Old Stock Race: Rodrigo Pimenta e Rafael Lopes vencem quinta etapa

Com duas provas de tirar o fôlego a Old Stock Race abrilhantou o domingo de competições do calendário da Stock Car em sua principal etapa, a Corrida do Milhão.

Opalas e Caravans vindos de todos os cantos do país ainda na madrugada deste domingo, formaram uma fila quilométrica nos arredores de Interlagos, desta vez em frente ao portão G, para que pudessem se agrupar na antiga curva três do traçado antigo e dali, partirem para um desfile com mais de 300 carros, número recorde no clássico desfile organizado pela categoria.
Após mais de mais de 20 minutos de Opalas e Caravans, a pista foi tomada pelos carros da Stock Car na prova mais valiosa da categoria, a Corrida do Milhão que foi vencida por Ricardo Maurício, após o então líder Lucas di Grassi ser excluído da prova por não cumprir uma punição.

Na sequencia, trinta Opalas, agora os de competição, alinharam no grid em uma tarde de tempo firme com nuvens e temperatura na marca dos 16 graus devido ao vento frio e na primeira corrida, Tiago Gonçalves que largou na pole, conseguiu imprimir um bom ritmo e abriu distância de Rodrigo Pimenta que passou a ser atacado por Renan Guerra e Rafael Lopes, sofrendo a ultrapassagem dos dois mas mantendo-se no pelotão. Rodrigo Helal, Dimas III e Marcos Philippi, que se juntaram ao pelotão de trás e passaram a disputar a quarta posição. Na terceira volta, Marcos Maragno do Opala 9 sofreu um toque na entrada da reta e rodou feio, chegando a tocar o muro pelo lado de dentro da curva próximo a entrada dos boxes, ocasionando uma bandeira amarela.
Na relargada, Tiago manteve a ponta sendo acompanhado de perto por Rodrigo Pimenta, Renan Guerra, Rafael Lopes e agora Rodrigo Helal que duelou algumas voltas com o piloto do carro 54. Dimas III que nesta temporada andou apenas uma etapa deu bastante trabalho a Rafael chegando a ultrapassá-lo mas terminando a prova atrás do líder do campeonato.
Lá na frente, Tiago brigou até a última volta com Rodrigo Pimenta, que soube estudar o adversário e no final da reta oposta, colocou o carro por dentro na curva do lago, chegando a tocar o oponente e fazer a ultrapassagem, indo até a linha de chegada e vencendo a prova por 0s088 de diferença.
“Eu comecei com um ritmo bom e consegui acompanhar o Tiago, mas na curva do Sol eu percebia que a traseira do carro desarmava e eu ate pensei que fosse um problema de suspensão, mas ai vi que era óleo na pista e comecei a procurar um caminho por fora e deu certo e nisso passei a fazer uma boa disputa com o Rafael e o Renan. logo após o safety car eu voltei ao rítmo e passei a buscar a ultrapassagem sobre o Tiago conseguindo armar o bote na reta oposta, me mantendo na ponta e cruzando a linha de chegada centímetros à sua frente.” disse Rodrigo Pimenta.

O resultado da primeira prova ficou assim:
1)  51-Rodrigo Pimenta
2) 11-Tiago Gonçalves
3) 93-Renan Guerra
4) 113-Rodrigo Helal
5) 6-Dimas III
6) 79-Daniel Alberici
7) 23-Fabio Franzoni
8) 75-João Ometto Neto
9) 333-Ciro Paccielo
10) 17-Ney Faustini
11) 89-Claudio Daniel
12) 18-Georges Lemonias
13) 12-Fabio Mencarelli
14) 77-Glauco Barros
15) 777-Rogerio Barbato
16) 25-Jorge Schuback
17) 54-Rafael Lopes
18) 38-Rodrigo Giordano
19) 78-Arnaldos Santos
20) 909-Alex Dimas
21) 72-Djalma Fogaça
22) 56-Eduardo Conradt
23) 9-Marco Maragno
24) 59-Henrique Lamberti
25) 22-Pedro Gomes
26) 1-Evandro Camargo
27) 3-Ricardo Alvarez
28) 7-Amaury Biem
29) 64-Marcos Philippi
DQ) 45-Daniel Kelemen        

Na segunda prova uma batida logo na largada tirou Pedro Pimenta, que assumiu o carro 51, da disputa de uma vitória, quando  Ricardo Domenech rodou cruzando na frente do carro 113 e atingindo os ponteiros, primeiro o Opala 11 e depois o 51, que ficou parado alguns instantes na área de escape, perdendo muitas posições.
Na confusão, Dimas III assumiu a liderança da prova, agora com o piloto do carro 113 no seu encalço trazendo também  Ricardo Alvarez, Rafael Lopes e Marcos Phillipi. Alvarez, com problemas no seu carro, teve que abandonar e Rafael partiu pra cima de Helal, protagonizando a melhor disputa da prova, Dimas III não conseguiu se distanciar do pelotão, passando a sofrer o ataque não de um, mas agora de 3 carros: Helal, Lopes e Philippi.
Na segunda metade da prova, Helal superou Rafael Lopes e passou a atacar Dimas III ultrapassando o adversário, novamente formando um pelotão de quatro carros com Helal, Lopes, Philippi e Dimas separados por centímetros. Na volta 10, Rafael conseguiu a ultrapassagem sobre Helal mantendo a posição até vencer a prova. “Corrida muito atípica, eu saí do box com problemas de embreagem, trocando marchas no tempo desde  poupando para os  momentos que eu precisasse mais dela e com tantas adversidades no final de semana, sair com uma vitória é muito gratificante.” disse Rafael Lopes. Na última volta Dimas III também ultrapassou o carro 113 garantindo a segunda posição. Helal, depois de uma batalha imensa teve que se contentar com o terceiro lugar. Djalma Fogaça, que largou na vigésima posição, fazendo uma corrida de recuperação, chegou em quarto. Completando o pódio, o veterano Jorge Schuback do Opala 25 terminou em quinto e Marcos Maragno do carro 9 em sexto.

O Resultado final da segunda prova ficou assim:

1) 54-Rafael Lopes
2) 6-Dimas III
3) 113-Rodrigo Helal
4) 72-Djalma Fogaça
5) 25-Jorge Schuback
6) 9-Marco Maragno
7) 45-Daniel Kelemen
8) 93-Felipe Matos
9) 38-Vinicius Leite
10) 59-João Oliveira
11) 77-Ronaldo Paulino
12) 777-Rogerio Barbato
13) 12-Fabio Mencarelli
14) 64-Marcos Philippi
15) 22-Ricardo Santos
16) 56-Matheus Martins
17) 11-Robinson Molly
18) 333-Ciro Paccielo
19) 78-Fausto Camacho
20) 51-Pedro Pimenta
21) 909-Alexandre Navarro
22) 3-Ricardo Alvarez
23) 79-Daniel Alberici
24) 89-Glaucio Doreto
DQ) 17-Ricardo Domenech       

 

Os Opalas da Old Stock Race são equipados com discos de freio Fremax, Pneus Pirelli e embreagens Ceramic Power.

Old Stock Race – A Emoção Está de Volta!

Fotos: Humberto Silva/OSR e Anthony Kunze/OSR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *