MINI Challenge Brasil: Genz é 100% em Curitiba

Melhor nos treinos livres, pole position e três vitórias em fim de semana perfeito na capital paranaense

O gaúcho Vitor Genz, de 23 anos, registrou um fim de semana perfeito em todos os treinos e corridas da rodada tripla que o MINI Challenge realizou neste domingo (15) no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, cidade situada nos arredores da capital paranaense. Com precisão implacável, Genz foi o melhor em todos os treinos livres, cravou a pole e ainda conquistou a pontuação máximo possível ao vencer as três provas. 0 gaúcho, que chegou a Curitiba na vice-liderança, agora soma 124 pontos no primeiro lugar da tabela, com o paulista Raphael Abbate no segundo posto, 24 pontos atrás. A boa surpresa do fim de semana foi o desempenho do novato paulista Yuri Alves, de 24 anos, que conquistou dois segundos lugares e protagonizou uma esquentada briga com Abbate pelo terceiro lugar da última corrida.

Na prova de encerramento, novamente Genz largou com precisão – e manteve a qualidade da pilotagem durante o restante da prova. Tanto que, segundo o piloto, a concentração no desempenho foi seu principal trunfo. “O (José Mário) Castilho estava muito rápido”, disse ele sobre o segundo colocado na corrida. “Ele chegou e começou a pressionar, mas eu vinha com o objetivo de manter minhas voltas bastante regulares – e consegui isso por que via no painel que meu tempo variava apenas um décimo para cima ou para baixo em cada volta. Acho que isso me ajudou muito, pois o Castilho veio forte e depois ficou para trás, talvez por que tenha desgastado muito os pneus para chegar em mim”.

Manobra decisiva – A briga pelo terceiro lugar também foi muito emocionante. Raphael Abbate pressionou o tempo todo Yuri Alves, que se defendeu como pôde dos sucessivos ataques do rival. Com a briga, a dupla acabou permitindo a aproximação de um grupo formado por Franco Giaffone, Rodrigo Hanashiro e Cristian Mohr, que passaram a participar da disputa. Na última volta, Abbate tentou mais uma vez uma manobra de superação na segunda perna do esse de baixa velocidade. E foi o lance decisivo: “Eu já o tinha passado, mas ele me fechou e se eu não ‘tiro o pé’ nós íamos bater feio”, disse o vice-líder.

Atento e bem próximo ao duelo, Franco Giaffone aproveitou para tomar a posição de Raphael. “Tirando esse incidente, tivemos uma corrida muito boa, com todos os carros andando no mesmo ritmo”, continuou Abbate. Yuri Alves se defendeu: “Se ele colocou o carro ao meu lado, sinceramente não vi”, disse Alves, piloto que mais pontuou no final de semana, depois de Vitor Genz. O novato Yuri lamentou não ter conseguido um acerto melhor para a última prova: “Acho que errei na pressão dos pneus. Mas isso faz parte do aprendizado. O pessoal tem muito mais experiência do que eu, então eu ainda tenho o que aprender em termos de acerto”, avaliou.

Como sempre, a corrida do MINI Challenge foi repleta de lances emocionantes, com os carros andando muito próximos e até “trocando tintas” – como dizem os pilotos ao se referirem a situações nas quais chegam a raspar a lataria. Mas o lance mais tenso aconteceu logo na primeira volta, quando os carros de Rolf Gemperli e Oswaldo Scheer se tocaram, também no esse de baixa velocidade – que, apesar de não ser o trecho mais veloz da pista, foi palco de boa parte dos lances decisivos da corrida. No incidente, Scheer ganhou impulso lateral. Seu carro se equilibrou inicialmente nas duas rodas da esquerda, mas logo começou a capotar sucessivamente. O piloto foi imediatamente socorrido e não sofreu ferimentos. Gemperli abandonou na volta seguinte.

A próxima rodada tripla do MINI Challenge acontece nos dias cinco e seis de maio, no Velopark (RS). Confira os resultados de Curitiba e também a classificação do campeonato:

1ª corrida da rodada tripla em Curitiba:
1º) Vitor Genz, 16 voltas em 27min47s066
2º) Yuri Alves, 27mini48s258
3º) José Mário de Castilho, 27min49s489
4º) Rodrigo Hanashiro, 27min49s831
5º) Kreis Júnior, 27mini52s078
6º) Raphael Abbate, 27min52s393
7º) Rolf Gemperli, 27min52s944
8º) Gabriel Correa, 27min53s651
9º) Matheus Wolfart, 28min46s855 (14 voltas)
10º) Aleandro Fortunato, 23min02s409 (13 voltas)

2ª corrida:
1º) Vitor Genz, 16 voltas em 26min59s957
2º) Yuri Alves, 27mini00s471
3º) Luis Matheus Castro, 27min00s671
4º) Rodrigo Hanashiro, 27min01s507
5º) Raphael Abbate, 27min02s052
6º) Franco Giaffone, 27min12s380
7º) Kreis Júnior, 27min15s924
8º) Christian Mohr, 27min18s331
9º) Aleandro Fortunato, 27min19s129
10º) Rolf Gemperli, 27min19s656
11º) Adriano Amaral, 27min27s960
12º) Carlos Taurisano, 27min36s822
13º) Luiz Augusto Alves, 27min44s341

3ª corrida:
1º) Vitor Genz, 17 voltas em 27min05s837
2º) José Mário de Castilho, 27min06s721
3º) Yuri Alves, 27mini10s924
4º) Franco Giaffone, 27min11s092
5º) Raphael Abbate, 27min11s504
6º) Rodrigo Hanashiro, 27min11s971
7º) Christian Mohr, 27min14s029
8º) Wanderson de Freitas, 27min17s514
9º) Marcel Wolfart, 27min27s324
10º) Gabriel Corrêa, 27min27s357
11º) Kreis Júnior, 27min28s084
12º) Raphael Reis, 27min28s500

Classificação do MINI Challenge após duas rodadas triplas (ou seis corridas):
1) Vitor Genz, 124
2) Raphael Abbate, 100
3) Yuri Alves, 74
4) José Mário de Castilho, 68
5) A. Fortunato/W. Freitas, 66
6) Rodrigo Hanashiro, 56
7) Kreis Júnior, 47
8) Rolf Gemperli, 43
9) A. Amaral/M. Wolfart, 41
10) Eduardo Scheer, 40
11) Gabriel Correa, 38
Cristian Mohr, 38
13) Luis Matheus de Castro, 36
14) Zander Fabio, 29
Furlanetto/Castro/Augusto, 29
16) Franco Giaffone, 24
17) Rafael de Sá/Carlos Taurisano, 21
18) Luis Augusto, 11
19) Oswaldo Scheer, 2

(Resultados sujeitos a alteração)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *