NASCAR Sprint Cup: Matt Kenseth vence em Darlington

Matt Kenseth (Joe Gibbs Toyota) venceu na noite de sábado (11/05), a a Bojangles’ Southern 500, no Darlington Raceway, 11ª etapa da NASCAR Sprint Cup Series. Foi a terceira vitória de Kenseth no ano e 27ª na categoria. Denny Hamlin (Joe Gibbs Toyota) e Jeff Gordon (Hendrick Chevrolet) completaram o pódio.

Kenseth assumiu a ponta em definitivo, na 355ª, de 367 voltas, superando seu parceiro de equipe, Kyle Busch, que dominava a prova, mas perdeu rendimento no final. Kenseth recebeu a bandeirada com 3s155 de vantagem sobre Hamlin.

No meio da semana, a NASCAR aceitou o apelo da JGR, e reduziu drasticamente a punição imposta a equipe e Kenseth, pelas infrações cometidas no motor, após a vitória de Kenseth no Kansas, em abril. A Toyota admitiu a culpa pelo erro.

Jason Ratcliff, chefe de equipe de Kenseth, também teve a pena reduzida, e retorna na próxima etapa. Em Darlington, Wally Brown foi o chefe de equipe.

Hamlin, em sua primeira prova completa, após o forte acidente em Fontana, terminou em segundo. Fazendo a sua 700ª prova na categoria, Gordon foi o terceiro.

Líder do campeonato, Jimmie Johnson (Hendrick Chevrolet) foi o quarto, seguido por Kevin Harvick (Childress Chevrolet).

Líder em 265, das 367 voltas disputadas, Kyle Busch perdeu rendimento nas 30 voltas finais em bandeira verde, devido a um furo em um pneu. Terminou em sexto. Carl Edwards (Roush Fenway Ford), Juan Pablo Montoya (Earnhardt Ganassi Chevrolet), Dale Earnhardt Jr (Hendrick Chevrolet) e Ryan Newman (Stewart-Haas Chevrolet) completaram os dez primeiros.

Após apenas uma bandeira amarela em 302 voltas, Regan Smith (Regan Smith Phoenix Chevrolet) rodou na curva dois, acionando a segunda amarela, e uma sequencia de bandeiras. Os lideres aproveitaram para fazer um novo pit stop.

Na 311ª volta, Casey Mears (Germain Ford) se enroscou com o pole-position Kurt Busch (Furniture Row Chevrolet) e o atual campeão, Brad Keselowski (Penske Ford) na curva quatro, provocando a terceira amarela. Todos, menos os quatro primeiros, entraram nos boxes.

Na relargada, Kyle Busch manteve a ponta, segurando os ataques de Kasey Kahne (Hendrick Chevrolet). David Reutimann (BK Toyota) e Josh Wise (Front Row Ford) bateram, provocando a quarta amarela. Os líderes foram para os boxes, trocar os pneus.

Na relargada, na 333ª volta, Kahne assumiu a ponta, mas por apenas uma volta. Pressionado por Kyle Busch, entre as curvas um e dois, Kahne foi para o muro, com a quinta amarela sendo agitada.

Líder desde a 202ª volta, Kyle manteve a ponta na relargada, mas com o furo em um dos pneus, foi perdendo rendimento. Na 355ª volta Kenseth assumiu a liderança.

A prova, de 3h32m45s de duração, teve cinco bandeiras amarelas, por 25 voltas. Quatro pilotos lideraram, com nove trocas de liderança.

Kurt Busch 1-51; Kyle Busch 52-53; M. Kenseth 54-55; Kurt Busch 56-73; Kyle Busch 74-105; M. Kenseth 106-107; Kyle Busch 108-185; J. Gordon 186-201; Kyle Busch 202-354; M. Kenseth 355-367.

Johnson lidera o campeonato com 423 pontos, seguido por Edwards com 379 e Kenseth com 364.

A próxima etapa acontece em Charlotte, no dia 18 de maio. O All-Star, prova festiva, não conta pontos para o campeonato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *