Old Stock Race: Evandro Camargo e Konrad Viehmann vencem etapa no Velocitta

A etapa no Autódromo do Interior Paulista foi marcada pelo ineditismo e um acidente ainda na volta de apresentação da primeira prova mudou os rumos do domingo para os pilotos que puxavam o pelotão.

 
 
 

O grid foi alinhado dando inicio das atividades de um Domingo com muito Sol e já na passagem dos carros pela reta dos boxes, Rodrigo Helal atingiu a traseira do Opala 52 do pole Thiago Lourenço, que sem controle atingiu Pimenta, levando ambos a se chocarem contra o guard rail na área de escape na entrada da curva 1 tirando os dois carros da prova.

 

Segundo a direção de provas, os carros estavam desalinhados na entrada da reta e a largada foi abortada, mas Helal acelerou além do limite e não conseguiu segurar o Opala, causando o acidente. O Safety Car precisou ser acionado para a retirada dos carros da pista dando duas voltas ate enfim, ser dada a largada para a prova.

 
 
 

Na largada, ainda com Helal na pista, Matheus Martins e Felipe Matos chegaram juntos ao final da reta, seguidos por Grego Lemonias, Evandro Camargo e Luiz Zapelini um pouco mais atrás. Martins manteve a posição, com Matos em seu encalço, trocando varias vezes de posição nas primeiras voltas, até Felipe conseguir uma ultrapassagem e abrir distancia do Opala 28.

 

untitled image

 

Grego e Camargo também protagonizaram um belo duelo por posições tendo como companheiros de pelotão Luiz Zapelini e Konrad Viehmann da Opala 250, que também fez uma bela corrida com disputa franca contra Carlos Freire.

 
 
 

Ao final de 15 voltas, Felipe Matos recebeu a bandeira quadriculada em primeiro, com Evandro Camargo em segundo, Grego Lemonias em terceiro e completando os seis primeiros, Matheus Martins em quarto, Daniel Alberici em quinto e Amaury Biem em sexto, porém ao final do dia, os comissários avaliaram as imagens e informaram que os Opalas 93 e 18 queimaram a segunda tentativa de largada e então acrescentaram 20 segundo ao tempo total de cada um, dando a assim a vitória a Evandro Camargo.

Confira o resultado total da prova:

 

1. 1 Evandro Camargo em 28min45s158

 

2. 93 Felipe Matos a 8s784

 

3. 18 Georges Lemonias a 13s543

 

4. 78 Daniel Alberici a 18s185

 

5. 7 Amaury Biem a 24s699

 

6. 64 Marcos Philippi a 26s360

 

7. 28 Matheus Martins a 35s075

 

8. 3 Antonio Paiva a 1min38s150

 

9. 22 Luiz Zapelini a 9 voltas

 

10. 51 P. Pimenta (Sem tempo)

 

11. 52 Thiago Lourenço (Sem tempo)

 

12. 113 Rodrigo Helal (Excluido da prova)

 
 
 

Pela Opala 250, Konrad Viehman travou uma batalha por quase todas as voltas com a Caravan 281, no meio do pelotão intermediário da prova, vencendo o duelo e subindo ao degrau mais alto do pódio.

 

Confira o resultado total da prova:

 

1. 1 Evandro Camargo em 28min45s158

 

2. 93 Felipe Matos a 8s784

 

3. 18 Georges Lemonias a 13s543

 

4. 78 Daniel Alberici a 18s185

 

5. 7 Amaury Biem a 24s699

 

6. 64 Marcos Philippi a 26s360

 

7. 28 Matheus Martins a 35s075

 

8. 3 Antonio Paiva a 1min38s150

 

9. 22 Luiz Zapelini a 9 voltas

 

10. 51 P. Pimenta (Sem tempo)

 

11. 52 Thiago Lourenço (Sem tempo)

 

12. 113 Rodrigo Helal (Excluido da prova)

 
 
 

Pela Opala 250, Konrad Viehman travou uma batalha por quase todas as voltas com a Caravan 281, no meio do pelotão intermediário da prova, vencendo o duelo e subindo ao degrau mais alto do pódio.

 

Por conta da demora em alterar o resultado da primeira prova, o grid foi montado mantendo Felipe Matos na pole e Evandro Camargo ao seu lado que logo tratou de se posicionar pelo lado de dentro na entrada da curva 1 assumindo a ponta, trazendo Matos, Grego Daniel Alberici e Marcos Philippi juntos para montar um pelotão de disputa pelas primeiras posições. Camargo conseguiu abrir uma boa distancia dos demais se isolando na liderança, levando seu Opala numeral 1 a cruzar a linha de chegada em primeiro. Pela disputa das demais posições os Opalas 18, 79 e 64 travaram uma batalha volta a volta durante todas as 15 voltas da prova, com Marcos Philippi chegando em segundo, Daniel Alberici conquistando o terceiro lugar e Felipe Matos o quarto, completando o pódio Rodrigo Helal com uma excelente corrida de recuperação após largar no final do pelotão chegou em quinto e Matheus Martins em sexto.

 

Confira o resultado final da prova:

 

1. 1 Evandro Camargo em 27min02s973

 

2. 64 Marcos Philippi a 6s564

 

3. 79 Daniel Alberici a 15s380

 

4. 93 Felipe Matos a 16s576

 

5. 28 Matheus Martins a 21s562

 

6. 18 Georges Lemonias a 22s668

 

7. 22 Luiz Zapelini a 29s429

 

8. 113 Rodrigo Helal a 39s715

 

9. 3 Antonio Paiva a 1m10s783

 

10. 7 Amaury Biem a 4 voltas

 

Pela Old Man, categoria para os pilotos acima de 55 anos, Marcos Philippi foi o vencedor, seguido de Georges Lemonias em segundo e Luiz Zapelini em terceiro.

 

Pela Opala 250, Konrad Viehmann, já um pouco mais familiarizado com o traçado fez bonito e sem erros, levou a sua Caravan numeral 73 até a vitória, completando assim um final de semana perfeito somando 60 pontos importantes para o campeonato.

 

Confira o resultado da segunda prova da Opala 250

 

1. 73 Konrad Viehmann em 27min40s552

 

2. 281 Carlos Freire

 

3. 43 Rodrigo Silva

 

4. 122 Eduardo Conradt

 

5. 106 Cristiano Ribeiro

 

6. 69 Luiz Blessed

A próxima etapa da Old Stock Race e Opala 250 está marcada para dia 29 de Agosto em Interlagos.

 

A Old Stock Race tem o apoio da XTA Car Service e New Car Funilaria, Pintura e Mecânica.

 
 
 

Os Opalas da Old Stock Race são equipados com Pneus Sailun by Pneu Free, Aneis e Pistões Metal Leve, Discos de Freios Fremax e Pistões AFP.

 
 
 

Foto: Humberto Silva/Grupo Runway/OSR.

 
 
 

Texto e Informações:

 

Sergio Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *