MotoGP: Copiando a F-1, Yamaha apresenta nova moto via internet

A política de corte de custos que vem marcando a Fórmula 1 também chegou com tudo à MotoGP. Nesta segunda-feira, a Yamaha repetiu as atitudes tomadas por Toyota e Ferrari no automobilismo e apresentou sua nova moto via internet.

A nova YZR-M1 foi mostrada oficialmente ao público em um vídeo postado nos sites oficiais da escuderia japonesa e da categoria. Além disso, fotos e outros detalhes da moto também foram divulgadas à imprensa.

Chefe da parte da equipe cujo foco é Valentino Rossi, Davide Brivio assumiu a meta de defender os títulos mundiais conquistados em 2009.

“Em 2008 vencemos tudo: o título de Construtores, de Pilotos e dos Times, e isso provocou uma grande motivação e reação nos pilotos e nas fábricas rivais. Eles devem ter trabalhado na produção de uma moto para nos bater, e faremos o mesmo”, disse o dirigente italiano. “Isso é legal para o esporte, com os fãs e os jornalistas fazendo julgamentos e previsões para a temporada”.

Representante do quórum que trabalha especificamente para Jorge Lorenzo, visto que existe um ‘muro’ entre os dois fortes pilotos da Yamaha, Daniele Romagnoli assegurou que as especificações da moto de 2009 não mudam muito na comparação com a do ano passado.

“Em 2008 tivemos muito sucesso, então não havia razão para mudar o conceito. Mudando para os pneus Bridgestone durante a temporada passada (Lorenzo começara o campeonato com os Michelin), é claro que eram necessários alguns ajustes, mas já experimentamos nos últimos testes diferentes geometrias, que melhoraram a aceleração nas curvas”.

Para Rossi, nova moto é melhor que a antiga: Confiante na possibilidade de manter o domínio na MotoGP com o hexacampeonato da categoria, Valentino Rossi garantiu que a YZR-M1 é ainda mais veloz que a Yamaha M1, com a qual venceu nove das 18 corridas disputadas em 2008.

“Já provei o protótipo em Valência e, sobretudo, em Jerez de la Frontera e fui muito veloz. A moto melhorou, e consegui ser mais rápido até na comparação com nossa última versão”, afirmou o piloto italiano. “Portanto estou muito confiante mesmo que o trabalho esteja só no início, e devemos evoluir ainda nestes meses antes de abril. Estamos trabalhando muito no motor para termos mais velocidade, a área sobre a qual devemos mais nos concentrar”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *