pontos;
3º) Neto de Nigris, 118;
4º) Cesare Marrucci, 116;
5º) Rubens Tilkian, 82;
6º) Leo de Nigris, 81;
7º) José Fernando Amorim Júnior, 59;
8º) Arnaldo Diniz Filho, 57;
9º) Michelle de Jesus, 55;
10º) Beto Rossi, 49
11º) Sérgio Martinez, 47;
12º) Renato Camargo, 45
13º) Carlos Kray, 44;
14º) Edson Júnior, 43;
15º) Alexandre Papazissis/Beto Santos, 42;
16º) Sérgio Chamon, 40;
17º) Rafael Zapelini/Luis Carlos Zapelini, 36;
18º) Peter Gottschalk Junior, 32;
19º) Marcos Paioli, 29;
20º) Peter Michel Gottschalk, 26;
21º) Roberto Santos, 22;
22º) Rodrigo Miguel, 17;
23º) Betão Fonseca, 15;
24º) Roberto Maggi, 6;
24º) Jorge Temake/Paulo Yamamoto, 2

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *