Mercedes-Benz Grand Challenge: Márcio Campos vence e dispara na liderança do campeonato

Piloto dominou o fim de semana em parceria com o pai, João Campos

Márcio Campos, parceiro de pilotagem do pai, João Campos, venceu a prova do Mercedes-Benz Grand Challenge deste domingo (28) em Interlagos. Somando com o primeiro lugar alcançado pelo pai na véspera, os dois dispararam no campeonato, com 97 pontos. Eles têm 25 a mais do que Neto De Nigris, vice-líder, que abandonou a corrida. Marcelo Hahn e Fábio Delamuta, ambos sem disputar a última etapa, em Curitiba, ficaram em segundo e terceiro.

Sem nunca ter pilotado em Interlagos, Márcio Campos acredita que a troca de experiência com o pai, João Campos, foi fundamental para o resultado. “Para quem viu a corrida, pode ter parecido fácil, mas o final de semana foi muito difícil. A cada treino eu ia melhorando na pista e para isso meu pai foi fundamental. Trocamos informações a cada sessão, de cada parte da pista, e por isso consegui esta vitória. Até o final do ano tenho outras pistas para aprender, mas estamos muito bem”, falou.

Após uma etapa de ausência, Marcelo Hahn comemorou o fato de retornar com um segundo lugar. “Infelizmente, não consegui correr em Curitiba, o que me prejudicou na disputa do campeonato. Aqui em Interlagos as coisas não começaram bem, tivemos que trabalhar duro para conseguir este pódio. Estou feliz pelo resultado, mas agora a corrida pelo título está bem difícil. De qualquer forma, estou gostando e muito feliz”, disse Marcelo Hahn.

Também sem disputar as duas corridas da etapa passada, em função de um acidente, Fábio Delamuta destaca que foi um final de semana de superação. “A equipe não conseguiu restaurar o carro depois do acidente em Santa Cruz do Sul, perdemos uma etapa, mas voltamos agora. Começamos com problemas, solucionamos e fiz a corrida focando em dar meu melhor. Larguei em 18º, consegui passar alguns carros no início e conquistei este pódio. Agora vamos para cima em busca do campeonato”, falou.

O RESULTADO FINAL EM INTERLAGOS

1º) 31 – Marcio Campos ( , RS), 15 voltas
2º) 16 – Marcelo Hahn ( , SP), a 12.995
3º) 8 – Fábio Delamuta ( , SP), a 29.816
4º) 77 – Arnaldo Diniz Fº ( , SP), a 41.998
5º) 6 – Rodney Felicio ( , SP), a 49.843
6º) 47 – Carlos Napolitano ( , SP), a 56.320
7º) 24 – Michael Bamberg ( , SP), a 56.956
8º) 12 – Leo De Nigris ( , SP), a 1:00.504
9º) 111 – Peter Gottschalk Jr ( , SP), a 1:22.418
10º) 76 – Eduardo Marçon ( , SP), a 1:25.592
11º) 15 – Caito Vianna ( , SP), a 1:35.005
12º) 55 – Roberto Santos ( , SP), a 1 volta
13º) 28 – Sergio Martinez ( , SC), a 1 volta
14º) 88 – José F.Amorim Jr. ( , SP), a 4 voltas
15º) 13 – Alexandre Zaninotto ( , SP), a 5 voltas
16º) 21 – Peter M.Gottschalk ( , SP), a 5 voltas
17º) 44 – Cesar Marrucci ( , SP), a 7 voltas
18º) 60 – Carlos Fonseca ( , SP), a 9 voltas
19º) 11 – Neto De Nigris ( , SP), a 10 voltas

A CLASSIFICAÇÃO EXTRA-OFICIAL DO CAMPEONATO (APÓS 8 DE 16 CORRIDAS)

1º) Marcio Campos/João Campos – 97 pontos
2º) Neto De Nigris – 72
3º) Marcelo Hahn – 67
4º) Arnaldo Diniz Filho – 63
5º) Rodney Felício – 61
6º) Peter M. Gottschalk – 29
7º) Beto Fonseca – 25
8º) Alexandre Zaninotto – 24
8º) Peter Gottschalk Jr./Zizi Paioli – 24
8º) Leo De Nigris – 24
11º) Sérgio Martinez – 22
11º) Césare Marrucci – 22
13º) Leandro Romera – 17
14º) Roberto Rossi – 16
15º) Fábio Delamuta – 15
16º) Amorim Jr. – 14
16º) Abramo Mazzochi – 14
18º) Fábio Ebrahim – 10
19º) Beto Napolitano – 9
20º) Michael Bamberg – 8
21º) Marcelo Cesquim – 7
22º) Walter Coutinho – 5
23º) Roberto Santos – 3
23º) Marcos Ramos – 3
25º) Eduardo Marçon – 1
25º) Caíto Vianna/Marcelo Rodrigues – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *