NASCAR Sprint Cup Series: David Ragan vence em Daytona

David Ragan (Ford) venceu na noite de sábado (02/07), a Coke Zero 400, no Daytona International Speedway, 17ª etapa da NASCAR Sprint Cup Series. Foi a primeira vitória de Ragan na categoria. Matt Kenseth completou a dobradinha da Roush Roush Racing. Joey Logano (Toyota) foi o 3º.

A prova caminhava para o final, com apenas três amarelas, quando na 157ª, de 160 voltas programadas, Jeff Gordon (Chevrolet) rodou, sendo acertado apenas por Kasey Kahne (Toyota). A quarta amarela foi agitada, levando a prova para o tempo extra.

Na 162ª volta a prova recomeçou. Na seguinte aconteceu a “Big One’ da noite, quando Logano mandou o pole-position Mark Martin (Chevrolet) no muro. Também foram envolvidos: Martin Truex Jr. (Toyota), Clint Bowyer (Chevrolet), Landon Cassill (Chevrolet), Brian Vickers (Toyota), Regan Smith (Chevrolet), Kurt Busch (Dodge), Joe Nemechek (Toyota), Casey Mears (Toyota), Tony Stewart (Chevrolet) e David Reutimann (Toyota).

Ragan assumiu a liderança. Na 168ª volta a prova recomeçou, para mais duas voltas em bandeira verde. Empurrado por Kenseth nos metros finais, Ragan recebeu a bandeira quadriculada, enquanto atrás deles uma confusão envolveu vários carros, com a prova acabando em bandeira amarela.

Ragan venceu pela primeira vez depois de 163 provas na NSCS. Em fevereiro ele perdeu a chance de vencer a Daytona 500, ao ser punido com um drive-through após a relargada final.

Kahne terminou em 4º, seguido por Kyle Busch (Toyota) e Jeff Gordon. Kevin Harvick (Chevrolet) foi o 7º e assumiu a liderança do campeonato.

A primeira bandeira amarela da prova aconteceu na 5ª volta, quando Brad Keselowski (Dodge) tocou na traseira de Trevor Bayne (Ford), com o vencedor da Daytona 500 indo direto no muro.

A segunda aconteceu na 23ª volta, depois que o então líder do campeonato Carl Edwards e Greg Biffle, parceiros na RFR, se tocaram com ambos acertando o muro, e danificando seus carros. Respirando monóxido de carbono, devido à quebra do exaustor, Edwards teve que parar nos boxes, perdendo oito voltas até o conserto do Ford. Ele terminou em 37º.

Dave Blaney (Chevrolet) acertou o muro na 48ª volta, acionando a 3ª amarela. Depois foram 104 voltas em bandeira verde até a rodada de Gordon.

Foram 25 líderes diferentes e 57 trocas de liderança (novo recorde em Daytona).
 

Harvick lidera o campeonato com 586 pontos, cinco a mais do que Edwards. Kyle Busch é o 3º com 576 pontos.

A próxima etapa acontece em Kentucky, no dia 09 de julho.

Final:

1 – David Ragan (Ford) – Roush – 170 voltas
2 – Matt Kenseth (Ford) – Roush – 170
3 – Joey Logano (Toyota) – Gibbs – 170
4 – Kasey Kahne (Toyota) – Red Bull – 170
5 – Kyle Busch (Toyota) – Gibbs – 170
6 – Jeff Gordon (Chevrolet) – Hendrick – 170
7 – Kevin Harvick (Chevrolet) – Childress – 170
8 – Paul Menard (Chevrolet) – Childress – 170
9 – Juan Montoya (Chevrolet) – Ganassi – 170
10 – A.J. Allmendinger (Ford) – Petty – 170
11 – Tony Stewart (Chevrolet) – Stewart/Haas – 170
12 – Brian Vickers (Toyota) – Red Bull – 170
13 – Denny Hamlin (Toyota) – Gibbs – 170
14 – Kurt Busch (Dodge) – Childress – 170
15 – Brad Keselowski (Dodge) – Penske – 170
16 – David Gilliland (Ford) – Front Row – 170
17 – Marcos Ambrose (Ford) – Petty – 170
18 – Greg Biffle (Ford) – Roush – 170
19 – Dale Earnhardt Jr. (Chevrolet) – Hendrick – 170
20 – Jimmie Johnson (Chevrolet) – Hendrick – 170
21 – Jeff Burton (Chevrolet) – Childress – 170
22 – Jamie McMurray (Chevrolet) – Ganassi – 170
23 – Ryan Newman (Chevrolet) – Penske – 170
24 – Regan Smith (Chevrolet) – Furniture Row – 170
25 – David Reutimann (Toyota) – Waltrip – 170
26 – Landon Cassill (Chevrolet) – Phoenix – 169
27 – Andy Lally (Ford) – TRG – 169
28 – Terry Labonte (Ford) – FAS Lane – 169
29 – Travis Kvapil (Ford) – Front Row – 169
30 – Joe Nemechek (Toyota) – Nemco – 169
31 – Bobby Labonte (Toyota) – JTG – 168
32 – Casey Mears (Toyota) – Germain – 164
33 – Mark Martin (Chevrolet) – Hendrick – 164
34 – Robby Gordon (Dodge) – Gordon – 163
35 – Martin Truex Jr. (Toyota) – Waltrip – 162
36 – Clint Bowyer (Chevrolet) – Childress – 162
37 – Carl Edwards (Ford) – Roush – 144
38 – Geoff Bodine (Chevrolet) – Baldwin – 143
39 – Dave Blaney (Chevrolet) – Baldwin – 47
40 – Mike Skinner (Toyota) – 5
41 – Trevor Bayne (Ford) – Wood – 4
42 – Michael McDowell (Toyota) – HP Racing – 2
43 – Kevin Conway (Toyota) – Nemco – 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *