Nascar Sprint Cup Series: De forma fantástica Tony Stewart vence em Pocono

Depois de perder a pole-position e ter que largar do final do grid, Tony Stewart, de Chevrolet, venceu no domingo (07/06), de forma fantástica, a Pocono 500 no Pocono Raceway, 14ª etapa da Nascar Sprint Cup Series. Foi a primeira vitória de Stewart como piloto e proprietário de equipe, a Stewart/Haas. Carl Edwards, de Ford, e David Reutimann, de Toyota, completaram os três primeiros.

Com a chuva impedindo o treino classificatório para a formação do grid, a formação de largada foi definida pela classificação dos proprietários com Stewart garantindo a pole-position. Contudo o líder do campeonato bateu o seu carro titular no treino de sábado, tendo que alinhar com seu carro reserva do final do grid.

Dada a largada, Stewart imprimiu um forte ritmo, colocando o seu Chevolet entre os dez primeiros já na 40ª volta, liderando pela primeira vez na 77ª volta. Naquela hora Edwards era o homem a ser batido.

Na 159º volta aconteceu a quinta bandeira amarela da prova, faltando 41 voltas para o final. Edwards liderava a prova. Embora tenha perdido a pole, Stewart não perdeu o direito de ter a primeira posição nos pits, fazendo uma rápida parada, e saindo a frente de Edwards para a relargada em fila dupla (foi a primeira prova com a nova regra).

Na 165ª volta a bandeira verde foi agitada pela última vez, com os lideres tendo que parar novamente nos boxes se não acontecessem mais bandeiras. Stewart liderava, porém com as voltas passando, e sem bandeiras, as equipes passaram a fazer as contas do combustível disponível nos carros.

Kasey Kahne tentou pressionar Stewart até parar nos pits para um Splash and Go. Depois de ver a sua vantagem cair de seis para dois segndos, Stewart começou a economizar combustível, com Edwards e o tri-campeão Jimmie Johnson, de Chevrolet, fazendo o mesmo.

Faltando cinco voltas para o fim, Stewart começou a desligar o motor de seu carro no meio das retas, economizando o bastante para cruzar a linha de chegada, vencendo pela 34ª vez na categoria. Stewart se tornou o primeiro piloto e proprietário a vencer desde Ricky Rudd em Martinsville, 1998. O bi-campeão já havia vencido em maio a All-Star Race, prova extra-campeonato, que não conta pontos para o campeonato.

Também tendo que economizar combustível, Edwards não teve como pressionar Stewart, conquistou o seu melhor resultado na temporada, com o segundo lugar, após liderar 103 voltas. Reutimann, que também economizou combustível foi o 3º, seguido por Jeff Gordon, de Chevrolet. Ryan Newman foi o 5º, depois de ter problemas de velas em seu Chevrolet no começo da prova. Marcos Ambrose, de Toyota, fechou os seis primeiros.

O tri-campeão Jimmie Johnson vinha em 3º, quando ficou sem gasolina na volta final, caindo para a 7ª posição.

Depois de ficar parado na pista duas vezes, no começo da prova, e ter problemas de alimentação no motor de seu Toyota, Denny Hamlin foi paenas o 38º colocado.

Com 1853 pontos Stewart aumentou a sua vantagem na liderança do campeonato, sobre Gordon, para 71 pontos.

A próxima etapa acontece no domingo (14/06), a Lifelock 400, no Michigan International Speedway.

Final:

1 – Tony Stewart (Chevy) – Stewart/Haas – 200 voltas
2 – Carl Edwards (Ford) – Roush – 200
3 – David Reutimann (Toyota) – Waltrip – 200
4 – Jeff Gordon (Chevy) – Hendrick – 200
5 – Ryan Newman (Chevy) – Stewart/Haas – 200
6 – Marcos Ambrose (Toyota) – Waltrip/JTG – 200
7 – Jimmie Johnson (Chevy) – Hendrick – 200
8 – Juan Pablo Montoya (Chevy) – DEI/Ganassi – 200
9 – Jeff Burton (Chevy) – Childress – 200
10 – Sam Hornish Jr. (Ford) – Penske – 200
11 – Greg Biffle (Ford) – Roush – 200
12 – Clint Bowyer (Chevy) – Childress – 200
13 – Jamie McMurray (Ford) – Roush – 200
14 – Casey Mears (Chevy) – Childress – 200
15 – Kasey Kahne (Dodge) – RPM – 200
16 – Matt Kenseth (Ford) – Roush – 200
17 – Michael Waltrip (Toyota) – Waltrip – 200
18 – Martin Truex Jr. (Chevy) – DEI/Ganassi – 200
19 – Mark Martin (Chevy) – Hendrick – 200
20 – Reed Sorenson (Dodge) – RPM – 200
21 – Brian Vickers (Toyota) – Red Bull – 200
22 – Kyle Busch (Toyota) – Gibbs – 200
23 – Joey Logano (Toyota) – Gibbs – 200
24 – Kevin Harvick (Chevy) – Childress – 200
25 – Elliott Sadler (Dodge) – RPM – 200
26 – David Ragan (Ford) – Roush – 200
27 – Dale Earnhardt Jr. (Chevy) – Hendrick – 200
28 – Bobby Labonte (Ford) – HOF – 200
29 – Paul Menard (Ford) – Yates – 200
30 – A J Allmendinger (Dodge) – RPM – 199
31 – Robby Gordon (Toyota) – Gordon – 199
32 – Scott Speed (Toyota) – Red Bull – 199
33 – Regan Smith (Chevy) – Furniture Row – 198
34 – David Stremme (Dodge) – Penske – 198
35 – John Andretti (Chevy) – Front Row – 198
36 – Dexter Bean (Toyota) – Bean – 196
37 – Kurt Busch (Toyota) – Penske – 182
38 – Denny Hamlin (Toyota) – Gibbs – 178
39 – Sterling Marlin (Dodge) – Phoenix – 56
40 – Dave Blaney (Toyota) – Prism – 37
41 – Joe Nemechek (Toyota) – Nemco – 36
42 – David Gilliland (Chevy) – TRG – 34
43 – Patrick Carpentier (Toyota) – Baldwin – 32

Campeonato:

1. Stewart 1853; 2. Gordon 1807; 3. Johnson 1789; 4. Kurt Busch 1762; 5. Newman 1680; 6. Kyle Busck 1634; 7. Hamlin 1640; 8. Kenseth 1625; 9. Biffle 1618; 10. Burton 1587.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *