Nascar: Nascar pode perder até seis patrocínios

Uma das competições mais afetadas pela crise financeira mundial, a Nascar pode perder até seis patrocínios para a próxima temporada. Além dos acordos já rompidos com Domino’s Pizza, Enterprise, Home Depot e Kodak, a maior categoria automobilística dos Estados Unidos também pode perder a Sony e a DuPont.

O panorama sombrio define o efeito da crise financeira mundial na Nascar, que sempre se apoiou no patrocínio de grandes empresas e agora vê as parceiras à beira da falência. “As companhias estão deixando o esporte totalmente. Todas elas tiveram anos ruins, e estão tentando reduzir seus orçamentos”, disse Jim O’Connell, vice-presidente de marketing corporativo da categoria.

No cenário atual, a Nascar fica com “apenas” 38 parceiros oficiais de diversas áreas, um número muito baixo para o histórico da competição, que chegou a passar de 45 nos seus melhores anos.

Das parceiras que estavam em fase final de contrato, somente Craftsman, Office Depot, Tylenol, Mars e Unilever já renovaram seus compromissos. A situação só se anuvia um pouco com a notícia de que as duas últimas devem abrir mais espaços em seus comerciais para a Nascar, já que consideram satisfatório o resultado do acordo.

“Essa ‘promoção’ nos dá uma plataforma maior e uma grande oportunidade de falarmos com todos os nossos fãs. Um contrato com a Nascar ajuda a reafirmar qualquer marca e fazê-la mais autêntica”, disse Phillip Grieco, diretor de marketing esportivo e patrocínio da fabricante de doces Mars, que deve estampar a marca M&M em 2009.

Para compensar as perdas, a Nascar já negocia as mesmas propriedades com outras companhias. A tratativa mais adiantada é com a Lowe’s, que substituiria a Home Depot em ferramentas domésticas, estampando a marca Kobalt.

Fonte: Máquina do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *