MotoGP: Andrea Dovizioso revela que não pediu para ser beneficiado em Sepang

Andrea Dovizioso revelou que não pediu passagem para Jorge Lorenzo no circuito de Spang, no último sábado. Vencedor na Malásia, o italiano contou que a ordem da Ducati para que seu companheiro espanhol se deslocasse para o canto não partiu dele.

Com a possibilidade de arrancar o título do também espanhol Marc Márquez no GP de Valência, o último do calendário da MotoGP, Dovi fez questão de ressaltar o espírito esportivo. Na prova do último final de semana, ele terminou na primeira colocação após o então líder Lorenzo se dirigir para o canto da pista, após receber uma mensagem dos diretores.

“Eu não sei nada sobre isso (a mensagem dos diretores), porque eu não sou um piloto político”, declarou o vice-líder do campeonato.

“Eu não sou desses que fala com os chefes sobre essas coisas. Eu sou um esportista, e a vitória tem que ser conquistada na pista. Não pedi nada à Ducati”, acrescentou.

Após a corrida, o próprio Lorenzo ressaltou que não fez a manobra por conta da ordem enviada dos boxes. O piloto contou que sequer tinha visto a mensagem na hora e que cedeu a posição por conta de uma perda de concentração momentânea.

O triunfo em Sepang, junto do quarto lugar de Márquez, fez com que Dovizioso ficasse a 21 pontos do rival da Ducati e adiasse a decisão do título. Para conseguir arrancar o troféu das mãos da Formiga Atômica, o italiano terá que chegar em primeiro e torcer para o oponente não passar do 14º lugar. O GP de Valência será disputado no dia 12 de novembro.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *