NASCAR Nationwide Series: A.J.Allmendinger vence em Road America

A.J.Allmendinger (Ford) venceu neste sábado (22/06), a Johnsonville Sausage 200 presented by Menards, em Road America, 14ª etapa da NASCAR Nationwide Series, e primeira do ano em circuito misto. Foi a primeira vitória de Allmendinger na categoria. Justin Allgaier (Chevrolet) e Parker Klingerman (Toyota) completaram os três primeiros.

Pilotando o carro #22 da Penske Racing, Allmendinger alinhou na pole-position, e liderou 29, das 55 voltas disputadas (cinco além do programado).

Allmendinger liderou as sete primeiras voltas, quando foi ultrapassado por Billy Johnson (Ford). Sete voltas depois, Allmendinger perdeu várias posições, quando seu carro ficou parado no pit. Kligerman assumiu a ponta, até levar um toque de Owen Kelly (Toyota), na 19ª volta. Kelly assumiu a liderança.

Na metade da prova, Allmendinger reassumiu a liderança, a pouco depois Kelly teve pane seca, perdendo várias posições.

Faltando 13 voltas para o final, Allmendinger levou um toque de Johnson, dando uma escapada da pista, e perdendo a liderança. Oito voltas depois, o piloto da Penske deu o troco no piloto da Roush Fenway Racing, com Allgaier aproveitando para assumir a ponta. Pouco depois, Jeremy Clements (Chevrolet) provocou a quinta bandeira amarela. Allmendinger reassumiu a ponta.

Na relargada na 47ª volta, Kelly acertou o líder do campeonato, Regan Smith (Chevrolet), que foi em direção a Johnson e John Young (Dodge). Com Young parado na pista, a sexta amarela foi agitada, com a prova indo para o tempo extra.

Com a bandeira verde agitada, Kelly voltou a provocar um acidente, acertando Michael McDowell (Toyota), na disputa pelo terceiro lugar. McDowell ficou parado na grama, com a amarela sendo novamente agitada.

Com a relargada, para mais duas voltas em bandeira verde, Allmendinger manteve a ponta, enquanto muitos ficavam pela pista com problemas no motor, pane seca ou rodadas. Allmendinger venceu pela primeira vez, após nove provas disputadas na categoria (desde 2008 ele não disputava a NNS).

No ano passado, Allmendinger era piloto da Penske na Sprint Cup, quando foi suspenso por doping, e pouco depois dispensado pela equipe.

Allgaier foi o segundo. Klingerman, que foi a primeira vitima de Kelly (australiano, filho de um ex-piloto da NASCAR, e com mais de dez temporadas no V8 Supercars Australia, tenta fazer carreira na NASCAR), ao levar um toque quando liderava na 19ª volta, conseguiu uma ótima recuperação, ao terminar em terceiro, após cair para a 28ª posição.

Kelly ainda terminou em quarto, seguido por Sam Hornish Jr (Ford). Brian Vickers (Toyota), Kyle Larson (Chevrolet), Cole Whitt (Toyota), Elliot Sadler (Toyota) e Austin Dillon (Chevrolet) fecharam os dez primeiros.

Vencedor da prova no ano passado, o brasileiro Nelsinho Piquet (Chevrolet) andou entre os primeiros colocados no começo. Mas pouco antes da metade da prova, um choque com Brian Scott (Chevrolet) danificou o seu carro, comprometendo o desempenho. Nas voltas finais também se envolveu em um toque com Max Papis (Chevrolet). Terminou na 21ª posição.

Líder do campeonato, Regan Smith bateu na volta final. Terminou na 32ª posição.

O acidente mais estranho aconteceu com     Kenny Habul (Toyota), que saiu da pista, e colheu diversas placas de sinalização.

Após a prova, Papis, muito nervoso com um acidente envolvendo Johnson, deu um tapa no piloto da Roush Fenway Racing, que ainda vestia o capacete. Os dois disputam regularmente a temporada da Grand-am.

Johnson aceitou a responsabilidade pelo acidente, enquanto Papis declarouvque deveria ter dado o tapa na garagem, e não no pit road.

Allmendinger liderou 29 voltas, Johnson dez, Kelly oito, Kligerman quatro, Hornish Jr. duas, Allgaier e James Busecher uma cada.

Smith lidera o campeonato com 507 pontos, 31 a mais do que Allgaier. Piquet com 359 ocupa a 13ª posição.

A próxima etapa acontece no dia 28 de junho, no Kentucky Speedway.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *