MotoGP: Jorge Lorenzo vence em Le Mans e reassme a liderança do campeonato

O espanhol Jorge Lorenzo, da Yamaha, venceu no domingo (17/05), o GP da França, em Le Mans, 4ª etapa da temporada. O italiano Marco Melandri, da Kawasaki Hayate, foi o segundo, com o espanhol Daniel Pedrosa, da Honda HRC, completando o pódio.

Com água em algumas partes do circuito francês, a direção da prova obrigou os pilotos a largarem com pneus para pista molhada. Lorenzo, depois de ser avisado por um comissário de que tinha alinhado sua Yamaha em local errado, perdeu a segunda posição na largada, para o australiano Casey Stoner, da Ducati. Depois de recuperar a posição, Lorenzo assumiu a liderança antes do final da primeira volta, ao superar o pole-position, e desafeto, Pedrosa.

Com a pista secando, os pilotos foram para os boxes trocar de moto (estas equipadas com pneus para pista seca). O primeiro a parar foi o italiano Valentino Rossi, parceiro de equipe de Lorenzo, no final da quinta volta. Contudo, em um local ainda levemente molhado, o pentacampeão caiu depois de perder o controle de sua moto. Lorenzo foi um dos últimos a parar, retornando com folga a liderança, graças à vantagem adquirida com os pneus de chuva.

Depois de 28 voltas percorridas, Lorenzo recebeu a bandeirada com 17 segundos de vantagem sobre Melandri, que conquistou um grande resultado para a Kawasaki, equipe que chegou a deixar a MotoGP no final do ano passado, devido a crise econômica mundial. Depois de um belo duelo, Pedrosa superou o seu parceiro de equipe, o italiano Andrea Dovizioso, na última volta, para terminar em 3º.

Stoner foi o 5º, com Rossi, duas voltas atrasado, o 16º.

Pedrosa é novamente líder da temporada, com 66 pontos, dois a mais do que Rossi e Stoner.

A próxima etapa acontece em Mugello, na Itália, no dia 31 de maio.

Sete Gibernau é operado

O espanhol Sete Gibernau, que se acidentou no segundo treino livre de sábado (16/05), sofrendo uma fratura na clavícula esquerda, será operado nesta segunda-feira, na Clínica Dexeus, em Barcelona. Uma placa de titânio deverá ser colocada no local da lesão. 

Grid:

1 – Dani Pedrosa (Honda) – HRC – 1’33”974
2 – Jorge Lorenzo (Yamaha) – Yamaha – 1’33”979
3 – Casey Stoner (Ducati) – Ducati – 1’34”049
4 – Valentino Rossi (Yamaha) – Yamaha – 1’34”106
5 – Andrea Dovizioso (Honda) – HRC – 1’34”300
6 – Colin Edwards (Yamaha) – Tech 3 – 1’34”330
7 – Chris Vermeulen (Suzuki) – Suzuki – 1’34”676
8 – Loris Capirossi (Suzuki) – Suzuki – 1’34”839
9 – Marco Melandri (Kawasaki) – Hayate – 1’35”008
10 – Randy De Puniet (Honda) – LCR – 1’35”399
11 – Toni Elias (Honda) – Gresini – 1’35”431
12 – James Toseland (Yamaha) – Tech 3 – 1’35”524
13 – Nicky Hayden (Ducati) – Ducati – 1’35”682
14 – Mika Kallio (Ducati) – Pramac – 1’35”741
15 – Yuki Takahashi (Honda) – JiR – 1’35”774
16 – Alex De Angelis (Honda) – Gresini – 1’35”785
17 – Niccolò Canepa (Ducati) – Pramac – 1’36”136

Não classificado:

Sete Gibernau (Ducati) – Hernando

Final:

1 – Jorge Lorenzo (Yamaha) – Yamaha – 28 voltas em 47m52s678
2 – Marco Melandri (Kawasaki) – Hayate – 17”710
3 – Dani Pedrosa (Honda) – HRC – 19”893
4 – Andrea Dovizioso (Honda) – HRC – 20”455
5 – Casey Stoner (Ducati) – Ducati – 30”539
6 – Chris Vermeulen (Suzuki) – Suzuki – 37”462
7 – Colin Edwards (Yamaha) – Tech 3 – 40”191
8 – Loris Capirossi (Suzuki) – Suzuki – 45”421
9 – James Toseland (Yamaha) – Tech 3 – 50”307
10 – Toni Elias (Honda) – Gresini – 53”218
11 – Alex De Angelis (Honda) – Gresini – 53”550
12 – Nicky Hayden (Ducati) – Ducati – 56”647
13 – Yuki Takahashi (Honda) – JiR – 56”688
14 – Randy De Puniet (Honda) – LCR – 1’11”299
15 – Niccolò Canepa (Ducati) – Pramac – 1’15”385
16 – Valentino Rossi (Yamaha) – Yamaha – 2 voltas

Abandonos;

11 giri – Mika Kallio (Ducati) – Pramac – 11 voltas

Não largou:
Sete Gibernau (Ducati) – Hernando

Volta mais rápida: Dani Pedrosa (Honda) – HRC – 1’35”045

Campeonato:

1. Lorenzo 66 pontos; 2. Rossi e Stoner 65; 4. Pedrosa 57; 5. Melandri e Dovizioso 43; 7. Edwards 35; 8. Vermeulen 31; 9. Capirossi 27; 10. De Puniet 26.

Construtores:

1. Yamaha 95; 2. Ducati 65; 3. Honda 63; 4. Suzuki 43; 5. Kawasaki 38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *